Visivelmente para compensar investigação sobre Aécio, Janot também para ao STF que inclua Lula entre investigados da Lava Jato. Em nota, o presidente Lula destacou que “a peça apresentada pelo Procurador-Geral da República indica apenas suposições e hipóteses sem qualquer valor de prova. Trata-se de uma antecipação de juízo, ofensiva e inaceitável, com base unicamente na palavra de um criminoso”. LEIA INTEGRA DO PEDIDO DE JANOT

Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, pede ao STF inclusão do presidente Lula entre os investigados… by Enock Cavalcanti


Lula, agora pode ser investigado pela Lava Jato. Base da denuncia é o bla-bla-bla de Delcídio Amaral

Lula, agora pode ser investigado pela Lava Jato. Base da denuncia é o bla-bla-bla de Delcídio Amaral

Claro, depois das investigações sobre Aécio Neves, a Procuradoria Geral da República, teria que oferecer um contrapeso à imensa plateia da direita brasileira. E Janot, pretensamente, foi no gogó na esquerda. Em 37 páginas, procurador-geral da república disse ao Supremo que há um esquema mais ‘amplo e complexo’ de organização criminosa que o revelado no início das investigações da Lava Jato e pediu ao Supremo Tribunal Federal, no dia 28 de abril, a inclusão do presidente Lula, dos ministros Jaques Wagner, Edinho Silva, e Ricardo Berzoini, no inquérito mãe da Operação Lava Jato perante à Corte.

SOBRE PEDIDO DE INVESTIGAÇÃO DE LULA PELA PGR

Em nota, o presidente Lula destacou que “a peça apresentada pelo Procurador-Geral da República indica apenas suposições e hipóteses sem qualquer valor de prova. Trata-se de uma antecipação de juízo, ofensiva e inaceitável, com base unicamente na palavra de um criminoso.
O ex-presidente Lula não participou nem direta nem indiretamente de qualquer dos fatos investigados na Operação Lava Jato.
Nos últimos anos, Lula é alvo de verdadeira devassa. Suas atividades, palestras, viagens, contas bancárias, absolutamente tudo foi investigado, e nada foi encontrado de ilegal ou irregular.
Lula sempre colaborou com as autoridades no esclarecimento da verdade, inclusive prestando esclarecimentos à Procuradoria-Geral da República.
O ex-presidente Lula não deve e não teme investigações.”

Com isso, a maior investigação contra políticos na Lava Jato passa a ter 70 alvos, entre o presidente Lula, o atual presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), o presidente do Senado Renan Calheiros, ministros e ex-ministros. No destaque, a denúncia na integra.

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.193.166.69 - Responder

    ESSE JANOT É RESPONSAVEL POR UM MINISTERIO PUBLICO QUE DEIXA A DESEJAR. NÃO VIU NADA DE CRIME EM AÇÃO TRAMITANDO NO TJMT. NO AREGIMENTAL AO STF, O MINISTRO RELATOR ENTENDEU DE FORMA DIFERENTE. O MINISTERIO PUBLICO FEDERAL EM BRASILIA QUER É APARECER NA MIDIA. É PARCIAL E INEFICAZ. FAVR ENVIAR ISTO AO ILUSTRISSIMO SENHOR RODRIGO JANOT

  2. - IP 177.0.103.17 - Responder

    Bonita a interpretação bíblica do pessoal do PT. Com a dilma na berlinda, o PGR é o diabo. Tudo o que ele faz e fará será considerado contra ele pelos vermelhos.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 × quatro =