Vereadores de Chapada confrontam Guilherme Maluf e apontam manobra no TCE para impor aprovação de contas de Thelma. LEIA DOC

O vereador Bozó, o Procurador-geral-de-contas Alisson-Alencar, Rosa-Lisboa, Carlinhos-do-PDT e o vereador Mariano

CENSURA À CÂMARA MUNICIPAL

Por Paulo Bomfim

O presidente da Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães, vereador Carlos Eduardo – PDT, resolveu não se intimidar e decidiu agir.

Carlos Eduardo – PDT, juntamente com a comitiva de vereadores, composta pela vereadora Rosa Lisboa – PL, Edmilson de Freitas Filho – Bozo – PTB e Mariano – PDT, estiveram no dia 07/10, quarta-feira, em audiência no Gabinete do Procuradoria Geral de Contas do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso, Procurador Dr. Alisson Carvalho de Alencar.

Na audiência foi protocolado o Oficio n° 072/2020 – Presidência com a manifestação de inconformismo quanto ao tratamento, inexplicado, dado pelo presidente do TCE- MT, do ex-deputado estadual Guilherme Maluf – PSDB, agora atuando como conselheiro.

No documento os vereadores manifestam o inconformismo com o fato de que o Direito da Câmara Municipal, de julgar as contas anuais dos exercícios de 2017 e 2018, da gestão da prefeita Thelma de Oliveira, vem sendo reiteradamente tolhido, para não dizer desrespeitado. Diante desta situação, expressaram a necessidade da adoção de medidas necessárias e providências urgentes, da parte da Procuradoria Geral de Contas, para que a Câmara Municipal possa exercer plenamente o seu direito de fiscalizar e julgar as contas anuais, conforme determinação constitucional.

Os vereadores solicitaram a avaliação de ação do Ministério Público, com proposição de Interposição de Recurso para o resultado do julgamento ocorrido, em sessão plenária virtual em 22 de setembro de 2020 em que, surpreendentemente, os conselheiros voltarão à trás e aprovaram as contas do exercício de 2017 da gestão da prefeita Thelma de Oliveira após, por duas ocasiões, em sessões plenárias para estas mesmas contas, terem sido apresentados relatórios da Secretaria de Controle Externo – SECEX e do Ministério Público de Contas, recomendando a reprovação.

As contas do exercício de 2018, processo nº166685/2018, também igualmente já REPROVADAS, poderão ter o mesmo destino.

Conselheiro, que já foi tucano, pode estar manipulando votação para favorecer prefeita que ainda é tucana

Vale a pena relembrar;

Em 03 de setembro de 2019, o ex-deputado Guilherme Maluf  – PSDB, Conselheiro do TCE – MT, em NOVO JULGAMENTO do processo nº 172650/2017, relativos às contas da prefeita Thelma de Oliveira, do ano de 2017, no qual o Relator, Conselheiro Interino João Batista, após a leitura, com o resumo dos autos, onde a Secretaria de Controle Externo de Auditorias Operacionais – SECEX do Tribunal de Contas de Mato Grosso mantiveram, integralmente, os Relatórios pela desaprovação das contas e também um Pedido de Intervenção do Governo do Estado na Prefeitura de Chapada dos Guimarães, pediu “vistas aos autos”, retirando novamente o processo da pauta de julgamento.

Em 10 de setembro de 2019, mais uma vez, o TCE-MT do Estado, em sessão presencial, não pôde concluir o julgamento das contas da prefeita Thelma de Oliveira – PSDB, de Chapada dos Guimarães, relativas ao ano de 2017.  Motivo: O ex-deputado estadual Guilherme Maluf – PSDB, agora atuando conselheiro do Tribunal de Contas, reteve o Processo de nº 172650/2017 em seu gabinete, com “pedido de vista”.

Em 17/09/2019, na sessão plenária o TCE – MT, após a PRODUÇÃO DE PARECER MANDRAKE EM SEPARADO, do ex-deputado estadual Guilherme Maluf – PSDB, agora atuando como conselheiro do TCE-MT, conseguiu fazer o plenário voltar atrás e ficou considerado que houve atraso e não omissão no envio de informações relativas as contas, não prestadas, de 2017 da prefeitura de Chapada dos Guimarães, gestão Thelma de Oliveira.

Em 16 de dezembro de 2019 o ex-deputado estadual e conselheiro Guilherme Maluf – PSDB, toma posse no cargo de presidente do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso, para o biênio 2020/2021.

Em sessão plenária virtual ocorrida em 22 de setembro de 2020, “missão cumprida”!!!

Em fato escandaloso e inédito em toda a história do Estado do Mato Grosso, Maluf, em manobra interna espúria, “trocou” o relator, Conselheiro Interino João Batista Camargo pelo conselheiro Ronaldo Ribeiro de Oliveira, que “trocou tudo”, quiçá a equipe de auditores, produziram novo “relatório” e aprovou as contas que queria “aprovar”!!!

O ex-deputado estadual e agora presidente e conselheiro do TCE-MT, Guilherme Maluf – PSDB, aprova as contas de 2017 da prefeita Thelma de Oliveira.

A prefeita Thelma de Oliveira já ingressou com RECURSO no TCE-MT, após a remessa das contas de 2018 à Câmara Municipal, para esperar que o conselheiro e presidente Guilherme Maluf, faça o “serviço”.

A prefeita Thelma de Oliveira, também, conseguiu uma Liminar, na Justiça de Chapada dos Guimarães, para que não haja o julgamento das contas, antes do “todo o serviço esteja terminado”.

O Estado do Mato Grosso não pode continuar neste rumo, prisioneiro, nas mãos deste tipo de gente e arrastar a nossa Chapada junto! Dessa maneira, nem as nossas emas, seriemas, gaviões, pica-paus, garças, perdizes, mutuns, araras, papaguaios-amazonas, jacus e urus, inhanbus, juritis e outras pombas, fringilídeos cantadores como curiós e bicudos que resistem nas matas tão ameaçadas de Chapada vão aguentar!

A IMPUNIDADE, COM O MAU USO DO DINHEIRO PÚBLICO, NÃO PODE VENCER!!!

Paulo Bomfim é Cidadão e Eleitor de Chapada dos Guimarães

OUTRO LADO

O espaço desta PÁGINA DO E está aberto para as manifestações do conselheiro Guilherme Maluf e da prefeita Thelma de Oliveira.

Vereadores de Chapada Denunciam ao MP Pretensas Manipulações de Guilherme Maluf Tentando Impor Aprovação de… by Enock Cavalcanti on Scribd

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

1 × três =