Para moralizar Detran, Taques deve “cortar vícios antigos”

 Apesar da arrecadação milionária, o Departamento de Trânsito é uma das mais sucateada repartições do Estado de Mato Grosso, segundo a avalição do sindicato que reúne seus servidores


Apesar da arrecadação milionária, o Departamento de Trânsito é uma das mais sucateada repartições do Estado de Mato Grosso, segundo a avalição do sindicato que reúne seus servidores

Detran-MT: um desafio ao novo governador!

Veneranda Acosta
Passadas as eleições em nosso Estado, agora ficam as expectativas em relação a próxima gestão. Independente em quem se tenha votado, todos desejam ver problemas antigos sendo superados. O povo anseia pela mudança de várias situações, e a categoria dos servidores do Detran-MT também espera por dias melhores na entidade, que apesar da arrecadação milionária, é a mais sucateada do Estado, onde persistem a falta de estrutura física e tecnológica, baixo número de servidores e graves irregularidades que já são crônicas!

É certo que apesar dos conhecidos problemas da Autarquia, avançamos em várias questões por causa da organização reivindicatória dos servidores. Denunciamos, mudamos realidades, inovamos a administração da entidade em busca de um Detran-MT que efetivamente cumpra sua função, onde contrário do que muitos pensam, não é de arrecadar taxas, mas sim de salvar vidas no trânsito, já que temos um dos piores trânsitos do país. A cada dia, e principalmente, a cada final de semana, morrem mais pessoas no trânsito do que por homicídios no Estado.

Conquistas como a reserva de 50% dos cargos de chefias aos servidores efetivos (desde o mês de julho/2014) diminuem o amadorismo tão acentuado da administração da autarquia, mas parece insuficiente para extingui-lo e para controlar tantos absurdos que lá presenciamos diariamente. Tampouco, inibem as portarias descabidas que são publicadas sem o menor constrangimento pelo “gestor” do Detran-MT, as quais são frutos de uma politicagem patrimonialista de fundo de quintal, que certamente causariam náuseas em Nicolau Maquiavel.

E o mais grave é que a situação já perpassa mais de uma década, portanto devo advertir o governador eleito que se de fato ele estiver disposto a fazer o Detran-MT funcionar como manda o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, terá que cortar pela raiz vícios antigos de um grupo político que tem aversão à legalidade.

Na condição de representante da categoria, entreguei aos candidatos ao governo uma carta que pontuava as pautas mais urgentes do Detran-MT, a saber: o Detran-MT e sua função social; a Escola Pública de Trânsito – EPT; a fiscalização dos credenciados (autoescolas, despachantes, dentre outros); as empresas terceirizadas mantidas pelo Poder Público; a estatística de crimes e acidentes de trânsito; a fiscalização de trânsito; a estrutura física da entidade e a necessidade de valorização do servidor, onde espero sinceramente que tenham lido e passado para a sua equipe de planejamento.

No que tange ao Sinetran-MT, a partir do mês que vem ele terá nova diretoria, que certamente manterá a postura denunciante e de luta por um Detran-MT melhor a todos os mato-grossenses. Eu me despeço do meio sindical para me dedicar ao meu mestrado de Política Social, onde agradeço profundamente a minha categoria por todo o apoio recebido nesses três anos, aos colegas sindicalistas do Fórum Sindical pelo companheirismo, aos parlamentares estaduais e federais que apoiaram nossas causas e a imprensa do estado, que tantas vezes repercutiu a nossa voz, mostrando as verdades da Autarquia. Muito obrigada a todos!

 

veneranda acosta sinetran

 

Veneranda Acosta é sindicalista e presidente do Sinetran-MT

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 186.218.193.87 - Responder

    Essa mulher parece fazer jus ao nome que carrega…
    Mas ainda espero dela OS NOMES…
    Um dia ela dirá os nomes dos pilantras que dirigem os cofres do Detran a partir da AL-MT…
    Um dia, quem sabe ela dirá – pois ela sabe – que essa é apenas uma das autarquias de MT loteadas por parasitas e ladrões como se ”boca de fumo” fossem…

  2. - IP 179.217.112.92 - Responder

    Parabéns a líder sindical Veneranda Acosta, pelo trabalho desenvolvido no Sinetran-MT. Num universo masculino – sindicato de categorias de trabalhadores públicos – é interessante ver mulheres combativas como você, Helena Bortolo (Sintep Subsede de Cuiabá), Alzita Ormond (Sisma-MT), e tantas outras guerreiras, a frente dos sindicatos. Demonstra a força e a coragem da mulher matogrossense na luta pelos direitos dos servidores públicos do nosso Estado. Boa sorte em seu mestrado!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 5 =