PREFEITURA SANEAMENTO

VANESSA MORENO: Eduardo Gomes lança 2º livro da trilogia Dois Dedos de Prosa em Silêncio

Vanessa e o Brigadeiro

 

Eduardo Gomes lança segundo livro da trilogia Dois Dedos de Prosa em Silêncio

Por VANESSA MORENO/ Cultura Popular

Mais Dois Dedos de Prosa em Silêncio – pra rir, refletir e arguir, é o título da segunda parte da trilogia do jornalista Eduardo Gomes de Andrade, conhecido também como Brigadeiro. O livro, que será lançado em fevereiro de 2020, conta casos de 50 personagens que Eduardo conheceu ao longo de 50 anos vivendo em Mato Grosso. O autor é natural de Conselheiro Pena, Minas Gerais e mudou-se para Rondonópolis em 1970.

Os 50 casos são de pessoas que contribuíram ou prejudicaram o desenvolvimento de Mato Grosso e são divididos entre hilários para rir, sérios para refletir e polêmicos para arguir.

A primeira série da trilogia foi lançada em 2015 e continha uma coletânea de crônicas sobre personagens como Jayme Campos, Carlos Bezerra, José Riva, José Medeiros, Serys Slhessarenko, entre outros.

Já o segundo capítulo desta trilogia mantém a mesma característica “O livro é ambientado em Mato Grosso e só tem personagens que eu conheci e que eu entrevistei”, explica o autor. Um dos personagens da segunda edição é o prefeito Emanuel Pinheiro. “Eu conto o caso do paletó no livro, eu ainda estou arguindo essa história do paletó”, completa.

Figuras políticas como os ex-governadores Silval Barbosa, Blairo Maggi e Dante de Oliveira, autor das Diretas Já, também estão presentes neste novo livro. Mas não é só sobre política que Eduardo escreve, personagens da área cultural também fazem parte deste grupo seleto que, para o autor, tem grande importância para a história de Mato Grosso. São eles: Liu Arruda, Bruna Viola, Vanessa da Mata, Antônio Mulato do Quilombo Mata Cavalo e mais.

Mais Dois Dedos de Prosa em Silencio conta ainda sobre Zé Paraná, fundador de Juara; Gabriel Novis Neves, professor e médico obstetra que realizou 17 mil partos ao longo de sua carreira; Valdon Varjão, cearense imortal da Academia Mato-grossense de Letras, uma das figuras mais influentes de Barra do Garças, primeiro senador negro no Brasil e criador de uma das leis mais importantes, a lei que proíbe a venda de órgãos, pele e sangue humanos.

Eduardo em suas andanças por Mato Grosso também conheceu histórias de pessoas simples, que ganharam espaço em seu livro, como Railda de Fátima, mulher obstinada e guerreira que dividia seu tempo para exercer as funções de mãe e líder política, “símbolo das mulheres que na força do trabalho escrevem a página das transformações sociais mato-grossenses”, como descreve o próprio autor. Railda foi vereadora e prefeita da cidade interiorana Nova Nazaré.

Outro personagem que não podia faltar é Dom Pedro Casaldáliga, o bispo espanhol radicado no Brasil que vivia em São Félix do Araguaia e que abraçava causas como da educação laica, mista e libertadora; Reforma Agrária; erradicação do trabalho escravo e reconhecimento dos direitos dos povos indígenas. Uma das referências da Igreja Católica Progressista na América Latina. No livro, Eduardo Gomes mostra o verso e o reverso de Casaldáliga.

A publicação de Eduardo Gomes de Andrade é independente e não contará com nenhum apoio das leis de incentivos culturais. De acordo com o autor, a terceira edição já está sendo preparada e deverá ser lançada no fim do próximo ano.

O Brigadeiro também é autor dos livros “Mato Grosso 44”, “O Ciclo de Fogo – Biografia não autorizada de José Riva” e “Nortão BR-163 – 46 anos depois”

FONTE BLOGUE CULTURA POPULAR

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

8 + sete =