VANDONI: Vergonha, no caso Riva, cabe à Justiça de MT

A Justiça de Mato Grosso é, em última instância, a culpada
por ADRIANA VANDONI

Na tarde ontem, dia 27, na sessão plenária da assembléia de Mato Grosso, o deputado José Riva (PSD) “fez uso da palavra” (adoro essa expressão, cai como luva aos políticos) para dizer, da tribuna, que a reportagem veiculada na revista Veja desta semana, em que aponta o parlamentar como proprietário da maior folha corrida do país, não passa de perseguição. Veja algumas opiniões ditas pelo parlamentar:

A reportagem: “Sabemos de onde saiu isso. Sabemos o DNA de quem articulou essa matéria encomendada. Mas não será este tipo de publicação que vai me abater”

As 102 ações cíveis e 20 criminais: “Houve maldade deliberada, pois o Ministério Público Estadual fez dezenas e dezenas de ações sobre um mesmo objeto, ou seja, poderiam ser condensadas em poucas ações. Isso apenas para tentar me desmoralizar”

A lentidão da Justiça: “É uma matéria fantasiosa. E, ainda, publicada com dez anos de atraso, porque não há nenhum fato novo naquilo que a revista escreveu. Faz dez anos que falam a mesma coisa. Isso demonstra claramente o interesse político”.

O repórter: “Dei uma extensa entrevista à Veja, que não usou uma linha sequer do que eu disse”.

Reparem quão “perseguido” ele é. A reportagem foi encomendada por alguém que não gosta dele. As ações são fruto, não dos supostos desvios investigados e denunciados, mas da maldade deliberada do Ministério Público, que não gosta dele. O repórter, assim como o MP e a Revista, também não gosta dele, pois supostamente concedeu uma “extensa entrevista” e só uma linha foi publicada. Somente a Justiça parece gostar de José Riva, afinal, como ele mesmo disse, tem mais de dez anos que essas denúncias foram feitas e até hoje, não respondeu à Justiça e de lá, parece que ninguém o incomoda e quando “incomoda”, ele ataca o juiz e pede sua suspeição alegando “perseguição política”.

A vergonha dessa reportagem não é pro deputado que parece não ter o parâmetro da legalidade e moralidade em suas entranhas, mas é para a Justiça de Mato Grosso que até aqui tem sido de uma complacência que beira a conivência.

FONTE PROSA E POLITICA


http://paginadoenock.com.br/veja-confirma-pagina-do-e-riva-tem-maior-capivara-do-brasil/

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.144.197.64 - Responder

    Como diz o gauchão Pedro Vargas: “Pode-se não concordar com esta guria, mas que ela tem uma coragem que falta a muito macho, isso ela tem”. É verdade. Mesmo processada por Riva que quer calar a sua voz, ela continua desnudando “a capivara” (licença Enock) de processos do Riva. MAS, A MAIOR MENTIRA DO BAIXINHO, É ELE QUERER ACUSAR O MINISTÉRIO PÚBLICO DE FAZER MAIS UMA CENTENA DE PROCESSOS, SÓ PARA DAR O VOLUME, FAZER SENSACIONALISMO COM OS NÚMEROS. Vou escrever sobre esse tema. É preciso desmascarar este cidadão. (Ó, eu chamo de cidadão, só porque ele comanda a “casa cidadã”.

  2. - IP 189.10.99.202 - Responder

    hehe, Riva a caminho do ostracismo político, dando seus últimos suspiros e esperneios na UTI, seu fim se aproxima e bem rápido, será como a passagem do cometa rayle, meteórica, assim como está sendo a derrocada de Pedrinho Henry 30!!

  3. - IP 179.225.163.16 - Responder

    O dignissimo parlamentar esqueceu de dizer que o motivo pelo qual as ações continuam EMPERRADAS na justiça é porque o mesmo, como ninguem, sabe utilizar, muito bem, dos INUMEROS recursos colcoados a sua disposição. São EMBARGOS e mais EMBARGOS, conforme se ve nas publicações do DJE/MT.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezessete − quinze =