PREFEITURA SANEAMENTO

Valter Pomar pede que Cândido Vaccarezza seja expulso do PT por defender impeachment da presidenta Dilma

O médico ginecologista Cândido Vaccarezza, que já foi deputado federal e lider do PT no governo Lula, resolveu reforçar as teses da direita golpista. Deve, por isso mesmo, ser imediatamente punido pela direção nacional do partido. (EC)

valter pomar e candido vaccarezza na pagina do enock

Sobre um senhor chamado Vaccarezza
À Comissão Executiva Nacional do PT

Pedido de imediata suspensão, seguido de encaminhamento para comissão de ética com recomendação de expulsão de Candido Vaccarezza do PT

São Paulo, 3 de agosto de 2016

Considerando que, nos termos do Estatuto do PT, é direito do filiado e da filiada dirigir-se diretamente e por escrito a qualquer instância do partido para denunciar irregularidades (art. 13, inciso VII), nós abaixo assinados apresentamos o recurso a seguir:

1. Em entrevista à Tatiana Farah, repórter do BuzzFeed-Brasil, publicada no dia 1º de agosto, o filiado Cândido Vaccarezza afirmou o que segue: “Quero o impeachment da Dilma. Sou a favor do impeachment não é de agora. É desde o primeiro dia.” (Anexo A) O teor desta entrevista não foi, salvo engano, desmentido.

2. Levando em consideração que:

a) a luta contra o impeachment de Dilma é questão fundamental e prioridade do Partido dos Trabalhadores, manifestada nas últimas resoluções de seu Diretório Nacional (anexos B e C);

b) a declaração de Cândido Vaccarezza configura infração grave às disposições estatutárias e inobservância grave dos princípios programáticos, da disciplina e dos deveres partidários, por desobedecer a deliberações regularmente tomadas em questões consideradas fundamentais (art. 231, inciso X); e

c) a declaração de Cândido Vaccarezza viola dispositivos pertinentes à disciplina partidária, gerando repercussão prejudicial ao Partido em nível nacional (art. 246);

Solicitamos que a Executiva Nacional do PT:

a) instaure processo disciplinar e aplique a Candido Vaccarezza e penalidade de expulsão do PT; e
b) adote imediatamente a medida cautelar de suspensão provisória do filiado durante o processo de julgamento.

Consideramos que estas medidas se fazem necessárias e urgentes, uma vez que Candido Vaccarezza externou na mesma entrevista sua disposição de sair do PT nos próximos dias.

A CEN – que teve a oportunidade mas por maioria decidiu não vetar a candidatura de Vaccarezza em 2014 – tem a obrigação política de corrigir seu erro e não assistir passivamente às declarações desde senhor e inclusive sua prometida desfiliação.

Atenciosamente,

Rodrigo Cesar, filiado ao Diretório Municipal de São Paulo
Valter Pomar, filiado do Diretório Municipal de Campinas

Categorias:Esquerda volver

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.58.196 - Responder

    E as expulsões do Zé Dirceu,e dos tesoureiros do PT quando o Pomar ou pro-mal,vai propor?

  2. - IP 189.59.58.196 - Responder

    Este Pomar é junto com Enock ,o Ceará “et caterva”,os mais repugnantes defensores da roubalheiras do PT.Este partidão deve obrigatóriamente ser EXTINTO! Dão nojo!

  3. - IP 177.193.132.88 - Responder

    Esse Vacareza apenas pulou do barco. O PT será abreviado no TSE até Dezembro. O lula fanfarrão foge do Brasil como um covarde para não ser preso.
    A litigante e ladra maior só não reescreve a historia de um ditador, golpista e suicida por não dar tempo pra isso.

  4. - IP 179.216.197.152 - Responder

    O cinismo insiste, persiste e finca âncora nas hostes petistas ou em alguns de seus associados, também dissociados da realidade, da verdade e do bom senso. Hoje encontra-se muito nítida a aversão compulsiva que as maiores lideranças do Partido debitam à fantasmagórica figura de Dilma Roussef, campeã nacional de rejeição pela própria cúpula partidária, pelos simpatizantes que ainda existem em bem menor número, pela militância subvencionada e por alguns poucos ideólogos de antanho. Ao propor a expulsão de Cândido Vacarezza da legenda, assumindo ares de vestais, os signatários do documento não sabem ou fingem não saber que a própria maioria do Partido repele com veemência a permanência da indigitada ex-Presidente no comando deste país, reconhecedores que são dos malefícios que ela conseguiu produzir para a sociedade brasileira, demonstrando toda a sua ignorância e incapacidade pessoal e política para gerir os destinos de uma Nação complexa qual a nossa. Esse pedido de expulsão é de um cinismo próprio daqueles que, reduzidos à insignificância ideológica, partidária, moral e pessoal de muitos de suas lideranças, ainda tentam, sem fôlego e sem argumentos dar continuidade a um projeto de poder que culminou na formação de uma grandiosa e irresponsável quadrilha.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

1 × quatro =