VALTER POMAR: Aécio é um playboy, o candidato perfeito dos coxinhas e das madames. Mas não é a primeira vez que a direita brasileira recorre, no desespero, a “salvadores da pátria”. Ademais, como subestimar um inimigo que prosseguiu mesmo quando viu sua campanha virando pó? Se um feitiço entregasse a presidência ao playboy dos coxinhas e das madames, o mais provável é que tivesse início um período de muitos anos de perseguição contra o povo, contra os sindicatos, contra os movimentos sociais, contra a esquerda, contra o PT e especificamente contra Lula.

aecio agressivo2018

POR VALTER POMAR
Em 2010, na campanha eleitoral, eu ouvi que o melhor controle social da mídia seria o controle remoto.

Acontece que o oligopólio da mídia tem várias cabeças, mas fala uma só língua. E de pouco adianta mudar o canal.

Em 2013, lá na Quadra dos Bancários, durante o ato de inauguração do XIX Encontro do Foro de São Paulo, eu ouvi que os jornais estariam superados, que o futuro seria digital etc e tal.

Acontece que as redes não são tão democráticas e neutras como parecem ser. E, sem redações permanentes de nosso lado, quem define a pauta é o lado de lá. E se jornais e revistas semanais fossem instrumentos dispensáveis na luta política, por quais motivos a classe dominante investe tanto nos seus?

No início de 2014, eu ouvi que “venceríamos no primeiro turno”, até porque nossos inimigos seriam “anões políticos”.

A crença na vitória em primeiro turno eu já conhecia, de 2006 e de 2010. Nos dois casos, só serviu para produzir desânimo na tropa, quando chegou o segundo turno.

Já quanto aos “anões políticos”, bom…

Aécio é um playboy, o candidato perfeito dos coxinhas e das madames. Mas não é a primeira vez que a direita brasileira recorre, no desespero, a “salvadores da pátria”. Ademais, como subestimar um inimigo que prosseguiu mesmo quando viu sua campanha virando pó?

Lá para maio de 2014, foi a época das ilusões na chamada terceira via.

Havia de tudo: os que achavam que a terceira via não ia ter candidato, os que achavam que se tivesse não decolaria, os que achavam que se decolasse poderia ser até melhor, os que achavam que a candidatura da terceira via poderia nos apoiar contra os tucanos….

Hoje sabemos onde foi parar a terceira via.

A partir de setembro de 2014, foi a vez das pesquisas. Cada uma que saia apontando que podíamos ganhar no primeiro turno, consumia energias imensas em discussões infindáveis…

Agora, o mesmo: cada pesquisa que sai, gera também discussões infindáveis, consumindo energias que poderiam ser melhor aplicadas no debate político com a população.

Existem os que acreditam que, com nossos 10 minutos no programa de TV, seremos capazes de responder-bem-respondido cada uma das acusações feitas nas demais 23 horas e 50 minutos da programação…

Melhor, penso eu, utilizar nosso tempo demarcando os dois projetos e apontando ações de futuro que empolguem a classe trabalhadora, os setores populares, a juventude, as mulheres, os setores progressistas e de esquerda, todos os setores que vão garantir a nossa vitória.

Mas a pior das ilusões é a que ouvi, talvez não por coincidência, no Dia da Criança: se viéssemos a perder as eleições agora, voltaremos em 2018.

Bom, todo mundo é livre para sonhar. No caso, me fez lembrar uma história ilustrada da Segunda Guerra, da editora Renes, que eu lia quando tinha uns 10 anos.

Eram vários títulos: Tobruk, Guadacanal, Comandos, A batalha das Ardenas, O Dia D…

Dentre tantos, me impressionaram muito os que contavam a história da invasão da URSS.

No começo, os nazistas entraram com tudo. Mas a partir de certo momento, a resistência foi crescendo e a ofensiva nazi foi perdendo energia.

Há mil e uma razões para isto. Mas nos livrinhos da Renes, era citada uma que nunca esqueci: os nazistas eram muito cruéis.

Cruéis com o povo, pois eles consideravam que os eslavos eram um povo inferior. Para usar a linguagem de alguns coxinhas, os eslavos eram “nordestinos”.

E cruéis com os oficiais do Exército e com os militantes do Partido, para quem havia ordens de fuzilamento sumário. Para usar a linguagem de algumas madames, eram “petralhas corruptos”.

A crueldade nazista era tamanha, que num determinado momento da guerra não era mais necessário convencer ninguém: cada cidadão soviético, cada soldado raso, cada dirigente do governo ou do exército, sabia que a luta era de vida ou de morte.

Ou derrotavam os nazistas, ou seriam transformados em escravos por muitas e muitas gerações.

Acho que esta convicção, entranhada em cada indivíduo, motivou boa parte da bravura, do empenho, do espírito de sacrifício, de milhões de combatentes que, no final das contas, ganharam a guerra e derrotaram os nazistas.

Isto posto, a quem fica se iludindo sobre 2018, eu prefiro dizer o seguinte: o caminho para ganhar em 2018 passa por ganhar em 2014.

Se um feitiço entregasse a presidência ao playboy dos coxinhas e das madames, não acredito que viveríamos quatro anos normais e depois uma “eleição limpa”.

Se um feitiço entregasse a presidência ao playboy dos coxinhas e das madames, o mais provável é que tivesse início um período de muitos anos de perseguição contra o povo, contra os sindicatos, contra os movimentos sociais, contra a esquerda, contra o PT e especificamente contra Lula.

Afinal, as elites aprenderam com 2005. Naquele ano, eles acharam que nós íamos sangrar, sangrar e perder nas eleições. E, de fato, nós sangramos, sangramos, mas também lutamos e ganhamos em 2006 e 2010.

Agora, se um feitiço desse a presidência ao playboy, é muito pouco provável que a direita cometesse o mesmo erro de 2005. Pelo contrário, tentariam criminalizar, processar e condenar o maior número possível de lideranças da esquerda. A começar por aquela que é a liderança mais querida pelo povo brasileiro.

Por tudo isto, não cabe ter nenhuma, absolutamente nenhuma ilusão no lado de lá. Eles já demonstraram várias vezes não ter limites.

É preciso que nossa militância, nosso eleitorado, nosso povo tenha muito claro o que está em jogo, até porque esta consciência aumenta o empenho que todos e todas estamos dedicando à reeleição de Dilma Rousseff.

E é desse empenho, do empenho de cada um dos milhões de brasileiras e brasileiros que sabem o que está em jogo, que virá nossa vitória no dia 26 de outubro.
VALTER POMAR, historiador, é dirigente nacional do Partido dos Trabalhadores

14 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.75.79.75 - Responder

    ” Ademais, como subestimar um inimigo que prosseguiu mesmo quando viu sua campanha virando pó? ”

    O desespero dos PeTralhas é palpável! Kkkkkkkk.

    Não os culpo, 60 mil deles estão prestes a perder as “boquinhas” no governo federal, tem que estar chateados mesmo!

  2. - IP 177.132.244.165 - Responder

    Que nome mais adequado,POMAR,de laranjas do PT,com certeza.O Aécio,foi durante 8 anos,governador de MINAS GERAIS.Só por isso já mereceria respeito,além de ter 52% nas pesquisas do dia 15/10.Mas este laranja,de pomar,trata como coxinha,desqualificando e ofendendo o candidato.Além de ser boçal, é mal educado e não faz questão de esconder!Deve pertencer a alguma dessas torcidas organizadas que afugentaram a sociedade dos estádios brasileiros.Falar que é grosso e xulo para este laranja,é um elogio!

  3. - IP 200.142.0.14 - Responder

    O texto desfila preconceito do início ao fim. Para que isso? Coxinha, playboy e madames não são integrantes da sociedade? São marginais? Não tem o direito de escolha, diferente daquela oferecida pelo PT. O preconceito do discurso esquerda-direita está ultrapassado, aliás essa argumento, esquerda-direita, pobres-ricos, proletário-burguês, etc-etc…, é ultrapassado. O mundo exige que o Brasil mude! e não interessa se a mudança virá pela pseudo-esquerda ou pela pseudo-direita, o que interessa é que ela venha. É admirável como ainda existem pessoas que não querem discutir o que realmente interessa para sociedade e se perdem nesse discurso do século retrasado. O Brasil não precisa nem de direita nem de esquerda. precisa de anti-corruptos. O PT não o é mais indicado para essa tarefa. Teve 12 anos de chances para mudar isso. Não o fez. O PSDB não é a solução, muito menos o seu candidato. Mas como as coisas andam, melhor votar no capeta a votar no PT.

    • - IP 187.69.54.102 - Responder

      De fato, seja como for, a alternância do poder é saudável para a República! Sem questionar esse ou aquele candidato, 12 anos no poder é mais do que o suficiente.

  4. - IP 189.10.66.248 - Responder

    Falou e disse Rodrigo

  5. - IP 179.253.24.139 - Responder

    Os fascistas adoram a Paginadoe mas degradam o ambiente e desfilam a incapacidade de raciocinar e argumentar civilizadamente. E a medida que a hora se aproxima o espetáculo fica mais grotesco e bizonho. E como essa gente tem vergonha de ser de Direita, o primeiro argumento é que “o discurso esquerda-direita está ultrapassado”. Não, não está. Tanto é verdade que eles defendem bandeiras direitistas e nós as de esquerda. A diferença é que não temos vergonha de nossa condição histórica e de nosso papel nesse embate. Quanto à questão do combateà corrupção, creio que o PT está mais preparado para o serviço, uma vez que os governos anteriores jamais investigaram os escândalos dos governos de FHC, no qual até a Constituição foi alterada mediante a compra de votos no Congresso Nacional. E a Direita é Direita porque confessa que até o “capeta” é melhor que o PT. Irracionalidade. Completa irracionalidade – essa é mais uma diferenciação entre Esquerda e Direita. Por outro lado, doze anos é muito pouco em relação aos quinhentos anos de governos fundados no poder oligárquico, no voto de cabresto, nos currais eleitorais e na violência com instrumento de dominação dos mais pobres. A revolução que ora se processa no Brasil e na América Latina deve seguir em frente em direção aos seus objetivos…

    • - IP 189.114.49.172 - Responder

      Então devemos fazer uma revolução. Mas sr. uma revolução se faz para que haja mudanças e não com a perpetuação de roubos, SR. A Petrobras e o cume da montanha, e os papeis podres?, e os fundos do banco do brasil? e demais instituições que foram SAQUEADAS pelos partidários?, ISTO SIM SERA ROMBO, e por este motivo eles querem se perpetuar no poder, a revolução não se faz com roubos descarados, os demais foram pelo menos gananciosos no minimo. veja que somos roubados desde que fomos colonizados, porem como diz o nosso amado LULINHA PAZ E AMOR, nunca antes na historia deste pais, com tanto descaramento com tanta vontade ou falta de vergonha, onde partidários, amigos, funcionários e parentes roubam a mando dos caciques e quando são pegos, são chamados de mentirosos. Mas como e quando poderemos confiar em alguém, e não digo Aécio ou Dilma, mas QUERER PERPETUAR O PODER PELO PODER ? onde estamos, na Venezuela ou em cuba ? vamos chamar Dilma de general e não de presidente.
      Tenhamos vergonha na cara, votaremos pelo que queremos, um pais DIFERENTE deste, um pais como historicamente somos, pois não mudaremos ele nesta geração, mais de minha parte com certeza sem o seu amado PT. VOTEM EM QUALQUER UM, VOTEM NULO, VOTEM EM BRANCO, MAS NUNCA MAIS VOTEM NO PT.

    • - IP 189.59.61.253 - Responder

      Pré-histórico e ultrapassado,o comunismo caiu no mundo inteiro porém ele quer implantar no Brasil,Ubirajara o esquerdista,vesgo e tacanho,o seu PT de esquerda,seu mal informado, é aliado a SARNEY,MALUF,RENAM,COLLOR,CABRAL,MAGGI,ERAÍ,enfim a extrema direita da execrável politica brasileira.LEIA E SE INFORME,DINOSSAURO!

  6. - IP 177.220.181.56 - Responder

    Não sei por que eu ainda acesso este blog. É MUITA DESINFORMAÇÃO.

    • - IP 189.59.61.253 - Responder

      Tem razão Carlos,porém como dizia um antigo professor:”combater os asnos é uma missão”!

  7. - IP 189.11.218.2 - Responder

    O comentário do RODRIGO , é irretocável.
    Para esse um aí que “escrevinhou ” esse vômito ; – e que tem como sobrenome o coletivo de frutas , mais propriamente quem sabe um coletivo de “laranjas”que o pt tanto gosta – só é gente que o pt coloca em sua lista de “coitadinhos”. Para essa RATAZANA DOS INFERNOS , quem com seus méritos alcançou posiçÃo social é tratado como inimigo por ser elite .
    Então podemos perguntar : Que vinho o ébrio de Garanhuns bebe? Onde mora o ex-presidente ? N’alguma favela? Os dirigentes do pt sÃo todos pobres ? andam em coletivos?
    Ora vá para o inferno com argumentaçoes toscas como essa seu laranja, digo POMAR.

  8. - IP 187.183.130.21 - Responder

    Tanto medo não se explica em simplesmente temor de perder o poder, o grande medo desses petistas é perder a fonte de renda em que se tornou o governo federal e suas estatais!

    Não quero com isso dizer que a corrupção começou em 2003 com o lula, mas o nível industrial e generalizado de se apropriar de um governo e achar ser dono dele e de suas verbas veio a público com o governo petista SIM!

    Os ministérios são exclusivamente nomeados por “aliados” da infame “base alugada” que oferecem seus préstimos mediante “territórios” no governo que servem simplesmente para se enriquecer e pagar suas campanhas bilionárias!

    Graças ao bom Deus em oito dias estaremos livres destas pestes, e espero que finalmente venha a público a integra do que esse povo aprontou esse 12 anos!

  9. - IP 177.1.235.9 - Responder

    Além dos “coxinhas,das madames,tem também os colunistas sociais que idolatram os representantes da burguesia como fizeram com a experiência desastrosa de Collor de Mello.Não se esqueçam seus babacas, do cabelo engomado de Collor na eleição de 89 quando este dizia que ia mudar o Brasil,caçar os “Marajás”e acabou confiscando todos os ativos financeiros da população Brasileira.Chega de playboy,chega de mauricinho,chega de balada, se não vamos virar pó!!Para o Brasil continuar seguindo em frente,Dilma Presidente!!

  10. - IP 177.65.146.3 - Responder

    quando ódio no coração desses tucanos. eu vou de dilma, por mais mudanças, com mais amor

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

vinte − 6 =