Tucano quer expulsar ex-ministra que apoia Haddad

Tucano quer expulsar ex-ministra que apoia Haddad

DANIELA LIMA
FOLHA DE SÃO PAULO

O presidente estadual do PSDB em São Paulo, Pedro Tobias, pediu a expulsão do partido de Cláudia Costin, secretária municipal de Educação do Rio e ministra da Administração no governo Fernando Henrique Cardoso.

Ele a chamou de traidora por participar da equipe que prepara o programa de governo do pré-candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

O petista é o principal adversário do candidato do PSDB à prefeitura, o ex-governador José Serra.

A participação de Costin e de outros intelectuais historicamente ligados ao PSDB na campanha de Haddad foi revelada pela Folha no dia 6.

“Se ela não apoia o Serra, deve sair do partido”, disse Tobias. “Solicitei providências ao Julio Semeghini [presidente municipal do PSDB]. Na minha gestão, traidor não fica no PSDB.”

Ontem, Costin participou de seminário realizado por Haddad na capital. No evento, ela elogiou o petista, a quem chamou de um “grande parceiro”.

A assessoria da secretária disse que não falaria sobre o pedido de Tobias até ser informada oficialmente. Ela também foi secretária de Cultura do governo anterior de Geraldo Alckmin.

Colaborou PAULO GAMA, de São Paulo

Categorias:Plantão

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.89.58.38 - Responder

    Oba! tomara mesmo que eles a expulsem…ela não merece ficar lá…ela tem méritos para obter coisa melhor…

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × 1 =