Mauro e vereadores mantém crueldade contra povo em ônibus

turma de vereadores que traiu o povo mantendo vetos de mauro mendesTriste a situação dos usuários do transporte coletivo de Cuiabá.

A luta para que os ônibus da Capital voltem a contar com trocadores enfrenta a má vontade do prefeito Mauro Mendes que parece que governa preocupado apenas com o interesse dos empresários, dos donos das empresas de ônibus – aliás, o controle dessas empresas se constitue em caixa preta difícil de arrebentar.

Mauro Mendes vetar o retorno dos trocadores aos ônibus de Cuiabá é um ato desumano. E a maioria dos vereadores dá respaldo a este ato desumano do prefeito.

Para Mauro Mendes e para a maioria dos vereadores, o motorista deve dirigir o ônibus, parar nos pontos, dar troco, olhar as pessoas que estão subindo e descendo, organizar as pessoas dentro do coletivo, cuidar para que idosos, mulheres gestantes, crianças e deficientes não sejam pisoteados, ganhar um salário de merda e ainda viver sorrindo para todos os usuários, sem expressar o enorme estresse de uma trabalho desse tipo. E as empresas de ônibus devem manter seus lucros sempre gordos, sem abrir empregos para uma legião de cuiabanos que certamente iriam trabalhar como trocadores, se as vagas voltassem a existir.

A maioria dos ônibus de Cuiabá não oferece ar-condicionado para garantir o mínimo de conforto para seus usuários. A maioria dos ônibus de Cuiabá é um local de suplício cotidiano – em que as pessoas viajam humilhadas, sonhando com o dia em que poderão, quem sabe, viajar em confortáveis carrões de luxo como fazem Mauro Mendes e esses vereadores que defendem os interesses dos donos das empresas de ônibus.

A maioria dos ônibus de Cuiabá andam lotados, atulhados, atrasados.

É triste a situação dos usuários do transportes contando com um prefeito desse tipo, chamado Mauro Mendes e uma maioria de vereadores desse tipo que aparecem aí no cartaz que já começa a circular pela cidade, falando em uma nova leva de “traidores do povo” com assento na Câmara. Traidores, sim, senhor. Mas será que esses vereadores ligam de serem chamados assim?

A simples existência da MTU é um descalabro. O dinheiro do transporte público deveria ser controlado pela prefeitura e não pelos donos das empresas de ônibus. O Carlos Brito chegou a defender isso, na sua campanha para prefeito. Agora, que arrumou uma boquinha no governo do Mauro, o Carlos brito não toca mais nesse assunto.

Foi Frederico Campos que cedeu o caixa do transporte público para os patrões dos ônibus, quando era prefeito. Depois dele, ninguém teve a coragem de romper com este esquema sórdido.

O povo paga a passagem com antecedência, carregando os tais cartões – e recebe, em troca, um serviço da pior qualidade.
O controle do dinheiro do transporte público deve voltar à prefeitura.

Mauro Mendes não tem coragem de mexer nessa “caixeta” preta talvez porque tenha resolvido se submeter aos esquemas do setor, como fizeram, tristemente, tantos outros prefeitos antes dele. Roberto França, Wilson Santos, Chico Galindo.

Impedir o retorno dos trocadores é uma desumanidade.

Obrigar os passageiros a viajarem em ônibus que não tem ar condicionado, nesta cidade de temperaturas senegalescas, é uma desumanidade. O calor e o sofrimento só fazem aumentar por causa dos repetidos engarrafamentos devido às obras da Copa.

Sim, tem razão quem chama Mauro Mendes e a maioria dos vereadores que o apoiam, nestas questão, de traidores. É pouco.

São governantes e legisladores cruéis, que mantém o massacre em cima de um povo pobre e ordeiro, pobre e que segue penando sem adotar a reação que seria natural que adotasse.

9 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 179.217.114.86 - Responder

    Infelizmente, é esse o legislativo que temos. Geralmente subservientes à vontade do executivo, e omisso em relação as questões importantes da cidade e de sua população.

  2. - IP 177.164.40.57 - Responder

    Esqueceram de comentar o estado de limpeza dos ônibus! Viajamos em ônibus sujos logo pela manhã! Não é direito pagar uma passagem cara como é a passagem cuiabana e não poder sentar porque a roupa sairá imunda de poeira pesada mesmo… um ônibus sair da garagem logo cedo sujo é demais!
    Outra coisa, Cuiabá tem a temperatura cuiabana mesmo…aqui de Senegal pouco temos, afinal, existe uma brisa marítima constante que nos refresca em Dakar, e o deserto tem temperaturas similares às cuiabanas.

  3. - IP 201.67.107.152 - Responder

    ÔNIBUS PADRÃO JAYME CAMPOS…
    AQUELE QUE CHAMA O POVO NO CURRAL…

  4. - IP 177.193.144.203 - Responder

    O grande problema esta na própria população. Desculpe-me se ofendo alguem, penso desta forma porque entra mandato e sai mandato e nunca se acerta ao colocar alguem ético no poder. Se não há opção entre os candidatos, basta a população deixar de votar, pois uma eleição não tem valor se metade da população não votar.
    O povo troca o voto por um favorzinho qualquer e depois passa quatro anos penando.
    E TENHO DITO.

    • - IP 189.74.62.240 - Responder

      Para falar de algo e não dizer besteira, eu recomendo leitura, Curso de Direito Positivo, José Afonso, estude e saia do achismo.

  5. - IP 177.193.143.234 - Responder

    ENTRA E SAI DE VEREADORES E CONTINUAM OS MESMOS (COM O MESMO PENSAMENTO DE COMER NA COZINHA DO PREFEITO X OU Y) ISSO É UMA VERGONHA!!!

  6. - IP 189.74.62.240 - Responder

    Uma parte é de partidos pequenos, de cunho esquerdistas, que vivem pregando a diferença e a moralidade de suas instituições, ou seja, não é o partido que faz a diferença, mas sim o sujeito (eleitor e eleito).

  7. - IP 177.193.164.168 - Responder

    mauro diz que joão manoel só se interessa por dinheiro. qual terá sido o argumento para formar essa maioria em favor das empresas de onibus?

  8. - IP 177.67.215.171 - Responder

    Éder Moraes, operador do esquema de desvio de dinheiro. Blairo Maggi, estava por trás do esquema de lavagem de dinheiro. Silval Barbosa, estava por trás da lavagem de dinheiro. Riva, foi o primeiro politico a fazer emprestimo com o Junior Mendonça e foi o mais beneficiado pelo esquema. Sergio Ricardo, teria feito emprestimo com Junior Mendonça para comprar a vaga no tribunal de contas do estado. Mauro mendes, fez emprestimo com junior mendonça para a campanha de 2012, e firmou contrato com a amazonia petroleo, sem licitação, so o contrato pagaria a sua divida com o Junior Mendonça.

Deixe uma resposta para Maurício Lemos    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

um × dois =