PREFEITURA SANEAMENTO

Sobrinho de Sérgio Ricardo é multado em R$ 20 mil

Sobrinho de Sérgio Ricardo é multado em R$ 20 mil

Demorou mas aconteceu. O apresentador de TV Fábio Felipe, pré candidato a vereador em Cuiabá, dessa vez se deu muito mal. Acostumado a ignorar as leis e nada acontecer, ele ampliou a visibilidade de sua campanha, há tempos nas ruas e, finalmente foi multado

Fernanda Leite-Cuiabá/MT
TURMA DO EPA

A juíza Rita Soraya Tolentino de Barros, da 51ª Zona Eleitoral de Cuiabá, acatou denuncia do Ministério Público Eleitoral- MPE e aplicou uma multa de R$ 20 mil ao apresentador de TV e pré-candidato a vereador Fábio Felipe (PMN), por propaganda extemporânea.

A magistrada em sua manifestação destacou nos autos que as propostas do representado são de caráter eminentemente político, que, as vésperas de uma eleição municipal, nada mais são do que propaganda eleitoral dissimulada. “Cotejando a peça inicial e os CDs com a defesa, concluo que a conduta do representado, não só faz propaganda eleitoral extemporânea, como está em plena campanha política”, observou a juíza.

Fábio Felipe é sobrinho e herdeiro político do ex-deputado estadual Sérgio Ricardo, Conselheiro recém empossado do Tribunal de Contas de Mato Grosso. O pré- candidato segue os passos do tio e assim como ele lançou-se à carreira política com a retaguarda de um programa de TV. O apresentador está a frente do programa “Fábio Felipe – Tribuna do Povo”, veiculado na Rede Brasil (canal 27).

Conforme a legislação eleitoral somente a partir de 06 de julho os candidatos poderão veicular nomes e pedir votos aos eleitores. Antes dessa data a prática é considerada propaganda extemporânea, passível de punição. Caso não concorde com a multa Fábio Felipe poderá recorrer da decisão junto ao próprio Tribunal Regional Eleitoral. (TREMT).

Promotor aponta atos irregulares

O autor da representação contra Fábio Felipe no TRE é o promotor de Justiça, Alexandre de Matos Guedes. Conforme a denúncia o apresentador estaria configurando propaganda extemporânea, diante do abuso de divulgação da própria imagem em banners, carro com adesivos, outdoors gigantescos, camisetas com nome e cor da campanha, além de doações de mudas  florestais em avenidas.

Pré-candidato se apresenta como vereador

Mostrando-se a vontade no cenário de seu programa de TV,  Fábio Felipe, ao conversar com uma telespectadora por telefone, fez promessas de que há “projeto” para  as escolas públicas oferecerem  exames oftalmológicos no início do ano letivo. Após perceber a gafe o pré-candidato rapidamente se corrigiu e disse a palavra “idéia” no lugar de projeto.

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.74.35.83 - Responder

    Acho branda a lei que pune com multa a propaganda extemporânea, na verdade ela configura abuso de poder econômico além de o abusador dizer: “ Eu sou maior que a lei” e entre linhas gabar eu posso tudo. O certo seria incluir o abusador no rol da fixas sujas desde logo.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

17 − 15 =