Servidores federais em greve param BR 364 nessa terça. Pelo que anuncia o movimento, os grevistas pretendem dialogar com a população sobre os motivos das greves, que já duram 3 meses. Bem, que as medidas para enfrentar a crise prejudicam a maioria do povo, poucos duvidam. Mas a paralisação do atendimento à população na Previdência e das aulas na IFMT e na UFMT também prejudicam o povo. Que disputa é essa? Um briga tola e esquizofrênica para ver quem é capaz de prejudicar mais a população? Esta PAGINA DO E faz seu apelo: parem com esta greve ilógica e procurem formas de luta e de enfrentamento do governo petista que não agridam aqueles a quem dizem defender

Servidores federais em greve apresentam as razões para sua paralisação – 15 de setembro de 2015 by Enock Cavalcanti

Os grevistas fechando o trânsito na BR

Os grevistas fechando o trânsito na BR. Eles também acabam ficando na contramão do interesse popular

 

Os servidores federais em greve da UFMT, IFMT, INSS e também representantes do DCE da UFMT estão, nessa terça-feira, 15 de setembro de 2015, interrompendo o trânsito na BR 364, Km 329, próximo ao campus São Vicente do IFMT. Lá na estrada, certamente, não estão todos os grevistas, mas um grupo de agitação e propaganda.

Este tipo de agitação e propaganda, denunciando o descaso do Governo Federal, não poderia ser feito com a manutenção dos serviços à população e aos estudantes? Imagino que sim, mas nossos sindicalistas parecem que não confiam na possibilidade de adotar outras táticas para conquistar uma mais profunda adesão dos demais cidadãos à sua luta.
Pelo que anuncia a assessoria do movimento, com materiais de divulgação (confira no destaque), os grevistas pretendem dialogar com a população sobre os motivos das greves, que já duram 3 meses. Além disso, tentam demonstrar que o discurso de crise, utilizado para justificar os cortes na Saúde, Educação e Previdência, só prejudicam os trabalhadores, enquanto os grupos mais ricos continuam intactos.

Bem, que as medidas para enfrentar a crise prejudicaram a maioria do povo, poucos duvidam. Mas a paralisação do atendimento à população na Previdência e das aulas na IFMT e na UFMT também prejudicam o povo. Que disputa é essa? Um briga tola e esquizofrênica para ver quem é capaz de prejudicar mais a população?

Esta PAGINA DO E faz seu apelo: parem com esta greve ilógica. Procuram outros instrumentos de luta. Acredito que os senhores e as senhoras grevistas verão que é possivel. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.

 

grevistas na br ufmt

6 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.41.94.101 - Responder

    Diante deste apêlo,tão sincero,NÃO!kkkkkkkkkkkk

    • - IP 201.67.19.6 - Responder

      Olha a louca do Osmir aí, gente.

  2. - IP 200.140.117.98 - Responder

    Queria saber como alguém que interrompe o trânsito de uma BR quer dialogar com a população!?.

  3. - IP 177.41.94.101 - Responder

    NENHUMA NOTA OU NOTICIA SOBRE A PRISÃO DO SILVAL BARBOSA ,NADAF E MURSI.pRESTEM BEM ATENÇÃO NESTE DETALHE. PMDB/PT CATREVAS ATÉ O FIM!

  4. - IP 177.221.96.140 - Responder

    O Enock está contra a greve de seus cumpenherus.

  5. - IP 179.217.114.200 - Responder

    Sei…

    Estão ganhando mal?

    Pergunte a eles o quanto se rala na iniciativa privada – que financia o público – para ganhar ao menos R$ 3.000,00….

    Com algumas reservas, sobretudo a da classe dos professores da rede pública municipal e estadual, os salários do funcionalismo público no Brasil esta incompatoivel com a realidade economica deste…

    Sei…

Deixe uma resposta para alexandre gil lopes    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois + sete =