Emanuel “equacionou” mas não pagou dívida com Salim

Emanuel Pinheiro e Salim Rahal: dois homens em conflito.

Emanuel Pinheiro e Salim Rahal: dois homens em conflito judicial que se estendeu por 25 anos. Emanuel perdeu em todas as instâncias.

“Uma divida equacionada”. Foi assim que o empresário Salim Rahal, que conversou com este blogueiro e com o blogueiro José Muvuca, na tarde desta quarta-feira, 14 de setembro, falou da histórica dívida que o deputado Emanuel Pinheiro manteve para com ele por mais de quase 25 anos.

Emanuel resolveu chegar a um acordo depois de todos os esperneios possiveis na Justiça. Com o acordo, Salim, que vem evitando a imprensa e recentemente evitou conversar com a reportagem da Veja, resolveu conversar com nós dois, blogueiros, que ele disse respeitar.
A história começou em 1991 quando Pinheiro, que era vereador na capita, contraiu a dívida de 71.900 reais para financiamento da campanha no ano seguinte. Para pagar, correu atrás do amigo Salim, que lhe emprestou a grana. A dívida é estimada hoje em mais de R$ 1 milhão. O impasse caminhava para uma ação de insolvência civil, situação em que os bens de Emanuel poderiam se declarados indisponíveis para pagar o débito e o réu impedido até de administrar salário e patrimônio, o que certamente poderia custar a Emanuel seu mandato de deputado estadual.

“Consegui esse acordo, depois de tanto tempo, não pretendo agora alimentar nenhum polêmica nesse periodo eleitoral” – disse Salim, que não quis que sua entrevista fosse gravada e evitou falar da questão das esmeraldas falsificadas que o Emanuel teria lhe repassado. Mas Salim Rahal, depois de 25 anos de espera, fez questão de destacar: “O Emanuel equacionou a dívida, ainda não me pagou a dívida. Isso deve ficar bem claro.” O empresário elogiou a atuação do advogado Helcio Corrêa Gomes, que o representou em juízo.  “A verdade é que o deputado fez o acordo depois que não lhe restava nenhuma outra opção”,  disse.

Como a PAGINA DO E divulgou, além de equacionar a dívida com Salim (que evitou dar maiores detalhes deste acordo), Emanuel Pinheiro vem tendo 30% de seu salário retido para pagar parcela dos honorários advocaticios devido ao advogado Hélcio Correa Gomes.

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.64.226.149 - Responder

    Deus nos defenda !!

  2. - IP 187.7.193.181 - Responder

    Emanuel Pinheiro foi mais feliz que Fernão Dias Pais Leme? Não… as suas esmeraldas também eram falsas… para a infelicidade de Salim Rahal… É a vida…

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

vinte − nove =