PREFEITURA SANEAMENTO

Roubo de cavaletes agita madrugadas dos “porcolíticos”

“O alto índice de furto de cavaletes registrado durante a eleição deste ano tem causado preocupação e aumentado os gastos dos candidatos a vereador de Cuiabá. Por conta dos prejuízos, muitos acionaram a polícia e já estão pensando em abrir mão da estratégia de divulgação.

Candidato pelo PTdoB, Lídio Barbosa, o “Juca do Guaraná Filho”, afirma que mais da metade dos 100 cavaletes que confeccionou já foram furtados e atribui a candidatos concorrentes a autoria da ação. “Não posso acusar ninguém porque não tenho provas, mas acho que outros candidatos é que estão fazendo isso”.

Levando-se em conta que cada cavalete custa de R$ 20 a R$ 40, o prejuízo registrado até o momento ultrapassa R$ 1,2 mil. Para evitar maiores consequências, ele decidiu que não irá repor os materiais. Ao invés disso, investirá cada vez mais no “corpo-a-corpo” para conquistar eleitores. “Essa é a melhor estratégia”.

Fábio Felipe, do PMN, também reclama dos furtos que, em sua avaliação, estão sendo cometidos por pessoas ligadas a candidatos de outros partidos. Cerca de 60 cavaletes seus já foram furtados até o momento.

“Já até registrei boletim de ocorrência. Tem gente que não tem condições de mandar fazer seus próprios cavaletes e furta o nosso para fazer o deles. Tenho visto placas de outros candidatos muito parecidas com as minhas”.

Assim como Juca do Guaraná Filho, ele está desmotivado a continuar com os materiais nas ruas. Além dos furtos, a adesão maciça de outros candidatos à estratégia de publicidade é fator que tem pesado em sua decisão.

“No início eu estava repondo os cavaletes furtados, mas não vou mais fazer isso. Fui um dos primeiros a colocar cavaletes nas ruas, mas agora virou poluição total. Já fiz minha propaganda e aos poucos vou retirando-a”, destaca Fábio Felipe.

Enquanto isso, na tentativa de evitar furtos, mantém os materiais que lhe restam em regiões centrais, onde se registra mais movimento.

O jornalista Onofre Júnior, que concorre a uma vaga na Câmara pelo PSB, conta que já teve que repor praticamente todos os 100 cavaletes que possui nas ruas. “Somente de quinta para sexta-feira, 32 cavaletes meus foram roubados”. (Renata Neves – Diário de Cuiabá)

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.67.101.109 - Responder

    Que nada tem padaria aí que vai faturar alto economizando lenha para os fornos. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK , eu acho é pouco , ainda mais tendo que ver a cara desses dois aí , o candidato cujo maior feito é ser sobrinho do sergio demagogo ruincardo e o tal D’juca da tubaína . Cuiabá tá é f… mesmo com esses candidatos.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

19 − um =