Pré-candidatura de Lúdio a governador será lançada dia 13

Depois de disputar a prefeitura contra Mauro Mendes, no segundo turno em Cuiabá, Lúdio Cabral trabalha para se tornar opção também para a disputa, neste ano de 2014, contra Pedro Taques, candidato do PDT

Depois de disputar a prefeitura contra Mauro Mendes, no segundo turno em Cuiabá, Lúdio Cabral trabalha para se tornar opção também para a disputa, neste ano de 2014, contra Pedro Taques, candidato do PDT

Lúdio deve oficializar pré-candidatura ao governo na próxima semana

A decisão foi tomada numa reunião feita no dia 31 de dezembro liderada pelo presidente do diretório estadual do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra

RAFAEL COSTA
ISSOÉ NOTICIA

O ex-vereador por dois mandatos e candidato derrotado a prefeito de Cuiabá, Lúdio Cabral (PT), vai ter sua pré-candidatura ao governo do Estado oficializada no dia 13 deste mês em um encontro em conjunto das executivas estaduais do PT, PROS e PMDB.

A decisão foi tomada numa reunião feita no dia 31 de dezembro liderada pelo presidente do diretório estadual do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra, e pelo presidente do diretório estadual do PROS e deputado federal, Valtenir Pereira. O diálogo foi acompanhado pessoalmente pelo petista Lúdio Cabral que deu o aval favorável ao projeto político.

Conforme o deputado federal Valtenir Pereira, a tendência é que outros partidos da base aliada do governador Silval Barbosa (PMDB) e pertencentes a base do governo federal sejam convocados para uma discussão a respeito de apoio a uma candidatura própria do PT ao governo do Estado.

“O PR tem o Mauricío Tonhá e o PP o Eraí Maggi. São dois partidos estratégicos e com espaço importante no contexto social. A partir da apresentação do nome do Lúdio Cabral, conversaremos com todas as legendas da base aliada do governo federal. Mato Grosso precisa de um governador aliado da presidência da República e não tenho dúvida de que a melhor opção é o Lúdio Cabral”.

Ao defender o projeto de candidatura própria do PT, o deputado Valtenir Pereira teceu fortes elogios a conduta de Lúdio Cabral e elencou o que classifica de qualidades do petista.

“É um homem público identificado com os anseios sociais. Tanto é que lutou contra a concessão da Sanecap e o tempo provou que estava certo já que não houve avanço significativo na distribuição de água e tratamento de esgoto em Cuiabá. Além disso, é médico e tem o perfil que Mato Grosso precisa: um gestor identificado com causas sociais”.

Nos bastidores, se comenta que numa eventual candidatura de Lúdio Cabral ao governo do Estado, caberia ao PP, PR ou PSD indicar o candidato a vice-governador que seria identificado com o setor do agronegócio. No rol de possibilidade estaria até mesmo o megaempresário Eraí Maggi, primo do senador Blairo Maggi.

Ao mesmo tempo em que avalia a possibilidade de aglutinar apoio de partidos da base aliada do governo federal a candidatura de Lúdio Cabral ao governo do Estado, o PT dá sinais de que está se distanciando do plano de conseguir a filiação do juiz federal Julier Sebastião da Silva. O magistrado que é assediado também pelo PR e PMDB tem até abril para decidir se abandona a magistratura para ingressar na política partidária.

—————

CANDIDATURA AO GOVERNO
PT, PMDB e Pros descartam Julier e devem lançar Lúdio
As três siglas haviam cogitado nome do juiz Julier Sebastião para o arco de aliança em torno do governo Silval Barbosa (PMDB). Agora, Lúdio terá candidatura oficializada

PABLO RODRIGO 

 

O ex-vereador Lúdio Cabral (PT) deverá ser oficializado como pré-candidato ao Governo do Estado no próximo dia 12 de janeiro durante uma reunião entre as direções estaduais do PT, PMDB e Pros. Com a iniciativa, as três siglas praticamente descartam o nome do juiz federal Julier Sebastião da Silva (sem partido) que vinha sendo cogitado pelo arco de aliança em torno do governo Silval Barbosa (PMDB). Após a reunião, os partidos pretendem convocar um novo encontro com os partidos que compõe o governo estadual para tentar reeditar a aliança de 2010.

A decisão de oficializar o nome de Lúdio ao Palácio Paiaguás ocorreu em reunião entre o deputado federal Valtenir Pereira (Pros), Lúdio Cabral (PT) e o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) na última terça-feira (31) no apartamento do peemedebista. Segundo o presidente do Pros, a iniciativa é deflagrar o processo de construção do palanque de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).

 

Marcos Lopes/HiperNotícias
PT, PMDB e Pros devem oficializar candidatura de Lúdio ao Governo

“Nós decidimos fazer uma reunião oficial entre as direções dos três partidos para discutir a oficialização da candidatura do Lúdio ao governo. Como o Pros e o PMDB já decidiram não ter candidato ao governo e o Lúdio é um bom nome do PT, nós marcamos esta reunião para fortalecer este projeto. Depois disso, nós queremos chamar o PR, PP e o PSD para que esse grupo de partidos que também compõe o governo Silval possa entrar nessa discussão. Aí todos apresentarão os seus nomes para disputa até chegarmos a uma definição de qual será a chapa majoritária deste campo político que construirá o palanque da Dilma e do Michel Temer (PMDB)”, explicou Valtenir.

Para ele, mesmo com a indefinição do senador Blairo Maggi (PR) sobre ser ou não candidato neste ano, já que o republicano é o nome preferido da cúpula nacional do PT e do PMDB que tentarão convencê-lo a sair candidato durante reunião com a presença da presidente Dilma e do ex-presidente Lula (PT) prevista para este mês ainda, é importante que os partidos aliados nos estados já definam os nomes para a disputa eleitoral.

“O importante é colocarmos nomes a disposição. Oficializando o Lúdio como candidato ao governo com apoio do PT, PMDB e o Pros, nós iniciaremos o diálogo com os outros partidos. O PR tem nomes, o PP também. Então chegaremos nesses partidos e discutiremos qual o melhor nome para a disputa. O PR vai pleitear a vaga ao governo ou ao senado? E o PP? E O PSD? Terá nome? Então tudo será decidido conjuntamente, mas precisamos saber quais nomes esse grupo de partidos tem para a disputa”, finalizou.

 

Mayke Toscano/HiperNotícias
A decisão de oficializar o nome de Lúdio ocorreu em reunião entre ele, o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) e Valtenir Pereira (Pros)


A movimentação das três legendas também pode ser uma resposta às ultimas movimentações de algumas siglas aliadas. O PR recentemente sinalizou uma possível intenção em compor uma aliança com o candidato da oposição, senador Pedro Taques (PDT). O PP  recentemente sinalizou a construção de uma terceira via com o PTB, PSDB e DEM.

Durante a reunião também será avaliado a possibilidade dos três partidos caminharem juntos na disputa das oito vagas à Câmara Federal. Já na chapa para estadual, a intenção do Pros e do PT é lançarem chapa pura.

Categorias:Jogo do Poder

6 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 179.217.98.118 - Responder

    Confesso que a candidatura Julier me parece mais instigante

  2. - IP 187.69.20.253 - Responder

    Ludio , não tem condições de disputar essa eleição contra o Pedro Taques , 2014 será para gente grande, não vai se discutir quem tem a mulher mais bonita , quem beija mais. votei em Ludio para prefeito , mas agora o único quem tem cacife para desbancar o Sen. Pedro taques é o Dr Julier , Ludio terá o meu voto para Dep. Federal.

    • - IP 191.207.240.157 - Responder

      Concordo plenamente.

  3. - IP 200.101.113.7 - Responder

    Lúdio. Ótimo para derrotar Pedro Taques.

  4. - IP 179.254.52.158 - Responder

    o que eu não entendi, que a base aliada vai ainda conversar, uai, que contradição é essa, estão juntos ou não?

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

doze + dezessete =