Protesto nacional dos bancários, nesta quinta, contra o Banco Itaú. O Itaú, maior banco privado brasileiro, anunciou no dia 4 de setembro que teve lucro líquido de R$ 5,984 bilhões no segundo trimestre. No primeiro semestre de 2015, o banco acumulou um lucro de R$ 11,717 bilhões. “É inadmissível que mesmo com esses lucros exorbitantes, o Itaú continue com tantas demissões”, criticam dirigentes do Sindicato dos Bancários em MT

banco itau logo na pagina do enockBancários do Itaú protestam em defesa do emprego

 

Os bancários do Itaú em todo o Brasil irão realizar, nesta quarta-feira (23/09), protesto em defesa do Emprego e cobrar uma Participação Complementar nos Resultados (PCR), condizente com os altos lucros que o Itaú vem obtendo.

 

Aqui em Mato Grosso, a atividade será realizada na agência do Banco Itaú, localizada na Avenida 15 de novembro, às 11h. Também, nesta terça, acontece rodada de negociação específica entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (FENABAN).

 

De acordo com o secretário de políticas sociais do Sindicato e representante dos bancários de Mato Grosso na Comissão dos Empregados do Itaú (Coe/Itaú/Fetec/Cn), Natércio Brito, as atividades foram convocadas pelos COE do Itaú para cobrar o fim das demissões, mais contratações, fim da exploração, fim do assédio moral, mais saúde e condições de trabalho.

 

“Os bancários estão preocupados com o impacto sobre o emprego com a criação das agências digitais. Um processo que tem significado demissões e redução salarial. Com a criação das agências digitais as contas migram para ela, o que tem levado ao fechamento de agências e dificultando o cumprimento das metas e colocando o emprego em risco”, explica Brito.

 

Os dirigentes sindicais afirmaram que o temor pelo desemprego hoje é muito grande no Itaú, depois que Marco Bonomi, diretor responsável pela área de Varejo, afirmou a acionistas que daqui a dez anos o Itaú Unibanco pode ter apenas metade do número de agências que tem hoje e, nos próximos três anos, o corte já atingirá 15%. Isso significaria a redução de 30 mil empregos.

 

O Itaú, maior banco privado brasileiro, anunciou no dia 04 de setembro que teve lucro líquido de R$ 5,984 bilhões no segundo trimestre. No primeiro semestre de 2015, o banco acumulou um lucro de R$ 11,717 bilhões. “É inadmissível que mesmo com esses lucros exorbitantes, o Itaú continue com tantas demissões”, critica diretor do Seeb/MT e representante da Fetec-CUT/CN na COE do Itaú, cobrando responsabilidade social do banco com os seus funcionários e clientes.

 

PCR e Bolsa de Estudo

 

Os bancários também definiram que discutirão com o banco o pagamento de um valor do PCR condizente com os altos lucros que o Itaú vem obtendo, rentabilidade de 23,5% em 2014.

 

Também vão reivindicar o reajuste condizente com este resultado, com o valor das 5.500 bolsas de estudo dos funcionários. “São os funcionários que ajudaram a construir o lucro do Itaú, é justo que sejam reconhecidos por isso” afirma Jair Alves, coordenador da COE.

 

Com informações da Fetec-CUT/CN e da Contraf-CUT

 

SERVIÇO

DIA NACIONAL DE LUTA

Protesto às 11h, na Agência do Banco Itaú,

Local Avenida XV de Novembro,

Hoje, dia 23 de setembro, às 11h

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

seis + vinte =