Propaganda do Partido Verde, no início de 2016, pretende lançar senador paranaense Álvaro Dias, que está virando as costas ao tucanato, como candidato à sucessão de Dilma. “O PSDB tem muita coisa que não me agrada. Eu sou limitado a ser coadjuvante no Governo do Paraná e também na comitiva nacional. Sei que posso render mais do que isso à população e por isso minha mudança está encaminhada”, afirmou o senador, que nunca teve a melhor das relações com o também tucano Beto Richa, governador do Paraná em segundo mandato

PROPAGANDA DO PV TERÁ ALVARO DIAS COMO CANDIDATO A PRESIDENTE

 Álvaro Dias, nova estrela do PV

Álvaro Dias, nova estrela do PV

No programa, que será gravado no dia 4 de janeiro e veiculado no dia 12 do mesmo mês, senador paranaense Alvaro Dias deverá ser apresentado como o candidato do PV à Presidência da República em 2018; parlamentar deixou o PSDB em meados deste ano afirmando que a legenda tucana não abria espaço para outras pessoas que não os já conhecidos medalhões que fazem parte do partido

247 – O senador paranaense Alvaro Dias irá gravar sua participação no programa eleitoral do Partido Verde (PV). No programa, que será gravado no dia 4 de janeiro e veiculado no dia 12 do mesmo mês, Alvaro deverá ser apresentado como o candidato do PV à Presidência da República em 2018.

O parlamentar deixou o PSDB em meados deste ano para se filiar ao PV. Na época, ele reclamou do PSDB afirmando que a legenda tucana não abria espaço para outras pessoas que não os já conhecidos medalhões que fazem parte do partido.

Ele também disse que buscava um partido que não estivesse envolvido direta ou indiretamente com a Operação Lava Jato.

————–

Álvaro Dias confirma mudança para o PV: “Cansei de ser coadjuvante no PSDB”

Por Luiz Henrique de Oliveira e Denise Mello, da Banda B

 

 

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) está de mudança de partido. Em entrevista à Banda B, na quinta-feira (17/12), o político confirmou que no ano que vem fará parte do PV (Partido Verde). Segundo Álvaro, o principal motivo para a mudança é o fato de não querer mais sercoadjuvante entre os tucanos.

Em discurso na tribuna do Senado, senador Alvaro Dias (PSDB-PR)

Álvaro Dias em discurso na tribuna do Senado

“O PSDB tem muita coisa que não me agrada. Eu sou limitado a ser coadjuvante no Governo do Paraná e também na comitiva nacional. Sei que posso render mais do que isso à população e por isso minha mudança está encaminhada”, afirmou o senador, que nunca teve a melhor das relações com o também tucano Beto Richa, governador do Paraná em segundo mandato.

Álvaro confirmou que são detalhes que o separam do PV. “Em breve todas as arestas serão acertadas. O PV decidiu apoiar o impeachment da presidente Dilma Roussef (PT) e, para minha mudança, tem que ser um partido claramente na oposição, tanto no Estado quanto no Brasil”, explicou.

A mudança deverá ser oficializada no início do ano que vem e Álvaro não descartou a possibilidade de, no futuro, ser candidato à presidência da república pelo PV. “Isso vai ser discutido no futuro. É uma pretensão do partido”, limitou-se a dizer.

Categorias:Jogo do Poder

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

doze + sete =