Professor Carlos Ferreira comanda capacitação em Artes Cênicas, com chancela da Funarte, no Cine Teatro

A Fundação Nacional de Arte do Ministério da Cultura (Funarte) está realizando, desde o início desta semana, a Oficina de Capacitação em Artes Cênicas para professores da rede pública e estudantes de pedagogia, letras e educação musical. A oficina está ocorrendo no Cine Teatro, das 8h às 13h e vai até o dia 24 de setembro. O curso é gratuito.

O foco são os conteúdos e fazeres metodológicos arte/educativos como meio para o professor transferir aos alunos a alfabetização artístico-estética conduzida pelo teatro. Na carga horária estão 40 horas, com aulas às segundas, terças e quartas-feiras, das 08h às 13h, no Salão Artístico do Cine Teatro Cuiabá.

O conteúdo está sendo ministrado pelo ator e arte/educador, Carlos Ferreira, com 25 anos de atuação na área. Na programação estão exercícios corporais e vocais para a sensibilização; jogos teatrais na percepção do espaço, tempo e ritmo; construção de textos teatrais com a técnica do barbante; construção e manipulação da Caixa Cênica Pedagógica; expressão sonora como elemento de musicalização; leitura e interpretação de textos sobre o processo da arte/educação, entre outros.

Segundo Carlos Ferreira, a oficina é necessária pelo fato da arte/educação ser um processo mediador eficiente para a transformação do ensino e aprendizagem na sala de aula.

“A arte teatral é um dos veículos para a alfabetização artístico-estética dos indivíduos na contemporaneidade. É por isso que capacitar educadores que atuam no ensino básico por meio desse fazer e processo educativo é essencial, pois possibilita ampliar o universo crítico construtivo da mente humana, visando sempre, uma possível transformação social”, disse ele.

A realização da oficina é da Funarte, e tem o apoio do Instituto Matogrossense de Desenvolvimento Humano (IMTDH) e Cine Teatro Cuiabá.

O professor

Carlos Ferreira é mestrando do Programa de Pós-graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO) da Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT). Agrega graduação em Educação Musical pelo Departamento de Artes da UFMT, pós-graduação em Dança pela Faculdade de Educação Física da UFMT, e em Gestão Cultural pela UNIC. É professor de Arte da Rede Pública de ensino de Mato Grosso desde o ano 2000, e atua como ator, diretor teatral e arte/educador há 25 anos.

Categorias:Plantão

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 − 1 =