Poucos dias depois do secretário Jean Campos dizer que “a nova Secom (do governo Zé Pedro Taques) ampliou o acesso à informação em Mato Grosso”, veio a reunião do Zé Pedro com o Fórum Sindical e Jean ficou sob fogo cerrado dos sindicalistas que contestaram: pelo menos com os servidores o governo não sabe se comunicar. Falha no datashow voltou a irritar o governador sempre auto-suficiente

Zé Pedro Taques, à esquerda, e Jean Campos, à direita, em audiência no Paiaguás

Zé Pedro Taques, à esquerda, e Jean Campos, à direita, em audiência no Paiaguás

Nesse início de ano, o blogueiro Alexandre Aprá, que tem enfocado a administração estadual de forma coruscante, colocou em destaque a entrevista do secretário de Comunicação do Estado, jornalista Jean Campos.

Uma matéria laudatória, produzida pela própria Secom, que também apareceu em outros veículos de comunicação. Elogio em boca própria, sabe como é?

Na entrevista, Jean Campos informava que o governo do Zé Pedro, através da Secom, implantou em junho a newsletter para todo o quadro de servidores do Governo do Estado, que hoje chega a 80 mil pessoas aproximadamente. Toda sexta-feira é enviado à caixa de correio eletrônico de cada servidor um resumo das principais notícias da semana. Essa ferramenta permite socializar os assuntos de interesse governamental junto aos servidores de carreira e comissionados, e os mantém informados sobre o que está acontecendo no Governo do Estado. (O texto completo é reproduzido abaixo.)

A julgar pelo que disseram as lideranças sindicais do Fórum Sindical na reunião com o governador, na quinta-feira (7), todavia, o que o Jean falou tem muita abobrinha.

A comunicação social da atual gestão com seus servidores, segundo os pronunciamentos, deixou muito a desejar. E não foi só um sindicalista que falou isso. Foram vários. Como se muitos dos impasses entre a turma do Zé Pedro e a turma do Fórum Sindical pudesse ser resolvida se tivesse sido feita uma comunicação melhor, notadamente quanto às dificuldades econômicas da atual gestão.

Está tudo gravado, naqueles vídeos que o governo faz e nunca divulga. Seria interessante se divulgasse. Aliás, seria interessante se todas essas reuniões de maior impacto, envolvendo o governado de nosso Estado, fosse retransmitidas ao vivo, ao menos na internet. Ao menos na TV Assembleia. Ou na TV Pantanal, que é uma espécie de rede oficial do atual governo, como os mais atentos já perceberam.

O Gabinete de Comunicação, aliás, falhou, na quinta-feira, na ação mais simples, que foi a de garantir uma apresentação de slaides, no datashow do Palácio Paiaguás, que pudesse ilustrar perfeitamente a fala de Zé Pedro Taques sobre a atual situação das contas do Estado.

A máquina demorou a focalizar os gráficos. Os números que apareceram eram pequeninos. Enfim, um pequeno desastre tecnológico. O desagrado do Zé Pedro com a situação foi visível. O nosso governador, como se sabe, é muito auto-suficiente e não gosta de ver desacertos tão evidentes acontecendo sob a sua administração.

Eu tenho criticado a política do atual governo de exercer um controle nada sutil sobre a pauta de nossa mídia, como sempre aconteceu nas administrações anteriores. Fico imaginando se não poderia ser diferente. Aliás, eu sei que poderia ser diferente.

Gostaria muito de ver o Jean Campos brilhando. Mas acho que com as velhas fórmulas já tão usadas e desgastadas por gestões anteriores, o que ele tende a colher é sempre esse resultado tão pasteurizado.

Por que não fazer diferente do Carlos Rayel? Imagino que basta ser diferente do que fazia o Rayel para ser melhor.

É por aí. (EC)

———

COMUNICAÇÃO EM DESTAQUE

Secretário diz que Secom ampliou acesso à informação em MT

Secretário de Comunicação, Jean Campos

O secretário de Comunicação, Jean Campos, afirmou que o seu gabinete realizou ao longo de 2015 diversas ações para manter o cidadão informado sobre as atividades desenvolvidas pelo Governo do Estado.

 

A premissa do Gcom, segundo ele, foi colocar o cidadão como um agente participativo da comunicação pública, além de intermediar as relações institucionais do governo com os profissionais da imprensa.

 

“Uma das ações realizadas pelo Gabinete de Comunicação foi investir em modernização ao lançar um novo portal do Governo do Estado. O novo site institucional reúne em um mesmo endereço serviços que são de interesse da população e dos servidores públicos. Esse portal hoje integra todas as secretarias e autarquias, unifica as informações do governo e apresenta essas informações em uma linguagem cidadã”, disse. 

 

De acordo com Campos, diferentemente do que ocorria em gestões anteriores, agora o portal do Governo do Estado é focado em serviços.

 

“O novo portal trouxe para dentro do estado as ferramentas de publicação e divulgação de notícias e serviços. Antes, empresas terceirizadas faziam a gestão dos sistemas e conteúdos. Com a nova filosofia de trabalho, a Empresa Mato-grossense de Tecnologia e Informação (MTI), antigo Cepromat, passou a desenvolver a ferramenta do portal”, afirmou.

 

Transparência e informação

 

Ainda de acordo com Jean Campos, a secretaria implantou em junho a newsletter para todo o quadro de servidores do Governo do Estado, que hoje chega a 80 mil pessoas aproximadamente. Toda sexta-feira é enviado à caixa de correio eletrônico de cada servidor um resumo das principais notícias da semana. Essa ferramenta permite socializar os assuntos de interesse governamental junto aos servidores de carreira e comissionados, e os mantém informados sobre o que está acontecendo no Governo do Estado.

 

“Da mesma forma, voltado em socializar informações, foram confeccionados informativos regionais, com assuntos e ações de interesse de cada região do Estado e distribuídos nas agendas oficiais do governo às cidades do interior”, disse.

 

Outra novidade da nova gestão do Gabinete, segundo o secretário, foi a integração e unificação das assessorias das secretarias e órgãos do governo. As assessorias estão em permanente contato com o Gabinete, conferindo unidade à comunicação governamental e mais agilidade no atendimento à imprensa e ao cidadão.

 

“O importante é que cada secretaria não funciona mais de forma isolada, há uma integração que confere mais precisão e amplitude nas informações divulgadas”, avalia o secretário.

 

Publicidade     

Responsável pela propaganda e identidade institucional do governo, em 2015 o Gcom realizou 128 atividades, entre peças, campanhas e ações. O Gabinete de Comunicação também deu início à maior licitação da história da publicidade de Mato Grosso.

 

Segundo Jean, o Gcom recebeu as propostas de 21 agências de publicidade que participam do processo de concorrência pública 001/2015, aberto para contratação de serviços técnicos de publicidade pelos próximos cinco anos. O valor do contrato será de R$ 70 milhões com vigência de 12 meses, podendo ser prorrogado anualmente por até cinco anos. O processo de seleção ainda está em andamento.

 

Mídias sociais
Por fim, o secretário revelou que o Gabinete de Comunicação também investiu na interação via as mídias sociais.
“Hoje a página do Governo de Mato Grosso vai além do que só informar o que o Executivo tem feito. Somos hoje um canal de diálogo, onde as pessoas opinam, sugerem e até mesmo denunciam. E isso é bom, porque mostra que o cidadão está atento ao que o Governo está fazendo e ao mesmo tempo usa a rede social não apenas para o divertimento”, comenta o superintendente de Redes Sociais do GCom, Frederico Fagundes.

 

Para ele, o fator responsável para o grande número de seguidores na página governamental está na linguagem direcionada ao público que acessa a rede social. “A gente adotou uma linguagem cidadã e informal. Criamos pautas próprias, com histórias que fazem a diferença, com dicas, infográficos e com notícias que sugerem o debate e, o principal, que abre o diálogo entre o Governo e o cidadão”, acrescentou Fagundes.

 

A interatividade do Governo do Estado não se restringe atualmente ao Facebook. No Instagram, no Twitter e no YouTube ela também existe, com espaço para perguntas e sugestões. E para dar a chance de qualquer cidadão acompanhar ao vivo as solenidades mais importantes do Governo do Estado, a rede social do Gcom utiliza o aplicativo Periscope, que permite a transmissão de imagens em tempo real.

Categorias:Imprensa em debate

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

17 + 18 =