Pedro Taques é noiva da hora. Por isso, PR se aproxima de PT-PDT

Nesta sexta-feira, 29 de junho, prosseguem as negociações que podem levar o PDT, de Pedro Taques, a compor coligação com o PT, de Lúdio Cabral. Se der liga, haverá uma grande alteração na correlação de forças em Cuiabá, com o provável enfraquecimento da candidatura de Mauro Mendes. O blocão sonhado por Mauro Mendes, Valtenir, Robério Garcia e Suelme Evangelista se transformaria em fumaça – e o peso político de Pedro Taques seria posto a prova.

O que surpreende, neste momento, é uma possivel convergência do PR também para este projeto. Depois de tentar dinamitar as chances de Pedro Taques em 2014, via subordinação de Mauro Mendes, estaria o cacique Blairo Maggi acionando Alexandre César para montar algum tipo de controle sobre Pedro Taques agora nesta composição com Lúdio Cabral.

Todo mundo sabe que esta PAGINA DO E duvida da coerencia e da consistência deste político chamado Pedro Taques – mas o que estas articulações pré-convenções em Cuiabá demonstram é que Pedro Taques passou a ser o político em torno do qual se traçam as mais variadas perspectivas políticas em Mato Grosso. É, sem dúvida nenhuma, o grande lider em ascenção – e todos trabalham para tentar exercer algum tipo de controle sobre este seu ascenso.

Ao mesmo tempo que a aproximação do PDT com o PDT mostra que Pedro Taques deixou de resistir à esquerdização de sua proposta, temos que ficar atentos à influencia que o PR de Blairo Maggi pode exercer sobre esta nova articulação. Para meu gosto, o PR entraria nesta composição subordinado, sem espaço para indicar o vice. O vice deve ser o doutor Kamil, indicado pelo PDT. Abrir mão disso em favor do PR pode apontar para um comprometimento do qual o PT justamente busca se livrar desde que assumiu a candidatura própria em Cuiabá. Subordinação a Blairo Maggi nunca mais!

Categorias:Jogo do Poder

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.49.50 - Responder

    Só que desta vês a curva do rio é para a esquerda. C

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezenove − 18 =