Taques e Zeca Viana acusados de apunhalar PDT de Campo Verde

Pedro Taques e Zeca Viana com o prefeito Dimovan Brescarin em visita à Escola Paulo Freire, em Campo Verde, em janeiro de 2012

O município de Campo Verde (130 km de Cuiabá), que é um dos mais importantes pólos do agronegócio mato-grossense e o maior produtor de algodão em pluma do Brasil, está tendo uma disputa acirrada, este ano, pelo comando de sua prefeitura. A pujança econômica do municipio é que acirra as paixões nesta eleição.

O atual prefeito, Dimorvan Brescarin (PR), está apoiando o médico Luiz Leite, lançado pelo PMDB, tendo como seu vice o empresário Elton Schabbasch, mais conhecido como o Baixinho da Tobiano, tradicional empresa da cidade, que representa o PDT na chapa – e nela também estão o PSB de Valtenir Pereira, o PT de Ságuas Moraes e o PR

A grande surpresa, nesta disputa, é que o Baixinho da Tobiano, apesar de ser do PDT, não tem conseguido o apoio sincero dos dirigentes regionais do partido. Em Campo Verde, existe uma situação de grande incômodo, com a informação de que o presidente do PDT, deputado Zeca Viana e o senador Pedro Taques – que é hoje, inegavelmente, o novo cacique do partido e o novo cacique da política de Mato Grosso, mergulhando cada vez mais no lado negro da Força (quem acompanha o Cinema, certamente que me entende)-  não estariam entusiasmado com a coligação “Campo Verde Muito Mais”.

O coração de Viana e Taques estaria balançando para o lado da coligação “Compromisso com Campo Verde”, comandada pelo empresário Fábio Schroeter (PTB), irmão do vereador Fernando Schoeter, que teve seu mandato cassado em 2008 sob a acusação de que estaria distribuindo cestas básicas montadas, curiosamente, no supermercado que o irmão e agora candidato a prefeito administra.  A chapa de Schoeter, além dessa ligação perigosa, ainda tem outras, como o apoio ostensivo do PSD do deputado Geraldo Riva que já teria dito que uma de suas prioridades é eleger Fábio Schoeter.

Será que as prioridades pessoais e partidárias estão aproximando Pedro Taques e Geraldo Riva sobre o solo rico de Campo Verde?

Alguns pedetistas de Campo Verde, inspirados por recente discurso do próprio Pedro Taques, no Senado Federal, já estão falando em “facada nas costas”.

Essa política de Mato Grosso é mesmo marcada por nuances inesperadas, se afirmando como palco de contradições sem fim.

E segue a vida – só que, quem tem coerencia, não deixa a vida o arrastar.

Categorias:Jogo do Poder

5 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.140.142.66 - Responder

    traidores…. esse é o retrato do que vem por ai. olha que o Pedro taques era uma esperaça de mudança do cenário estadual. achei que fosse um homem integro…. será que estou enganado.

  2. - IP 201.65.170.14 - Responder

    Caro Henok, existem coisas que vc não sabe. Por exemplo, em 2010, nas eleições para o senado, que apoiou Pedro Taques, não foi o grupo do PDT. Esse ridicularizou a candidatura do então procurador da República. Quem abraçou a campanha de Taques e Zeca Viana foram as pessoas que hoje formam o PTB.
    Nada mais justo que agora, Taques recompensassem o trabalho desse grupo, que contribuiu para que ele alcançasse seu objetivo. Taques é um homem de palavra.

  3. - IP 201.65.170.14 - Responder

    Matéria tendenciosa, com o único objetivo de tentar denegrir a imagem de Zeca Viana e Pedro Taques. Aliás, esse comportamento é tipo do proprietário dessa página

  4. - IP 201.65.170.14 - Responder

    Lado Negro é essa administração municipal que apóia Dr. Luiz e o Baixinho da Tobiano. Sob o comando de Dimorvan, Campo Verde retrocedeu econômicamente, caíndo de nono para décimo quarta no ranking econômico de Mato Grosso. Em 8 anos, apenas duas empresas se instalaram na cidade, que está com as ruas todas esburacadas e tomadas pelo lixo. Com apoio de Taques e Viana, esse cenário vai mudar.

  5. - IP 189.11.216.15 - Responder

    Não sei porque, mas este noticiário vive a atirar contra o nobre Senador Pedro Taques, com insiuações maldosas de, o paladino da justiça está se aproximando do político mais processado do planeta. Sábias palavras, em 2010, as pessoas que compoem o PTB e outros líderes de quase todos os partidos, a excessão do PDT municipal e dos asseclas do prefeito Dimorfecto, foram quem carregaram a campanha de Viana e Taques, a exemplo maiúsculo em todo MT, enquanto a atual adminitração bajulava o Silval “sombra” do Blairo Mágico, e abicaiuuu (ostracismo)… Taques, apoie quem merece credibilidade, sou mais os homens do que meros partidos…. Sou Pedro Taques, Eduardo Moura, Mauro Mendes, jamais PPS, PDT ou PSB, isso é em segundo plano. MT MUITO MAIS 2014!!!!

Deixe uma resposta para sandro    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

7 + três =