Pannunzio: eleitor dá aval para bandalheira votando em Riva

A mais recente derrotada judicial do deputado José Geraldo Riva (PSD), o político mais processado de Mato Grosso, continua a repercutir, pelo Brasil afora. Confira aqui o que escreveu, sobre o assunto, em seu blog na internet, o jornalista e blogueiro Fábio Pannunzio (EC):

Por que o eleitor de MT terá saudade do maior ficha-suja do País
POR FÁBIO PANNUNZIO

Como se sente o eleitor matogrossense diante do fato inapelável de que o político mais poderoso do estado está definitivamente afastado do processo eleitoral por força da decisão unânime de uma das câmaras do Tribunal de Justiça ?

Não tenho resposta para esta pergunta, mas posso imaginar o que está acontecendo a partir do cotejamento de dados objetivos emanados das urnas nos últimos pleitos.

José Geraldo Riva é o político brasileiro com maior número de processos por improbidade administrativa, corrupção e outras imputações da mesma gravidade. Foi cassado duas vezes por compra de votos, e duas vezes afastado das funções administrativas e financeiras atinentes ao cargo que ocupa por votação quase unânime de seus pares (apenas uma deputada estadual não votou por sua última recondução à presidência da Casa).

Nada disso é novidade para o eleitor cuiabano e do Nortão de Mato Grosso, que o sufragaram em massa, a despeito do silêncio obsequioso da imprensa daquele estado sobre os malfeitos de Riva. Com todo esse passivo judicial, Riva amealhou 93.594 votos na eleição de 2010, que ele disputou na condição de ex-deputado cassado.

Quatro anos antes, havia sido sufragado por 82.799 eleitores. Ou seja: tudo o que lhe aconteceu — cassação, o vexame de governar o parlamento sem poder assinar um cheque — acrescentou 30,03% a seu cacife eleitoral. É inequívoco, portanto, que com sua leniência o eleitor matogrossense tornou-se uma espécie de avalista entusiasmado da bandalheira em que se transformou a política naquele grotão.

Tenho a impressão de que os novos vexames produziriam, se isso fosse possível, um aumento da incrível popularidade do rei dos ficha-suja brasileiros (agora novamente transformado em Rainha da Inglaterra, pois destituído de boa parte de seus poderes institucionais). Coloco o verbo no condicional porque a condenação em segunda instância por improbidade administrativa põe um ponto final à proeminente carreira do multiprocessado José Geraldo Riva, que agora está inelegível por oito anos.

PARA LER O INTEIRO TEOR DO NOVO ARTIGO DE PANNUNZIO SOBRE RIVA, CLIQUE NO LINQUE ABAIXO E VÁ ATÉ O BLOG DO PANNUNZIO
http://www.pannunzio.com.br/archives/12632

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.88.230.15 - Responder

    Ele voltou, o mau carater e pessimo profissional alemde ser molequinho de recado. Voce publica esse monte de merda que ele manda, e não publica as coisas serias. São um bando de covardes.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois + 8 =