Cuiabá, MT – Fogo, fumaça e baixa umidade se juntam ao coronavírus e colocam em risco os indígenas do Pantanal em Mato Grosso. De janeiro a agosto, foram detectados 148 focos de calor em terras indígenas no bioma. Para piorar, Poconé, campeão dos focos de calor, registrou 514 casos confirmados de Codiv-19 e 21 óbitos até 2 de setembro. Nenhuma das terras indígenas de atingidas pelo fogo no Pantanal conta com brigadistas indígenas e o número de agentes indígenas de saúde é...Continue lendo

ESTÁ FICANDO CADA VEZ MAIS DIFÍCIL ENTENDER O QUE ACONTECEU COM A DECISÃO DO TCE-MT DE MULTA E A DEVOLUÇÃO, AOS COFRES PÚBLICOS MUNICIPAL DOS R$ 1.6 MILHÕES DE REAIS. O VEREADOR DUDU PRECISA DAR AS EXPLICAÇÕES À SOCIEDADE Por PAULO BOMFIM Quando se pensa que terminaram as surpresas, eis que aparecem novas aberrações. Em 26 de fevereiro de 2009, o Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso, cassou a Liminar Deferida ao Sr. LUCIANO AUGUSTO NEVES, que atende...Continue lendo

Tempo presente, passado e futuro POR GONÇALO ANTUNES DE BARROS NETO ‘O que é o tempo? Se ninguém me pergunta, eu sei; porém, se quero explicá-lo a quem me pergunta, então não sei’. O que a pergunta acima sugere conceitualmente e reflexivamente? No livro XI das Confissões, Agostinho dialoga com Deus e, ao perguntar sobre o que seria o tempo, termina por fixar o marco conceitual sobre um dos assuntos que sempre acompanhou a reflexão filosófica – a intuição. Intuir,...Continue lendo

Sobre a militância (4) Valerio Arcary Prevaleceu na esquerda do século XX uma tradição bárbara de resolver as diferenças políticas com métodos monstruosos. As maiores aberrações foram as agressões que o estalinismo naturalizou. Mas aqueles que foram as maiores vítimas desta violência não permaneceram imunes. Os trotskistas valorizaram os debates teóricos. Ainda que usando somente as ideias como armas, viramos especialistas em polêmicas cruéis, até desumanas. Pode ter havido, talvez, correntes tão devastadoras com as palavras nas suas discussões internas....Continue lendo

Uma eleição metropolitana POR VINICIUS DE CARVALHO As eleições deste ano em Mato Grosso estão mais animadas e exigindo bastante dos articuladores e observadores. O aspecto que mais tem me chamado a atenção é essa articulação entre as disputas pelas prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, nessa relação entre o prefeito da capital Emanuel Pinheiro, seu filho deputado federal Emanuelzinho e a família Campos. Desde que começaram as cogitações de uma possível candidatura de Emanuelzinho para a prefeito de Várzea...Continue lendo

A Mamata tem que acabar Por Lélica Lacerda* No Brasil, as seis famílias mais ricas detêm a mesma riqueza que a metade mais pobre da população brasileira. Parece óbvio que há um grupo de privilegiados que vive da mamata de explorar trabalho alheio. No entanto, como grande tábua de salvação do país para eliminação da mamata, o governo lança, em meio à pandemia, uma  Reforma Administrativa que propõe congelar salários, carreiras e acabar com a estabilidade do serviço público, direitos...Continue lendo

A indignação parece que está por toda parte do município de Chapada dos Guimarães. Indignação que se volta contra os 20 anos de pretensa impunidade do sr. Luciano Augusto Neves – que atende como vereador Dudu – PSDB – que, desde a decisão final processual, ocorrida em 2002 quando, exercendo o cargo de presidente da Câmara de Vereadores, teria utilizado de forma indevida, fazendo mal uso do dinheiro público em sua gestão como presidente da Câmara de Vereadores, no ano...Continue lendo

  23% das empresas de pequeno porte continuam “penduradas” no cheque especial  A situação financeira das micro e pequenas indústrias sinaliza uma melhora, é o que mostram os dados do10º Boletim de Tendências das Micro e Pequenas Indústrias, realizado pela Datafolha, a pedido do Sindicato de Micro e Pequenas Indústrias (SIMPI).  Situação financeira  A situação financeira das micro e pequenas indústrias apresenta uma mudança de tendência da curva, sinalizando uma melhora, porém com graves problemas. Para 34% das micro e...Continue lendo

Queremos ouvir POR EDUARDO GOMES O desembargador Dirceu dos Santos Com preocupação acompanho o noticiário e as mídias sociais vulgarizando o Judiciário brasileiro, que no passado além de reverenciado e admirado, recebia tratamento jornalístico respeitoso. O Supremo Tribunal Federal é alvo preferencial de críticas ácidas, que também não poupam os tribunais superiores. Agora, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso sofre uma dura agressão no texto do site congressoemfoco, da empresa Caracol Web Design, editado em Brasília e com dimensão nacional....Continue lendo

Lobo Guará, o que anuncias? POR DIOGO BOTELHO Se o lobo-guará não atendeu as expectativas estéticas de boa parte dos brasileiros, mal sabem a tragédia que anuncia a veiculação desta nova cédula. Em termos práticos, é importante compreendermos que, muito embora, nossa renda, salário e dinheiros sejam pagos em reais, a verdade é que tudo que consumimos é em dólar! Isto porque, o brasileiro acorda para a vida com um despertador fabricado na China; toma seu banho num chuveiro elétrico,...Continue lendo