O secretário de Segurança Mauro Zaque e a juíza Selma Rosane devem andar com falta do que fazer para sugerir, agora, que o ex-governador Silval poderia estar pensando em fugir do quartel do Corpo de Bombeiros, onde se encontrava preso, ou que poderia usar o lugar para comandar tráfico de drogas em Mato Grosso. Se queriam fazer o Silval sofrer, coitado, por que não transferiram ele do Quartel do Corpo de Bombeiros para uma daquelas salas das escolas estaduais, ali no Presidente Médici, por exemplo?

O governo de Zé Pedro Taques fabrica escândalos  - e faz crer que o ex-governador Silval estaria planejando fuga do Corpo de Bombeiros. Ficção de Mauro Zaque conseguiu mobilizar a juíza Selma Rosane para mais este factóide mato-grossense

O governo de Zé Pedro Taques fabrica escândalos – e faz crer que o ex-governador Silval estaria planejando fuga do Corpo de Bombeiros. Ficção de Mauro Zaque conseguiu mobilizar a juíza Selma Rosane para mais este factóide mato-grossense

A fuga de Silval Barbosa

Por Enock Cavalcanti

 

Meus amigos, meus inimigos: Silval Barbosa políticamente é um cachorro morto. É fácil chutá-lo, tão fácil como chutar este gênio do jornalismo cuiabano que, segundo os advogados de Antonio Joaquim, tem perfil achacador, que é o jornalista Pedro Ribeiro. Vítima de suas próprias infâmias, Silval é agora o alvo preferido da atual administração quando se trata de desviar o foco.

Sim, imagino que o Pedro Ribeiro seria um excelente porta-voz para esse cadáver ambulante politicamente que é o Silval Barbosa.

Mas, em meio a incompetência latente que habita o Paiaguás, na administração de Zé Pedro Taques, parece que o pessoal está com medo dos cadáveres políticos que possam começar a andar. E a traficar. E a fugir do quartel do Corpo de Bombeiros. Zé Pedro Taques e Mauro Taques, imagino, precisam mudar de canal e deixar de sintonizar tanto os episódios de Walking Dead.

Eu, com meus botões, fico pensando que o secretário de Segurança Mauro Zaque e a juíza Selma Rosane devem andar com uma certa falta do que fazer para desafiar a nossa paciência acionando os jornais amigos e os jornalistas amestrados para sugerir, de uma hora pra outra, sem mais aquela, que o ex-governador Silval Barbosa poderia estar pensando em fugir do quartel do Corpo de Bombeiros, onde se encontrava preso, ou que poderia usar o lugar para explorar o tráfico de drogas em Mato Grosso, desafiando a hegemonia do PCC.

Não dá para, numa mesma denúncia, dizer que o lugar era cheio de conforto e que o ex-governador estava querendo fugir de lá. Fica contraditório, será que essa gente não entende?

A balzaqueana juíza Selma, talvez deslumbrada pelas luzes da mídia, que tanto seduzem os espíritos mais simples, parece que entrou na onda do Mauro Zaque e alimentou noticiário diversionista, nesse momento em que o secretário de Saúde Marco Bertúlio, um dos pretensos  iluminados que Zé Pedro Taques havia escolhido para seu assessoramento mais direto, é afastado do comando da Secretária de Saúde, nem bem acomodou a sua bunda na cadeira de secretário, em mais uma evidente demonstração da bagunça que persiste dentro da administração do governador Zé Pedro Taques, que, ao invés de solucionar o problema do VLT, prefere ocupar o noticiário com xingamentos e impropérios. E ficar gastando dinheiro público com consultoria, já que seus “iluminados” secretários parecem que não tem a tal expertise para resolver ou encaminhar solução para seja o que for.

Burros, burros, burros. Eles estão por toda a parte, pragueja Pedro Taques. No VLT mas também na administração estadual. Burros, burros, burros. Pedro Taques xinga mas, é claro, evita se olhar no espelho onde veria um governador que, aparentemente, empacou, mesmo não tendo quatro patas, ao que se sabe.

O microfones amigos de Lino Rossi, o mestre sanguessuga da radiofonia mato-grossense, certamente  estão e estarão sempre abertos para acolher os impropérios do governador Zé Pedro Taques, um governador de Estado que sabe xingar e praguejar como ninguém. Já governar…

E Zé Pedro não dá jeito na Saúde como não dá jeito no VLT como não dá jeito na Educação. E burros são os outros?  As crianças da rede estadual de ensino continuam se queixando do calor, do verdadeiro campo de concentração que são certas escolas municipais, sem ar condicionado e submetidos a um calor siberiano, mas sem sinal de qualquer atendimento por parte do governo tucano.

Se queriam fazer o Silval sofer, coitado, por que não transferiram ele do Quartel do Corpo de Bombeiros para uma daquelas salas das escolas estaduais, ali no Presidente Médici, por exemplo?

Seria cômico se não fosse trágico. Mauro Zaque diz que não se mete na Sodoma mas a verdade é que ele não desgruda desse inimigo público número em que querem transformar o Silval Barbosa.

Agora, quando ao Marco Bertúlio quem é que vai investigar? Quem é que vai procurar esclarecer o que o pessoal da Home Care foi reclamar no gabinete do José Arlindo, o cão de guarda mais fiel de Zé Pedro Taques?

Há muitas pautas adormecidas neste Estado em transformação. Podem crer.

———

Se queriam fazer o Silval sofrer, coitado, por que não transferiram ele do Quartel do Corpo de Bombeiros para uma daquelas salas das escolas estaduais???Perguntem a um aluno dessas escolas do Zé Pedro Taques: sala de aula, na maioria dessas escolas, é como um forno de fritar miolo de criança.

Se queriam fazer o Silval sofrer, coitado, por que não transferiram ele do Quartel do Corpo de Bombeiros para uma daquelas salas das escolas estaduais???Perguntem a um aluno dessas escolas mantidas pelo governo do Zé Pedro Taques: sala de aula, na maioria dessas escolas, é como um forno de fritar miolo de criança.

 

Silval não vê motivo idôneo para transferência e critica boataria em MT

Defesa nega uso de celular e passeio fora do Bombeiros

CLÁUDIO MORAES
Da Editoria Folha Max

Em nota de esclarecimento, a defesa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) afirmou não existir uma “motivação idônea” para a mudança do local de prisão determinada pela juíza Selma Rosane Santos Arruda. Detido desde o dia 17 do mês passado, Silval foi transferido por volta das 18h45 da unidade do Corpo de Bombeiros no bairro Verdão para o centro de custódia de Cuiabá, anexo a cadeia pública do Carumbé.

O ex-chefe do Executivo matogrossense foi preso em decorrência da “Operação Sodoma” sob acusação de chefiar um esquema de venda de incentivos fiscais para empresas. Além dele, estão presos os ex-secretários de Fazenda, Marcel Souza de Cursi; e de Casa Civil e também Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, que também estão no CCC em celas separadas.

Ao revogar a decisão que permitia que Silval cumprisse a prisão preventiva no Corpo de Bombeiros, a juíza alegou falta de segurança no local, o que poderia possibilitar até mesmo uma fuga do ex-governador. No entanto, os advogados Válber Mello e Ulisses Rabaneda argumentam que o local é seguro.

Segundo a defesa, o ex-governador estava cumprindo todas determinações na unidade militar. “Ressaltamos que o ex-governador estava no Batalhão do Corpo de Bombeiros por determinação judicial, obedecendo todas as regras internas, além de receber visitas com as entradas devidamente registradas”, diz a nota, ao acrescentar que “respeitamos a decisão judicial de transferência, mas devemos recorrer, pois acreditamos que não há motivação idônea para alteração do local da custódia”.

Os advogados ainda revelam que não tiveram acesso ao conteúdo da decisão da magistrada. Eles devem ingressar com recurso junto ao Tribunal de Justiça.

BOATARIA

Na mesma nota, a defesa combateu informações de bastidores de que Silval teria se utilizado de telefone celular durante os 18 dias de prisão. Outro ponto rechaçado foi o boato de que ele teria até deixado a prisão para visitar familiares.

“Informamos também que em nenhum momento, desde sua detenção no Corpo de Bombeiros, Silval Barbosa esteve fora do local determinado pela Justiça, ter tido acesso a aparelho celular e muito menos ido até sua residência, conforme divulgado erroneamente por alguns veículos de comunicação”, explica o informe, ao concluir que “esses boatos, além de atrapalhar o andamento processual, prejudicam nosso cliente”.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante das notícias publicadas nos veículos de comunicação sobre a transferência do ex-governador Silval da Cunha Barbosa para o Centro de Custódia de Cuiabá, determinada pela juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Santos Arruda, nesta segunda-feira (05.10), informamos que:

1-   Ainda não tivemos acesso à íntegra da decisão para conhecer os motivos da transferência;

2-   Ressaltamos que o ex-governador estava no Batalhão do Corpo de Bombeiros por determinação judicial, obedecendo todas as regras internas, além de receber visitas com as entradas devidamente registradas;

3-   Respeitamos a decisão judicial de transferência, mas devemos recorrer, pois acreditamos que não há motivação idônea para alteração do local da custódia;

4-   Informamos também que em nenhum momento, desde sua detenção no Corpo de Bombeiros, Silval Barbosa esteve fora do local determinado pela Justiça, ter tido acesso a aparelho celular e muito menos ido até sua residência, conforme divulgado erroneamente por alguns veículos de comunicação. Esses boatos, além de atrapalhar o andamento processual, prejudica nosso cliente.

Categorias:Direito e Torto

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.61.218 - Responder

    Não é possível Enock vce não está fazendo isso de graça,alguma coisa está acontecendo.E não deve ser republicana.Defender um mau elemento como Silval a esposa e a quadrilha dele,revela quem de fato vce é!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

1 × 4 =