(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Yamaha Fazer FZ25 ABS 2022

Publicados

O mundo sobre rodas


source
Yamaha Fazer 250 tem três opções de cores: azul metálico, o vermelho metálico e o preto fosco
Divulgação

Yamaha Fazer 250 tem três opções de cores: azul metálico, o vermelho metálico e o preto fosco

Quando a Yamaha YS 250 Fazer foi lançada, em 2005, imediatamente conquistou uma boa parcela de motociclistas de seu segmento. Uma motocicleta de visual bastante atual, para aquela época, de linhas harmoniosas e de funcionamento impecável.

A injeção eletrônica, que estreava nas motocicletas pequenas justamente na Fazer, fazia toda a diferença para aquele robusto motor de ótimo torque a partir de baixas rotações e baixo consumo de combustível, que tornou a Fazer tão suave de funcionamento.

Adotando um cabeçote de duas válvulas, a primeira Fazer peitou com muito sucesso a difícil concorrência da sua rival Honda CBX 250 Twister, que tinha um motor bem mais apimentado, de quatro válvulas, e um desejado câmbio de seis marchas.

A Fazer ganhou a parada, uma vez que a rival Twister saiu de linha e voltou mais simples, mais ou menos com a receita da sua maior concorrente. Corroborando as escolhas do fabricante desde o seu lançamento, a Fazer se manteve praticamente inalterada até o modelo 2018, quando passou a ser global, adotando o projeto da Yamaha FZ25.

Leia Também:  BMW doa elétrico i3 para o Papa Francisco

A simplicidade foi mantida, até aumentada, com a adoção de um quadro aberto do tipo diamante para redução de custos (antes era um duplo berço de dupla trave superior), e o que ela tinha de melhor foi mantido: o motor.

Ainda na versão 2018, a Yamaha Fazer passou a ter freios com sistema antitravamento ABS de série, o que lhe rendeu um novo nome: Yamaha Fazer 250 ABS. Isso mesmo, “esqueceram” o YS que fazia parte de seu nome.

Você viu?

Bem, aquela primeira Yamaha Fazer 250 de faróis redondos e instrumentos analógicos também de formatos circulares pode até ser considerada um tanto retrô nos dias de hoje, mas a nova Fazer 2022 está “up to date” com as atuais tendências estéticas.

Pode-se dizer que a Yamaha Fazer FZ25 ABS 2022 atingiu a maturidade, pois se tornou uma naked esportiva completa. E bonita. Isso mesmo, o nome mudou novamente: Yamaha Fazer FZ25 ABS.

A grande novidade para a Fazer 2022 está na cara. Ou melhor: está na frente. O farol, que já era de led, agora compõe um canhão de luz mais eficiente e mais bonito.

Yamaha Fazer 250 2022 vem com farol que funciona apenas com LED no lugar das lâmpadas convencionais
Divulgação

Yamaha Fazer 250 2022 vem com farol que funciona apenas com LED no lugar das lâmpadas convencionais

O novo farol, que o fabricante chama de projetor de led , tem o facho mais homogêneo, o que aumenta sua eficiência. Acima desse novo farol, a Fazer 2022 tem também uma unidade DRL – Daytime Running Light, ou luz de rodagem diurna), que, de acordo com a legislação , poderia substituir o farol baixo, porém em nome da máxima segurança para o motociclista, o farol de led não deve ser desligado em nenhuma circunstância.

Leia Também:  Jeep inicia pré-venda do Commander com condições especiais

Com o novo farol, muda ligeiramente o formato da carenagem frontal e o lampejador foi reposicionado, no punho esquerdo do guidão.

Por ter o facho mais amplo, o novo conjunto ótico da Yamaha Fazer poderá resolver uma inconsistência típica dos faróis de leds , que é a grande concentração do facho. Isso faz com que, principalmente durante o dia, veículos à sua volta não visualizem o farol como ligado, apenas se estiverem alinhados com seu facho. Tanto o DLR quanto o canhão de led são mais perceptívels pelas laterais da motocicleta.

A Yamaha Fazer , desde seu surgimento há 16 anos, sempre foi inovadora. Conforme divulga o fabricante, a Fazer foi a primeira motocicleta da categoria a ter injeção eletrônica, a primeira a ter tecnologia flex de combustível, a primeira a ter freio a disco na roda traseira e a primeira a ser equipada com freios ABS de série nas duas rodas. Diz ainda que é atualmente é a motocicleta com freios ABS mais vendida do Brasil.

A nova Yamaha Fazer FZ25 ABS terá três opções de cores, o azul metálico (Racing Blue), o vermelho metálico (Magma Red) e o preto fosco (Matt Black), e estará disponível na rede da marca a partir da segunda quinzena de agosto, com o preço R$18.990.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

Triumph mostra nova Tiger 1200, que deve chegar ao Brasil no início de 2022

Publicados

em


source


Triumph Tiger 1200 fica mais potente, o que dará uma dose extra de disposição para enfrentar obstáculos pelos caminho
Divulgação

Triumph Tiger 1200 fica mais potente, o que dará uma dose extra de disposição para enfrentar obstáculos pelos caminho

A Triumph apresenta a nova Tiger 1200, modelo que está previsto para chegar em breve ao mercado brasileiro e contará com três versões: GT Explorer, Rally Pro e Rally Explorer.

O motor T-Plane , tricilíndrico, passou por uma revisão significativa. São 1.160 cc (ante os 1.215 cc), mas apesar disso, há um aumento saudável na potência para 150 cv (dos 139 cv, ou 9 cv a mais do que na geração anterior) e um aumento no torque de 13,25 kgfm a 7.000 giros (ante os 12,44 kgfm).

Já o eixo de transmissão redesenhado que é 1,5 kg mais leve do que a unidade antiga. São seis marchas, com trocas pelo sistema Triumph Shift Assist , sem o uso da embreagem (opcional para a Tiger 1200 GT).

Triumph Tiger 1200. Foto: Divulgação

Leia Também:  Jeep inicia pré-venda do Commander com condições especiais

Triumph Tiger 1200. Foto: Divulgação

Triumph Tiger 1200. Foto: Divulgação

Triumph Tiger 1200. Foto: Divulgação

Triumph Tiger 1200. Foto: Divulgação

Os GTs rodam sobre rodas fundidas de 19 pol. / 18 pol., Enquanto os modelos Rally têm rodas com raios de 21 pol. / 18 pol. Todos os modelos da linha, até mesmo o GT de entrada, vêm com s uspensão semi-ativa Showa com curso mais longo para o Rally (220 mm x 200 mm).

Para o seu país de origem, Reino Unido, a a big trail da Triumph tem preços a partir de 14.600 libras , o equivalente a R$ 110.000 na conversão direta. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA