(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Vendas de julho crescem em todos os segmentos, com alta de 3,3%

Publicados

O mundo sobre rodas


Vendas de recuperam em julho, mas no acumulado do ano estão 19,7% abaixo das registradas em 2021
Divulgação

Vendas de recuperam em julho, mas no acumulado do ano estão 19,7% abaixo das registradas em 2021

De acordo com a Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, julho foi o mês que mais teve crescimento em todos os segmentos com alta de 3,3%, em relação a junho, totalizando 1.186.341 veículos no período.

Com 871.250 vendas no segmento de automóveis e comerciais leves a alta de 3,3% sobre junho. Os modelos com até três anos de fabricação corresponderam a 11,7% do total transacionado no mês. No acumulado do semestre, a participação desses veículos foi de 10,8%.

Já no de caminhões o aumento foi de 2,1%, somando 29.952 unidades , número acima do volume médio mensal no ano, que é de 25,9 mil unidades. As trocas de titularidade de implementos rodoviários seguiram a mesma tendência, com alta de 0,7%.

Leia Também:  Lenda do automobilismo nacional estará em Águas de Lindóia (SP)

No de ônibus , segundo a entidade, foi movimentada a maior alta de todo o setor, em julho (+6,6%), atingindo 4.127 unidades transacionadas, permanecendo com resultado positivo no ano.

O motos usadas, por sua vez, também registraram melhora (+3,3%), o que mostra que o segmento continua aquecido, se mantendo como o que registra a menor queda percentual em relação a 2021 (-12,1%).

Veja a seguir o desempenho de cada segmento, em seus volumes e percentuais.

null
Divulgação

undefined


Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

BMW abre nova linha de produção para módulos de bateria na Alemanha

Publicados

em

Baterias do BMW i4 são produzidas em Leipzig e apontam para um novo capítulo da nova era da mobilidade
Divulgação

Baterias do BMW i4 são produzidas em Leipzig e apontam para um novo capítulo da nova era da mobilidade

A BMW inaugura a sua segunda linha de produção de módulos de baterias elétricas na planta de Leipzig, na Alemanha. A expansão da capacidade da fábrica é resultado de um investimento de 70 milhões de euros.

A fábrica de Leipzig é responsável pela produção dos módulos de baterias que o BMW i4 utiliza, e a nova linha de fabricação ocupa o espaço onde era produzido o BMW i3 , descontinuado no fim de junho .

 “O lançamento da segunda linha de produção de módulos de bateria de Leipzig é uma contribuição importante para fornecer os componentes de bateria necessários para fabricar um número crescente de veículos eletrificados”, disse Markus Fallböhmer, Head de Produção de Motores e E-Drive do BMW Group .

Leia Também:  Placa preta voltará a ter visual clássico a partir de 1º de junho

A planta de Leipzig passou a produzir módulos de baterias em Maio do ano passado, fabricando os módulos do SUV iX , e agora, cada módulo de bateria da i4 passará por 196 estações de produção, antes de ser concluído.

A produção das baterias para os carros elétricos do Grupo BMW é dividida em duas etapas: Produção dos módulos e montagem da bateria de alta voltagem.

A primeira etapa consiste em um processo automatizado de limpeza com plasma das células de íon-lítio, após isso, as células passam por um revestimento especial e então são combinadas em módulos maiores.

Quando concluído, o módulo é colocado em uma estrutura de alumínio, junto com conectores que controlam a energia e resfriamento de toda a unidade.

Para a BMW é importante ter a produção dos módulos “em casa” já que a quantidade de módulos necessários para produzir uma bateria depende até da versão do modelo produzido.

Leia Também:  Honda patenteia scooter elétrico U-Go na Índia

Atualmente, a fábrica emprega mais de 700 funcionários , e a nova linha ainda irá criar mais 250 novos empregos na região. A BMW ainda planeja aumentar a fábrica num momento próximo.

A fabricante possui um plano de expansão para a planta de Leipzig, e irá produzir também motores elétricos, podendo ser responsável por todo o trem de força de um modelo elétrico do Grupo BMW.

Nesse sentido, os investimentos em Leipzig passam também pela produção dos módulos de baterias do sucessor do Mini Countryman . O novo SUV da Mini terá opção 100% elétrica, e irá se beneficiar da estrutura presente em Leipzig.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA