(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Vendas de carros eletrificados crescem quase 78%, diz ABVE

Publicados

O mundo sobre rodas

source
Toyota Corolla Altis Hybrid continua sendo o eletrificado mais vendido hoje em dia no Brasil
Divulgação

Toyota Corolla Altis Hybrid continua sendo o eletrificado mais vendido hoje em dia no Brasil

As vendas dos carros com algum tipo de motorização elétrica seguem em crescimento no Brasil. O relatório mais recente da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) apontou um crescimento de 78% em relação ao primeiro quadrimestre de 2021

Enquanto o mercado no contexto geral fecha o quadrimestre em queda de 23%, os eletrificados apresentam crescimento. Somente em abril foram 3.123 unidades vendidas, somando com o acumulado até agora, o número salta para 12.967 unidades, um crescimento de quase 78%.

Apesar de fechar o quadrimestre em alta, os números isolados do mês de abril repetem uma constante queda, presente na contagem desde o início da apuração em 2012.

Leia Também:  Vans elétricas são 25% mais baratas de manter que as movidas a diesel

Em comparação com o último mês de março, os veículos eletrificados caíram 19%, vendendo em abril 728 unidades a menos. Esse movimento de queda entre março e abril se repete pela sétima vez desde o início da apuração e compilação dos dados pela ABVE .

A participação dos veículos eletrificados entre os automóveis e comerciais leves como um todo é de 0,3%
Divulgação

A participação dos veículos eletrificados entre os automóveis e comerciais leves como um todo é de 0,3%

Apesar disso, os automóveis elétricos e híbridos seguem aumentando sua participação no mercado e encerraram abril com 2,5% dos emplacamentos totais no ano, uma fatia superior aos 1,8% que possuíram durante todo o ano de 2021.

Entretanto, utilizando apenas os veículos elétricos , esse número representa apenas 0,3%, e evidencia o atraso do Brasil em relação a países da Europa que possuem entre 6 e 15% de participação de elétricos no mercado, ou então da China, onde o número chega a 20%.

Vale lembrar que os veículos que entram na contagem da ABVE são Automóveis, comerciais leves e SUVs , com propulsão híbrida elétrica convencional (HEV), Híbrida Plug-in (PHEV) e também os movidos apenas pela energia armazenada em baterias (BEV).

Leia Também:  GM lança Equinox renovado, mais equipado e com versão esportiva

A queda no mês de abril pode frustrar as projeções da ABVE de iniciar o segundo semestre com 100 mil veículos eletrificados nas ruas brasileiras, apesar do número estar bem próximo (90.109 unidades), será necessário que maio e junho apresentem recordes históricos de vendas.

Emplacamentos

Vendas de eletrificados (autos + comerciais leves; HEV + PHEV + BEV):

1º quadrimestre de 2022: 12.967

1º quadrimestre de 2021: 7.290

Variação: + 78%

Vendas em abril

3.123 emplacamentos 

+ 15% sobre abril de 2021 (2.708)

– 19% sobre março de 2022 (3.851)

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

Tecnologias contribuem para redução de  acidentes de trânsito em 30%

Publicados

em

source


Monitoramento eletrônico do trânsito ajuda a reduzir acidentes e mortes, segundo estudo  da RENAEST
Marcelo Casal Jr/Agencia Brasil

Monitoramento eletrônico do trânsito ajuda a reduzir acidentes e mortes, segundo estudo da RENAEST

De acordo com dados divulgados pelo Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (RENAEST), da Secretaria Nacional de Trânsito, pasta do Ministério da Infraestrutura, o número de mortes por acidentes de trânsito caiu em 30% no Brasil, entre os anos de 2011 e 2020.

Em 2011 o Brasil registrou 44.553 mortes resultantes de acidentes de transporte . O número baixou para 33.625 em 2018 e para 11.647 em 2021. Já o número de acidentes em 2021, foi de 632.764 registros, volume 33% menor se comparado ao ano de 2020, com 845.872 acidentes.

Com as novas regras no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) – que passaram a valer neste ano – e investimentos em educação e planejamento estratégico especialistas acreditam que os números de acidentes no Brasil deverão melhorar.

Leia Também:  BMW anuncia condições especiais para as motos até o fim do mês

Entre as tecnologias que têm ajudado a reduzir o número de acidentes no trânsito estão os radares , que atualmente são dotados de softwares que também conseguem emitir dados referentes à quantidade de pessoas que se deslocam de uma origem a um destino, de acordo com o horário, modo de transporte utilizado, (matriz origem-destino), velocidade média, tempo médio de percurso, entre outros.

O especialista em mobilidade, Guilherme Araújo, conta que a partir dos dados gerados pelos radares é possível comprovar uma redução média de até 35 vezes no comportamento irregular dos condutores em locais em que os equipamentos estão instalados.

Em apenas um mês a Velsis, uma das empresas brasileiras responsáveis pela fabricação de tecnologia em mobilidade , monitora três vezes mais do que o valor da frota nacional em passagens de veículos. Ao todo, são 370 milhões de passagens fiscalizadas por meio de equipamentos instalados em rodovias e vias do país.

“Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os radares servem para garantir a segurança da população. Ao aferir a velocidade, a tecnologia ajuda a evitar acidentes e mortes em vias, rodovias e em locais como no entorno de escolas, hospitais e residências”, afirma Guilherme Araújo.

Leia Também:  Vans elétricas são 25% mais baratas de manter que as movidas a diesel
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA