(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Uso de celular ao volante representa 7,5% das multas em SP

Publicados

O mundo sobre rodas


source
Multa ao falar pelo celular enquanto dirige aumenta em 400% o risco de acontecer um acidente, diz estudo da OMS
Divulgação

Multa ao falar pelo celular enquanto dirige aumenta em 400% o risco de acontecer um acidente, diz estudo da OMS

Segundo um levantamento feito pelo Detran.SP entre os anos de 2017 e 2020, o uso do celular ao volante representou 7,5% de todas as punições de motoristas que trafegam pelas vias paulistas. Esse péssimo hábito e que muitos não dão a devida atenção, além de gerar multa aos condutores, aumenta em 400% o risco de acidentes, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Aumento também foi o que ocorreu a partir do levantamento a partir de 2017 em diante no qual foi contínuo. Só para se ter uma ideia, em 2018 foi 4,4% e 4,9% em 2019. Em 2017 foram 65 mil multas por uso indevido de celular ao volante. Em 2018, 75 mil, em 2019, 69 mil e em 2020, 66 mil.

Leia Também:  Marca chinesa volta a mostrar carro elétrico inspirado no Fusca

Classificada como infração gravíssima pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a multa por uso de celular ao volante é de R$ 293,47, além de sete pontos anotados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A multa pode ainda ser combinada com outro tipo de infração, a condução de veículo sem as duas mãos ao volante , com valor de R$ 130,16 e que rende mais cinco pontos na carteira.

Dicas sobre os riscos do celular ao volante

1 – Manusear o celular dirigindo  é perigoso tanto para o motorista quanto para o pedestre. Ao desviar a atenção para o aparelho, o condutor pode causar acidentes e o pedestre ser atropelado.

Você viu?

 2 – Ao tirar a mão do volante para mexer no celular o condutor não terá o mesmo controle físico do veículo. 

 3 – É importante verificar as mensagens antes de sair de casa e depois de chegar ao destino, pois ao digitar uma mensagem o cérebro focará apenas nessa ação, e a direção ficará em segundo plano.

4 – Ouvir mensagens de voz enquanto dirige também traz riscos ao motorista porque desvia a atenção de sons do trânsito como buzina e sirene.

Leia Também:  Os 5 SUVs seminovos com os melhores porta-malas para viajar

 5 – Colocar o aparelho no meio das pernas também não é indicado pois distrairá o condutor quando tocar.

 6 – Dirigir mexendo no celular é uma infração gravíssima, com 7 pontos na CNH e multa de R$ 293,47.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

GM investe US$ 51 milhões para motores elétricos da picape Silverado

Publicados

em


source


A previsão é de lançar o Silverado EV em 2023. Antes disso, no no que vem, versão V8, a combustão deverá chegar ao Brasil
Divulgação

A previsão é de lançar o Silverado EV em 2023. Antes disso, no no que vem, versão V8, a combustão deverá chegar ao Brasil

Para ampliar o seu leque de ofertas de utilitários elétricos, a GM anuncia um investimento de US$ 51 milhões para apoiar fundições de unidades de propulsão para o Chevrolet Silverado EV, cuja v ersão a combustão deverá desembarcar no Brasil em 2022 .

Até então, quem optasse por um utilitário da GM, teria o Hummer e o Lyriq , ambos bem caros para a maioria até para o bolso dos norte-americanos. Assim, a Silverado elétrica seria, digamos, um modelo de entrada para o mundo dos ‘EVs’.

De acordo com a marca, a previsão é de lançar o Silverado EV em 2023 cuja fabricação será na planta da GM em Michigan na Factory Zero, e compartilhará a plataforma BEV3 com o Hummer.

Leia Também:  Renault confirma lançamento da Master Van com motor a hidrogênio para 2022

Leia Também

A Factory Zero é uma fábrica exclusiva para veículos elétricos e foi inagurada recentemente só para atender aos novos conceitos de eficiência e zero emissões e que servirá de modelo para as futuras instalações da GM como a nova Silverado.

Todo o sistema de acionamento da picape totalmente elétrica será produzido na Bedford Aluminium Casting Facility, com sede em Indiana, após um investimento de U$$ 51 milhões.

Inaugurada em 1942, a fábrica da  GM já recebeu US$ 37 milhões em 2016, bem como US$ 127,4 milhões em 2015. O local emprega atualmente cerca de 900 trabalhadores.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA