(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Preço do diesel avança 16,80% no primeiro trimestre do ano

Publicados

O mundo sobre rodas


source
Região Norte tem os preços mais elevados, enquanto o diesel do Sul está mais em conta
Divulgação

Região Norte tem os preços mais elevados, enquanto o diesel do Sul está mais em conta

Com avanço de 9,39% no preço em apenas um mês, o litro do diesel registra preço médio de R$ 4,48 no Brasil, segundo o Índice de Preços Ticket Log. Considerando o fechamento do primeiro trimestre de 2021, o combustível ficou 16,8% mais caro na comparação com o final de 2020.

O diesel do tipo S-10 também teve alta de 8,95%, e agora o litro pode ser encontrado no Brasil pelo valor médio de R$ 4,53. “Trata-se da quinta alta consecutiva do diesel. Desde outubro, quando o levantamento registrou o último recuo na comparação mensal, o preço médio do combustível avançou 21,82%”, avalia Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

A região Centro-Oeste registrou o maior aumento nos preços do diesel em março, com avanço de 9,8% no combustível comum – média de R$ 4,51 – e 9,24% no S-10 – média de R$ 4,58. Os maiores preços estão no Norte, onde o diesel comum foi comercializado pelo valor médio de R$ 4,74, e tipo S-10, de 4,79. Nos postos da Região, os aumentos foram de 9,58% e 9,01%, respectivamente.

Leia Também:  Bravo Motor vai investir R$ 25 bilhões para fazer carros elétricos em MG

A região Sul tem os preços mais baixos. O diesel comum tem preço médio de R$ 4,12 – aumento de 9,23% – e o S-10 está na faixa de R$ 4,16 – aumento de 8,65%.No recorte entre Estados, o Acre teve os combustíveis mais caros em março, e o Paraná apresentou os valores mais baixos. Os maiores aumentos foram registrados em Roraima, de 12,91% para o diesel comum, e 12,29% para o S-10.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

Kawasaki estuda lançar Ninja 700R em 2022, baseada na ZX-10R

Publicados

em


source
Kasawaki ZX-10R da linha 2021 deverá servir de inspiração para a nova 700R que poderá chegar no ano que vem
Divulgação

Kasawaki ZX-10R da linha 2021 deverá servir de inspiração para a nova 700R que poderá chegar no ano que vem

A Kawasaki trabalha com a hipótese de lançar a Ninja 700R tomando como base da ZX-10R, o que daria mais força para a marca no segmento de modelos médios, como as rivais Yamaha YZF-R7 e Aprillia RS660. Com estilo arrojado, o novo rebento deverá ter subchassi e freios Nissin herdados da Ninja 650.

O motor de 700 cc da nova Kawasaki Ninja que tem chances de surgir em breve deverá ter em torno de 100 cv, de dois cilindros, para brigar em uma fatia de mercado que promete crescer rapidamente, assim como a das picapes intermediárias entre os carros, no terreno onde a Fiat Toro lidera, mas tem vários novos rivais para chegar.

Leia Também:  Veja 5 seminovos manuais que são melhores que suas versões automáticas

Principalmente a parte traseira da nova Kawasaki 700R deverá se inpirar nas linhas da ZX-10R , da qual também deverá tirar ideias para os desenhos do tanque e do sistema de escapamento para ajudar a tirar a Aprillia RS 660 da liderança de vendas no mercado. Porém, a marca japonesa terá que investir na parte eletrônica para poder ser competitiva a partir do ano que vem, quando deverá lançar a Ninja 700R.

Entre outros itens, a nova Kawasaki Ninja 700R também deverá ter garfo invertido Showa que pode ser ajustado em várias posições e iliminação apenas por LED, tanto na lanterna quanto no farol e nos piscas deixando de lado as lâmpadas convencionais. Para brigar com a líder da Aprillia a novidade da marca japonesa terá que pesar em redor de 190 kg.

De qualquer forma, resta apenas aguardar os desenrolar os acontecimentos para ver se realmente a Kawasaki irá lançar a Ninja 700R e entrar na disputa por um lugar ao sol no segmento do qual também vai fazer parte da Yamaha YZF-R7 .

Leia Também:  Land Rover Defender clássico terá 25 novas unidades fabricadas
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA