(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Mercedes confirma chegada da versão sedã do EQS ao Brasil

Publicados

O mundo sobre rodas

source
Modelo será o primeiro AMG elétrico disponível no Brasil, com 580 km de autonomia, conforme a fabricante
Divulgação

Modelo será o primeiro AMG elétrico disponível no Brasil, com 580 km de autonomia, conforme a fabricante

A Mercedes-Benz confirma a chegada de seu segundo modelo elétrico ao Brasil, o AMG EQS 53 4MATIC+. O modelo que é o topo da linha elétrica da fabricante será ofertado na versão mais esportiva disponível, que conta com 658 cv de potência.

O modelo elétrico estará à venda no Brasil a partir da primeira semana de julho, e conta com altos níveis de desempenho graças à bateria de 107.8 kWh, que permite o EQS alcançar até 580 km de autonomia no ciclo WLTP.

Para o Brasil, o modelo será disponibilizado em versão exclusiva: o Mercedes-AMG EQS 53 4MATIC+ , que conta com dois motores elétricos, que entregam 658 cv de potência e brutais 97 kgfm de torque. Essa potência é entregue às rodas por meio do sistema de tração integral 4MATIC+.

Leia Também:  Smart divulga data de lançamento do novo SUV elétrico Smart #1

Um dos destaques do EQS , que é a versão elétrica da Classe S, é o luxo embarcado, e no interior o painel possui o “Mercedes-Benz Hyperscreen”, são três telas digitais integradas que formam todo o painel do carro, com 141 cm de comprimento.

O sistema é sensível ao toque e conta com a nova geração do MBUX (Mercedes-Benz User Experience), um serviço de auxílio ao motorista comandado por voz para ativar funções do veículo e da multimídia.

Outra novidade é que o EQS 53 ainda traz a exclusividade do eixo traseiro direcional, que é capaz de girar em até 9° as rodas traseiras, melhorando a dirigibilidade do veículo e auxiliando em manobras de estacionamento.

O Mercedes EQS 53 AMG ainda é equipado com radares, câmeras e sensores para condução semiautônoma (SAE nível 2), faróis de LED Digital Light e navegação em realidade aumentada.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

Kombi alemã: VW Caravelle de Stephen Hawking vai a leilão

Publicados

em


A VW Caravelle das fotos pertenceu e está sendo oferecida à venda através da casa de leilões Silverstone Auctions
Reprodução

A VW Caravelle das fotos pertenceu e está sendo oferecida à venda através da casa de leilões Silverstone Auctions

A casa de leilões inglesa Silverstone Auctions anunciou que vai leiloar , o Volkswagen Caravelle GL 112 de 1988 que pertenceu ninguém mais, ninguém menos que o professor Stephen Hawking, considerado um dos mais renomados cientistas do século.

Hawking nasceu em uma família de médicos, ele recebeu um bacharelado em física no University College em Oxford. Pouco tempo depois, ele se formou no Trinity Hall em Cambridge, onde fez doutorado em matemática aplicada e física teórica.

Em 1963, o físico teórico foi diagnosticado com uma forma de doença do neurônio motora, que gradualmente espalhou por todo o corpo de Stephen e, apesar das limitações, ele continuou em seu trabalho tornando-se um autor de best-sellers.

Leia Também:  Mobi supera Onix nas vendas da 1ª quinzena de março

Comprado zero-quilômetro por Hawking em junho de 1988, o Caravelle das fotos foi usado em seu casamento em 1995 e com a condição de Hawking se deteriorando, em 1999, o veículo foi passado para os parentes do professor em 1999.

O irmão de Hawking cuidou e guardou a van em um estacionamento subterrâneo. Repintada há alguns anos, este veículo pode ser considerado um elemento significativo da vida posterior de Stephen Hawking , herdado em 2003 pelo sobrinho do estudioso.

O Caravelle está sendo oferecido pela  Silverstone Auctions  sem lances de reserva, e certamente desencadeará uma guerra entre os participantes não só pela brilhante carreira de um físico teórico e cosmólogo britânico, reconhecido internacionalmente por sua contribuição à ciência, mas também pelo veículo em si.

Leia Também:  Voltz e iFood lançam moto elétrica por R$ 10 mil com troca de baterias

O Volkswagen Caravelle GL 112 de 1988 é equipado originalmente com motor boxer de 2,1 litros de 113 cv acoplado a uma caixa de câmbio automático, de três marchas. Usado como transporte pessoal de Hawking por uma década, o carro conta com apenas 90.000 milhas, o que dá 144.840 km.

No Brasil, o modelo teve uma passagem curta através de suas variantes Eurovan , uma versão mais simples e a Caravelle , a mais luxuosa e as importações começaram em 1998 como uma opção mais cara a nossa boa e “Velha Senhora”, a Kombi . O fim da importação ocorreu em 2001 e a versão brasileira continuou reinando sozinha no segmento de vans.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA