(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Mercedes Classe C da linha 2022 estreia mais tecnológico e híbrido

Publicados

O mundo sobre rodas


source
Mercedes-Benz Classe C: nova geração do modelo deverá chegar ao Brasil entre o fim do ano e o início de 2022
Divulgação

Mercedes-Benz Classe C: nova geração do modelo deverá chegar ao Brasil entre o fim do ano e o início de 2022

A Mercedes-Benz mostra a quinta geração do Classe C em suas variações sedã e a perua. Maior e mais tecnológico que o antecessor, o modelo se destaca ainda pelo fim da oferta dos motores de seis e oito cilindros, substituídos por propulsores eletrificados.

Modelo mais vendido da marca na última década, com mais de 2,5 milhões de unidades vendidas apenas da quarta geração, lançada em 2014, o novo Mercedes-Benz Classe C será produzido nas fábricas de Bremen (Alemanha), Beijing (China) e East London (África do Sul).

Com 4,751 m de comprimento, 1,82 m de largura e entre-eixos de 2,865 m, a nova geração cresceu em quase todas as medidas, com exceção da altura da carroceria, que ficou 0,9 cm mais baixa no sedã e 0,7 cm na perua.

Leia Também:  Veja 5 carros feitos no Brasil que já passaram dos R$ 100 mil

De acordo com o fabricante, essas alterações resultaram em um ganho de 2,2 cm no espaço para os ombros na dianteira e 1,5 cm na traseira. Cresceu também o espaço para a cabeça dos ocupantes do banco traseiro, em 1,1 cm na station wagon e 1,3 cm no sedã.

Já para os joelhos, o vão-livre para os assentos dianteiros aumentou 3,5 cm. No visual, a Mercedes-Benz se inspirou no recém-renovado Classe S e no CLA.

Você viu?

O principal destaque é a tela no console central (de 9,5″ ou 11,9″), que não elimina totalmente os botões físicos, mas concentra os comandos de boa parte dos sistemas do veículo, como o sistema multimídia inteligente MBUX de 2ª geração.

Outro item vindo do Classe S , traz um assistente virtual mais interativo, que é capaz de interagir inclusive com os sensores de uma casa inteligente, além de um sistema de navegação com realidade aumentada. Essa tela faz par com o quadro de instrumentos digital, que pode ter uma tela de 10,25″ ou 12,3″.

Leia Também:  Confira os valores de seguro dos carros mais vendidos em janeiro

Motores de quatro cilindros

Linha de motores do novo Classe C traz apenas motores de quatro cilindros, com potências entre 170 e 265 cv
Divulgação

Linha de motores do novo Classe C traz apenas motores de quatro cilindros, com potências entre 170 e 265 cv

Mecanicamente, além de novidades como a opção das rodas traseiras direcionais — combinadas ao sistema de estacionamento automático — o Classe C vai abandonar pela primeira vez em sua história os motores V6 e V8, que tradicionalmente equipavam as versões de topo e as esportivas AMG.

Toda a gama será composta por motores diesel e gasolina de quatro cilindros e dotados da tecnologia híbrida-leve. A opção mais acessível da linha, a C 180 , traz um motor 1.5 de 170 cv, enquanto o topo de linha C 300 usa um 2.0 turbo de 258 cv. Já as variações diesel (C 220d e C 300d) usam o mesmo motor 2.0, porém com 200 e 265 cv, respectivamente.

Futuramente, a gama do Classe C da quinta geração vai incluir também uma variante híbrida plug-in, combinando um motor 2.0 turbo, a gasolina, com um outro elétrico, de 129 cv, podendo rodar até 100 km apenas com a carga das baterias. Podemos esperar também as variações AMG . Porém, com motores de quatro cilindros, somente.

Na Europa, a pré-venda do novo Mercedes-Benz Classe C começa em março, com a entrega das primeiras unidades previstas para o início do segundo semestre, chegando posteriormente a outros mercados do mundo. No Brasil, a estreia pode acontecer entre o fim do ano e o início de 2022.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

Renault anuncia R$ 1,1 bi para renovar linha brasileira até 2022

Publicados

em


source
Renault Kaptur russo estreou no ano passado retoques no visual e novo motor 1.3 turbo, feito junto com a Mercedes
Divulgação

Renault Kaptur russo estreou no ano passado retoques no visual e novo motor 1.3 turbo, feito junto com a Mercedes


A Renault anunciou oficialmente nesta segunda-feira (1º) o investimento de R$ 1,1 bilhão na fábrica de São José dos Pinhais (PR), para a produção do novo motor turbo e de cinco novos veículos, que serão lançados no mercado brasileiro até meados de 2022.


Em comunicado, a Renault não revela exatamente quais são essas novidades, se limitando informar apenas de que se trata de um investimento para a “renovação de veículos da gama atual”. Com isso em vista, já dá para saber que o motor turbo será o 1.3 turbo de quatro cilindros, desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz e que por aqui já está disponível em modelos como os GLA e GLB.

Leia Também:  Stellantis acaba com a divisão SRT dos Dodge esportivos

Em uma variação de 150 cv, o novo propulsor sobrealimentado fará a sua estreia no Captur reestilizado, carro que já foi flagrado em testes no Brasil e que deve adotar as novidades mecânicas e o visual do SUV mostrado na Rússia no ano passado, onde é vendido com o nome Kaptur.

Você viu?

Novos Renault Sandero e Logan são mais sofisticados que a geração atualmente à venda no Brasil
Divulgação

Novos Renault Sandero e Logan são mais sofisticados que a geração atualmente à venda no Brasil


Já em relação quatro carros restantes, restam a nova geração da picape Duster Oroch , que ainda não seguiu a atualização do SUV Duster, e o novo Kwid , que desde o final de 2019 roda com um visual atualizado na Índia.

Outra alternativa que promete ser interessante para a Renault no Brasil é o SUV Bigster , maior que o Duster. Trata-se de um modelo médio, do mesmo sgemento de Corolla Cross, Compass e outros. Mas esse carro deverá entrar em outra leva de investimentos, além da renovação dos modelos atuais.

Já os novos Sandero e Logan devem completar a lista. Revelados na Europa no ano passado, os dois modelos utilizam a nova plataforma CMF-B e são mais sofisticados que os atuais, permitindo que a marca francesa reposicione os dois carros para atender a um público em busca de um modelo mais “premium”, trocando volume de vendas por rentabilidade.

Leia Também:  GM mostra Bolt 2022 renovado e novo SUV elétrico EUV

Carros elétricos

Dacia Spring é o modelo que estreia este ano para ser o elétrico mais barato da Europa
Divulgação

Dacia Spring é o modelo que estreia este ano para ser o elétrico mais barato da Europa


Também até 2022, a Renault confirmou a importação de dois novos carros elétricos. Um deles é o Zoe reestilizado. Já o outro ainda é uma incógnita. Além do Kangoo elétrico oferecido atualmente no Brasil, a linha de elétricos da marca na França inclui ainda uma variação elétrica da van Master.

Mas se a ideia for trazer um carro de passeio elétrico, a Renault oferece na Europa a opção do Twingo, modelo menor e mais barato do que o Zoe, mas que já está no final do seu ciclo de vida, ou o Dacia Spring, uma espécie de variação elétrica do Renault Kwid que estreia ainda no 1º semestre na Europa com a proposta de ser o elétrico mais acessível do continente.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA