(65) 99638-6107

CUIABÁ

O mundo sobre rodas

Fevereiro é o prazo de renovar CNHs vencidas em julho e agosto de 2020

Publicados

O mundo sobre rodas


source


Detran.SP explica que quem for pego dirigindo com CNH vencida corre o risco de cometer uma inflação gravíssima
Detran.SP

Detran.SP explica que quem for pego dirigindo com CNH vencida corre o risco de cometer uma inflação gravíssima

Para os motoristas com a carteira nacional de habilitação, a CNH, com vencimentos em julho e agosto de 2020, devem providenciar a renovação até 28 de fevereiro de 2022.

Para quem precisa regularizar a situação, de acordo com o Detran.SP, o pedido pode ser realizado de forma online, pelo portal do Detran.SP ( www.detran.sp.gov.br ), Poupatempo ( poupatempo.sp.gov.br ) ou aplicativo Poupatempo Digital.

Vale lembrar que o condutor não deve ter qualquer tipo de bloqueio no prontuário, como CNH suspensa ou cassada , por exemplo.

Se o motorista não renovar o documento no prazo correto, dirigir com CNH vencida é uma infração gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) . A multa para esse tipo de penalidade é de R$ 293,47 , além de sete pontos na carteira.

Leia Também:  Especialistas da Mercedes-AMG comentam sobre os esportivos e os EVs

Leia Também

A nova legislação definiu um  cronograma completo para CNHs que tiveram vencimento entre 1º. de março de 2020 e 31 de dezembro de 2022. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O mundo sobre rodas

Próxima geração da Audi RS6 será híbrida Plug-in

Publicados

em

Geração atual (C8) vai de 0 a 100 km/h em 3.5 segundos. Como elétrico, poderá ser ainda mais rápido
Divulgação

Geração atual (C8) vai de 0 a 100 km/h em 3.5 segundos. Como elétrico, poderá ser ainda mais rápido

A próxima geração da Audi RS6 será um híbrido do tipo plug-in, a informação foi confirmada por Stephan Reil, Head de Pesquisa e Desenvolvimento da Audi, ao portal Wheels.

“Estamos no caminho (da transição para modelos híbridos), na próxima geração, posso garantir que vai haver algo nesse sentido. É nosso caminho para carros elétricos ”.

A geração atual da Audi RS6 (C8) possui um V8 bi-turbo de 4.0 litros, herdado da geração anterior, porém, conta com um pequeno motor elétrico auxiliar de 48 volts, fazendo dela um carro híbrido leve.

Reil não informou muitos detalhes, mas sua fala indica que a evolução da RS6 passará por uma geração híbrida antes de se tornar 100% elétrica.

Leia Também:  Indiana Bajaj vai vender motos no Brasil

Tal movimento foi feito recentemente pela Mercedes, que tirou o tradicional V8 4.0 da C63 AMG e instalou um motor de quatro cilindros, 2.0 litros, com um conjunto elétrico. O objetivo é atender as demandas de emissões de poluentes.

Um eventual “downsizing” não seria novidade para a RS6. A geração C6 era equipada com um motor V10, mas não resistiu às regras ambientais e foi substituído pelo V8 atual na geração seguinte, a C7.

Reil destaca a capacidade da Audi em se reinventar para continuar entregando ótimos referenciais de performance na RS6 apesar das restrições.

“Após a geração C6, as restrições de emissões de CO2 ficaram cada vez mais restritivas. Na C7 mudamos do V10 para o V8 com desativação de cilindros, agora o sistema híbrido-leve.” Concluiu.

Leia Também:  Antes de chegar ao Brasil, Honda ZR-V terá motor híbrido na Europa

“Um sistema híbrido dá uma possibilidade maior de modos de condução, além da possibilidade de usar a eletrificação para compensar pontos fracos do motor a combustão.” Encerrou o executivo.

A geração C8 está no mercado desde 2020, e deve ter uma vida útil de cerca de 5 anos, então, deverá ser substituída em meados de 2025 ou 2026.

Sabendo que a Audi não irá mais desenvolver motores a combustão após 2026, não será surpresa caso a geração C10 seja apenas elétrica,

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA