(65) 99638-6107

CUIABÁ

O melhor detergente é a luz do sol

JB NEWS: Pequeno saite de VG fatura + de R$ 260 mil na Secom MT com Maurinho da Skol e Mauro da Bimetal e faz sucesso badalando poderosos de plantão

Publicados

O melhor detergente é a luz do sol

Jota de Sá, seu sorriso e seu Jeep possante. Com noticias sempre com viés positivo, patrocinio forte e redação enxuta, quase tudo vira lucro

 

 

O jornalista Jota de Sá e o seu saite JB News, decididamente, representam o que, no jargão publicitário, se costuma apontar como “um case de sucesso”. Na verdade, Jota de Sá e o seu site JB News, revelam um desempenho notável. Pelo menos junto à Casa Civil do Governo do Estado de Mato Grosso, na gestão do governador e empresário Mauro Mendes, o Mauro da Bimetal e do secretário e empresário Mauro Carvalho, o Maurinho da Skol.

Enquanto a atual administração estadual submete um grupo de sites e veículos de comunicação – que ousam divulgar, junto com o noticiário cotidiano, reparos e críticas ao Governo do Estado -, a uma severa e implacável censura econômica, as torneiras da propaganda governamental e dos recursos públicos, tem se mostrado generosamente abertas para veículos como o comandado pelo sempre sorridente e camarada jornalista Jota de Sá que (segundo dados da própria Secom MT, conseguidos e divulgados pelo jornalista Alexandre Aprá) teria faturado, desde a posse de Mauro Mendes, um montante de 262 mil reais – montante bem superior ao de outros saites de igual porte. Um excelente resultado para um saite que só contrata, ao que se sabe, o próprio Jota de Sá e não tem despesa com nenhum outro jornalista, conforme demonstra o próprio expediente que divulga. Uma rápida pesquisa no próprio saite, revela que ele se sustenta no ar divulgando, básicamente, matérias com toda a aparência de produzidas e/ou copidescadas do próprio Governo do Estado, para destacar as realizações da atual administração de Mauro da Bimetal e Maurinho da Skol. No JB News, a oposição, decididamente, não tem vez.

Nessa rápida pesquisa também se percebe que não é só no Governo do Estado que o JB News vai buscar suas informações, mas também naquelas outras esferas de poder que gravitam em torno do poder de Mauro da Bimetal e Maurinho da Skol, como a Assembleia Legislativa de MT, o TCE MT, o Poder Judiciário e o Ministério Público. Não será surpresa se, uma pesquisa mais adiante, revelar investimentos publicitários desses “puxadinhos” do governo dos Mauros, igualmente privilegiando o bem sucedido saite do jornalista varzea-grandense. Afinal de contas, parece que é batendo palmas para eventuais poderosos de plantão que Jota de Sá vem construindo, ao longo dos anos, o relevante sucesso do seu empreendimento, digamos, jornalístico.

O dado curioso e que chamou muito a atenção daqueles que se preocupam com os rumos do jornalismo nesta Terra de Rondon (e também dos Paiaguas e dos Bororos e Xavantes) , é que descobertas como essa sobre o faturamento precioso do pequeno mais produtivo saite JB News, só puderam ser feitos graças à obstinação do jornalista e repórter investigativo  Alexandre Aprá, que foi atrás de saber quanto o atual Governo do Estado vem gastando do dinheiro do contribuinte com a imprensa regional. Tal pauta não interessou e parece que não interessa a mais ninguém na imprensa e também nos chamados orgãos de controle (sic). Logo de saida, Aprá esbarrou na má vontade e na falta de transparência dos senhores Maurinho da Skol e Mauro da Bimetal que se recusaram a cumprir as determinações legais e não repassaram para o saite Istoé Notícia o detalhamento solicitado dos gastos publicitários da Secom MT. Aprá recorreu então à Justiça Estadual e, para surpresa de quem conhece o ordenamento jurídico e a jurisprudência brasileira, os desembargadores Helena Bezerra, Mario Kono e Márcio Vidal, com apoio enfático dos representantes do MP Mauro Delfino, Paulo Prado e Luis Scalope , respaldaram a falta de transparência dos governantes mato-grossenses. E os pagamento milionários feitos ao pequeno mas poderoso site JB News, de propriedade do jornalista Jota de Sá, ficariam lá escondidos, se o Governo do Estado, em outra demanda, não repassasse as mesmas informações solicitadas por Aprá para o advogado Pedro Fim, que depois as disponibilizou pro Aprá, em uma constatação de que, em meio a esta trapalhada digna do pior dos Três Patetas, tem algo de muito confuso e muito errado na maneira como Mauro da Bimetal e Maurinho da Skol, com sua empáfia, conduzem os negócios públicos m Mato Grosso.

Longe de mim pretender afirmar que o JB News é um exemplo pronto e acabado do jornalismo chapa branca, mas é inegável, para quem visita o seu pequeno mas bem patrocinado saite ( notável, sim, pelo menos em faturamento), que ele tem firmado perfil como um divulgador de notícias oficiais sem qualquer profundidade, tanto é que não relaciona sequer um/uma repórter ou editor/a no próprio expediente que divulga e que reproduzimos no destaque. Mas esse fato, ao que consta, não foi suficiente para impedir os volumosos investimentos publicitáros determinados pela administração de Mauro da Bimetal e Maurinho da Skol no JB News, investimentos que resultaram numa bolada paga de mais R$ 265 mil, sob a atual administração, entre PIs novas e atrasadas. Bolada impressionante, como comentava, em roda de conversa recente, da qual participava eu e o próprio JB, o também muito ativo repórter Laércio de Oliveira, o Pato Rouco do Esportes e Notícias.

Jota de Sá, um jornalista de postura sempre alegre, fraterna e que gosta de aparecer ostentando largos sorrisos nas redes sociais, algumas vezes ao lado do seu potente Jeepão, expressa dessa forma, imagino eu, o sucesso empresarial digno de nota que vem tendo com o jornalismo, em parte, graças ao Mauro da Bimetal e ao Maurinho da Skol . Até tempos atrás, sabíamos dele como um humilde mas esforçado e bem relacionado jornalista, tanto que teria sido saudado carinhosamente como “Diamante Negro” e “Pérola Negra de Várzea Grande” pelo ex-governador Júlio Campos, um dos políticos que, aparentemente, contribuíram para alavancar sua carreira. JB, pelo que se vê, assim como alardeava sua amizade com o ex-poderoso da Assembleia, o ex-deputado Zé Riva (veja foto), parece que, agora, caiu nas graças do governador Mauro Mendes e do secretário chefe da Casa Civil Mauro Carvalho.

Com a recente posse da jornalista Laice Souza à frente da Secom, a expectativa é quanto à política de investimentos que irá adotar. Continuará a Laice Souza sustentando a censura econômica contra jornais e jornalistas que “ousam” divulgar reparos e críticas contra a atual administração, ou continuará subordinada às práticas impostas até aqui pelo secretário Maurinho da Skol, com o beneplácito do governador de plantão?! Seguirão os privilégios para os xomanos da Casa Grande?! 

Vejam que o JB News, pelo que se constata em um simples acesso, continua cumprindo seu papel de mero disseminador de informações oficiais que, ao que tudo indica, lhe são repassadas pelos órgãos do governo do Estado, onde, aliás, marca ponto rotineiramente, como gente de casa, evitando os gabinetes do “pessoal do contra”.

Muito diferentemente do que faz, lá mesmo em Várzea Grande, por exemplo, o VG Notícias, que conta com uma equipe de redação que é chefiada pela jornalista Édina Araújo  – tristemente vitima de prisão preventiva em uma provável armação política, em um passado recente. Fica evidente para todos o esforço que Édina Araújo faz, juntamente com o esposo, o também jornalista e advogado Geraldo Araújo e sua equipe, para consolidar uma redação e um veículo de comunicação preocupados cada vez mais em desvelar a realidade cotidiana daquele municipio, contribuindo assim para a melhor definição dos seus rumos sociais e políticos. Pelo que se viu na listagem da Secom MT, o VG Notícias, dado o seu porte, mereceu menor consideração do que o JB News, o saite de um homem sorridente só.

Essa é uma constatação que deve motivar um posicionamento de todos aqueles que se inquietam diante dos rumos da nossa imprensa e também do nosso Estado. Modestamente entendo que não me parece sensato investir em veículos de comunicação que não procurem levar mais longe as possibilidades da informação, no interesse maior e superior de nosso povo. Se o Estado incentiva a produção agrícola, a indústria, de forma persistente, com tão bons resultados, porque não incentivar, também, um jornalismo que seja produtivo e tenha influência transformadora junto à nossa população?! Informação é um direito do cidadão  e insumo vital para o desenvolvimento e o Estado também precisa zelar por ela, cultivá-la e estimular a sua competente produção.

Um absurdo seria continuar a favorecer a pretensa boa vida de alguns jornais amigos e jornalistas amestrados, quando há tanto a avançar na construção de uma ampla rede de informação qualificada em Mato Grosso, gerando emprego, renda e melhor integração das pessoas à máquina estatal que sustentam com os seus impostos. O JB News, deve-se refletir, é apenas um caso. Quem se debruçar sobre a listagem escondida pelos Mauros mas revelada pelo Apra possivelmente esbarrar com outras situações espantosas.

E me pergunto: Onde está o promotor de Justiça Mauro Zaque que intentou estabelecer pretensamente regras para a moralização dos investimentos públicos em publicidade, diante de fatos como esse?

Temos notícia de uma licitação das verbas publicitárias do Governo do Estado recentemente anulada e tanto o Ministério Público quanto o Tribunal de Contas assumem um silêncio sepulcral diante desses fatos. 

O escândalo do Mensalão, lá em Brasília e o ainda não devidamente apurado Escândalo das Gráficas, aqui em Mato Grosso, mostraram que o setor de Propaganda e Marketing tem servido de escudo para a manipulação irregular do dinheiro do contribuinte.

Há muito que aperfeiçoar nessa área e se resolvi expôr o caso JB News foi para mais uma vez  levantar uma discussão que interessa a todos nós, cidadãos e contribuintes de Mato Grosso. Não são só as práticas dos políticos que merecessem ser devassadas, como se faz atualmente na bem vinda CPI da Covid no Senado Federal. O sol da transparência deve iluminar também os porões do nosso jornalismo.

 

Leia Também:  CURTAS DO BRIGADEIRO: Responda com sinceridade: você votaria em Mauro Mendes se soubesse que Carlos Brito e Guilherme Müller seriam seus secretários?

PROPINA PARA JORNALISTAS: E termino dizendo que fica desde já uma pauta para o futuro. Quem sabe para ser desenvolvida por gente mais atenta do que eu: quando vamos falar e descrever, nos mínimos detalhes, sobre a lista de pagamentos que sempre se manteve à sombra do Governo do Estado, para jornais amigos e jornalistas amestrados de Mato Grosso ?!  Muitos dos pagadores e dos beneficiados por esta lista de propina estão aí vivos e imagino que suas histórias devam ser contadas. Apurar se essas listas também foram pagas pela Assembleia Legislativa, TCE e Prefeituras- e se ainda se mantém e em que níveis de aporte . A imprensa de Mato Grosso também precisa ser passada a limpo. Achei muito curiosa a história daquele jornalista que teria mamado na lista do Silval como repórter e também como dono de saite, além de faturar fortemente no comercial. Faturando deste jeito quem é que não consegue dar a volta ao mundo em passeios nababescos?! E depois jornalistas ainda se acham com moral suficiente para falar deste ou daquele poder como “Casa de Horrores”…(EC)

CLIQUE AQUI E CONFIRA PAGAMENTOS A JB NEWS NA LISTAGEM DA SECOM MT

https://www.dropbox.com/s/gu1qba7drfudysc/jb%20news%20site%20vg%20listagem%20de%20faturamento%202020%202021%20governo%20de%20mato%20grosso-convertido.pdf?dl=0  

Leia Também:  SOCIÓLOGO EMIR SADER: Depois dos governos da ditadura e dos governos neoliberais, a direita brasileira está zonza. Não sabe o que fazer, para onde caminhar, nem o que propor. Assim, apesar de conseguir, conforme pesquisas feitas pela própria mídia privada, rebaixar o nível de apoio do governo Dilma a 7%, não consegue, por mais que manipule, baixar o apoio a Lula a menos do que 33%

NO EXPEDIENTE DO SAITE JB NEWS, VISUALIZADO EM 26 DE JULHO, NENHUM JORNALISTA REGISTRADO

NA ABA ‘QUEM SOMOS” O JB NEWS RELACIONA OS PRINCIPIOS DE REGEM AS SUAS ATIVIDADES

 

 

 

 

Nas redes sociais, Jota de Sá faz questão de aparecer sempre sorrindo e sempre curtindo a vida adoidado  

Hoje, Jota faz sucesso com Mauro da Bimetal e Maurinho da Skol. Ontem, muitos sorrisos com Zé Riva que já foi poderoso em Mato Grosso. Fotos reproduzidas do Facebook do jornalista Jota

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O melhor detergente é a luz do sol

MercedesBenz lança edição especial do SUV Classe G 63 AMG por R$ 2 milhões, com todas unidades já vendidas

Publicados

em

 

 

source

Mercedes G63 AMG vem com motor V8 biturbo, capaz de render 585 cv, potência transmitida para as quatro rodas
Divulgação

Mercedes G63 AMG vem com motor V8 biturbo, capaz de render 585 cv, potência transmitida para as quatro rodas

A Mercedes-Benz está lançando a versão limitada Magno Edition do Mercedes-AMG G 63 criada especialmente para o mercado brasileiro e que chega ao país com toda produção adicional já vendida, de acordo com a fabricante.

O SUV conta com motor V8 biturbo de 4.0 litros de 585 cv, tração nas quatro rodas (40:60), três bloqueios de diferencial, transmissão automática de 9 marchas, suspensão dianteira independente com duplo braço triangular e amortecimento ajustável adaptável.

O visual fica por conta a grade do radiador específica AMG pintada em preto fosco, arcos das rodas alargados, escapamento com saída lateral, rodas AMG forjadas de 22 polegadas, faróis, lanternas traseiras e indicadores de direção escurecidos , além de retrovisores, frisos, capa do estepe e adereços dos para-choques pintados em preto Magno.

Leia Também:  CURTAS DO BRIGADEIRO: Responda com sinceridade: você votaria em Mauro Mendes se soubesse que Carlos Brito e Guilherme Müller seriam seus secretários?

 

Foto: Divulgação

 

Foto: Divulgação

 

Foto: Divulgação

 

Foto: Divulgação

 

Foto: Divulgação

 

Foto: Divulgação

 

Na parte interna, o destaque é o acabamento ‘G Manufaktur Plus’ que consiste em revestimento em c ouro nappa com função massagem e layout de costura em padrão diamante, além de Volante em fibra de carbono com DINAMICA.

O Mercedes-AMG G 63 Magno Edition tem preço público sugerido de R$ 1.999.900 válido para todo o Brasil. E vale relembrar que todas as unidades disponíveis no país já foram vendidas.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA