(65) 99638-6107

CUIABÁ

O melhor detergente é a luz do sol

Hospital Estadual Santa Casa realizou mais de 55 mil atendimentos ambulatoriais e 29 mil cirurgias

Publicados

O melhor detergente é a luz do sol

 

O Hospital Estadual Santa Casa completa nesta sexta-feira (23.07) dois anos de funcionamento com mais de 55 mil atendimentos ambulatoriais registrados e cerca de 30 mil cirurgias realizadas. Nesse período foram realizadas 8.531 internações. O quantitativo alcançado pela unidade é resultado dos investimentos realizados pelo Governo do Estado.

Em celebração ao aniversário do Hospital, a direção da unidade realizou nesta sexta-feira uma missa. Após a missa, ocorreu apresentação da banda musical da Polícia Militar e atividades lúdicas com as crianças da ala de oncologia do hospital.

“A intervenção e atuação do Governo do Estado no Hospital Estadual Santa Casa marca o início de uma nova história na unidade, que ficou fechada durante quatro meses e foi recuperada após uma decisão enérgica da atual gestão. Hoje, o Hospital é referência para os 141 municípios do Estado na realização de cirurgias de alta complexidade, atendimentos ambulatoriais e no tratamento do novo coronavírus”, desta o secretário de estado de Saúde Gilberto Figueiredo.

O hospital foi inaugurado em 23 de julho de 2019 após a atual gestão requisitar a unidade – até então filantrópica – em maio de 2019 depois de ela permanecer quatro meses fechada. No local, foram investidos cerca de R$ 3 milhões em uma reforma completa que contou com pintura internas e externas, troca de piso, manutenção no telhado, reajustes na rede elétrica, revitalização das alas da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), cozinha, refeitório, recepção do setor administrativo, enfermarias, Centro de Materiais Esterilizados (CME), Oncologia Infantil, Hemocentro e dos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE).

A secretária adjunta de Gestão Hospitalar da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), Caroline Dobes, entende que o principal beneficiado com o Hospital Estadual foi a população, que antes não dispunha de um serviço de qualidade em diversas áreas na capital. “Mas é importante ressaltar que este não é um hospital apenas para a baixada cuiabana, mas é para todo o Estado de Mato Grosso. A nossa equipe está muito preparada para receber toda a população que precisa dos serviços disponíveis no local”, afirma a gestora.

Leia Também:  CAIUBU CUHN: Cobrar muitos impostos dos mais pobres, enquanto se isenta algumas cobranças dos mais ricos é algo inaceitável.

Dos 55 mil atendimentos ambulatoriais realizados ao longo desses dois anos de funcionamento, um total de 5.304 correspondem ao ano de 2019, 20.685 são atendimentos ocorridos em 2020 e 29.248 foram atendimentos registrados de janeiro a junho de 2021.

Em 2019, o hospital realizou 12.298 cirurgias. Em 2020, esse número aumentou 89,5% com 13.727 procedimentos cirúrgicos executados. Até junho de 2021, a unidade de saúde registrou 3.202 cirurgias feitas, alcançando um montante de quase 30 mil operações em dois anos.

Entre as principais cirurgias realizadas no hospital estão de fratura de fêmur proximal, debridamento de tecido desvitalizado, varizes, laparotomia exploradora, herniorrafia inguinal unilateral, instalação de cateter de longa permanência, mielograma, herniorrafia inguinal bilateral, acesso venoso central e colecistectomia convencional.

Atualmente, o hospital conta com 219 leitos, sendo 22 cirúrgicos, 83 clínicos adultos, 39 clínicos pediátricos, 51 UTI adulto, 10 UTI pediátrica e nove UTI Neonatal.

Do total de leitos disponíveis no local, 101 são exclusivos para pacientes em tratamento de coronavírus, sendo 40 leitos de UTI adulto, 49 leitos de enfermaria adulto e 12 leitos de enfermaria pediátrica.

A unidade conta ainda com dois leitos com suporte ventilatório pulmonar para pacientes com Covid-19.

Leia Também:  FILOSÓFO ROBERTO ROMANO: Vivemos um estado de anomia. Segundo [Émile] Durkheim, quando não há normas vigentes, não se obedece a normas e padrões éticos

Referência no tratamento da Covid-19

Devido a pandemia pela Covid-19, em março de 2020 o Hospital precisou se adaptar à nova realidade da saúde mundial e passou por adequações estruturais para se tornar referência no estado no atendimento de pacientes em tratamento do novo coronavirus.

O local recebe pacientes do Sistema Único de Saúde regulados para a unidade. Com objetivo de ofertar assistência aos servidores públicos do Estado, a Santa Casa dispõe ainda de um pronto-atendimento que funciona 24h para atender servidores com quadro leva da doença.

Outros serviços ofertados

Além de atendimentos voltados para Covid, a diretora do Hospital, Patrícia Neves, ressalta que estão disponíveis também na Santa Casa atendimentos nas áreas de Oncologia (tratamento de câncer), otorrinolaringologista, nefrologia, neurologia pediátrica, cardiologia clínica, ortopedia, pneumologia, psiquiatria, Pronto Atendimento Infantil (porta aberta), cirurgias pediátricas e cirurgia geral à população.

“Estamos trabalhando para que em breve, com a continuidade do declínio dos casos de internação por Covid-19, o hospital volte a realizar cirurgias eletivas, que foram interrompidas em março de 2019 devido ao coronavírus, mas vão ser retomadas gradativamente como prevê o programa do Governo Estadual Mais MT Cirurgias”, informa a diretora.

Antes da pandemia, em 2019, o hospital realizou cerca de 10 mutirões de consultas e cirurgias eletivas nas mais diversas especialidades da medicina. A proposta do programa Mais MT Cirurgias é retomar os atendimentos eletivos na unidade e nas outras geridas pelo Estado visando ampliar o acesso da população aos procedimentos eletivos, visto que há uma grande demanda reprimida desde 2015.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

O melhor detergente é a luz do sol

Governo do Estado lamenta morte do mestre de capoeira e da cultura mato-grossense Jarbas Sokolowski

Publicados

em

 

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), lamenta a perda do mestre de capoeira Jarbas Sokolowski, que faleceu neste domingo (26.09), aos 51 anos, em Sorriso (MT).

Mestre Jarbas, como é conhecido, chegou a Mato Grosso em 2005, e desde então contribuiu fortemente para o fortalecimento da cultura e do esporte mato-grossenses por meio da capoeira.

Sua trajetória é marcada por inúmeros feitos em prol da preservação e da difusão da arte capoeirista em todo o Estado. Além de conquistar os primeiros títulos nacionais de capoeira representando Mato Grosso, mestre Jarbas resgatou grupos folclóricos de puxada-de-rede, maculelê, berimbaladas, apresentações teatrais e espetáculos de capoeira.

Jarbas atuou como Conselheiro de Estado de Cultura, presidente da Federação Mato-grossense de Capoeira, vice-presidente da Confederação Brasileira de Capoeira e membro do Departamento da International Capoeira Association (ICA). Também foi o primeiro representante do Estado premiado com a maior honraria para mestres de capoeira do planeta, o Prêmio Berimbau de Ouro, recebido em março de 2016, em Salvador (BA).

Leia Também:  CAIUBU CUHN: Cobrar muitos impostos dos mais pobres, enquanto se isenta algumas cobranças dos mais ricos é algo inaceitável.

Atualmente, Jarbas exercia o cargo de diretor do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Sorriso (Semec) e está sendo homenageado como mestre da cultura mato-grossense em projeto selecionado no edital da Secel-MT.

Representando toda a equipe da Secretaria Estadual, o secretário Beto Dois a Um expressa sua gratidão ao importante trabalho realizado por Mestre Jarbas, que fez dele uma personalidade da capoeira reconhecida dentro e fora do Brasil.

“Foi um choque receber essa triste notícia da morte de Mestre Jarbas. Nessa semana anterior ele ainda esteve na Secel protocolando projetos, conversando conosco e carregando tantos planos para a cultura de Sorriso e do Estado.  Sem dúvida, é uma grande perda para família, amigos e todos nós. Nosso consolo é saber que sua trajetória e contribuição não serão esquecidas, pois ficarão na história por meio do projeto aprovado no edital Conexão Mestres da Cultura, no qual tive a honra de dar um depoimento recentemente”, lamenta Beto.

A equipe da Secel externa ainda sentimentos de pesar e de solidariedade à família e amigos do Mestre Jarbas.

Leia Também:  SAÍTO, especulando quanto aos limites e possibilidades do conhecimento humano, nos apresenta ao pensamento do alemão Gottfried Wilhelm Leibniz que gostava de misturar física com filosofia e tratou das monadas, elementos que apontava como básicos e que comporiam todas as coisas
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA