(65) 99638-6107

CUIABÁ

É bem Mato Grosso

FAISSAL CALIL: Identifico óbices financeiros, culturais e comportamentais para o desenvolvimento de MT

Publicados

É bem Mato Grosso

Faissal


Quando menos é mais
Por Faissal Calil
 
O bem-estar social é o objetivo final e permanente do Poder Público. Metas intermediárias são impostas de acordo com as características de cada região.
Observando o cenário de Mato Grosso, cujo povo aprendi a amar e que me elegeu como um de seus representantes, identifico óbices financeiros, culturais e comportamentais para o desenvolvimento do Estado. Soma-se uma infraestrutura aquém do aceitável.
A escassez de recursos remete os responsáveis pela política econômica à pesquisa de fontes de arrecadação. Vem à baila o aumento de impostos, trazendo a inquietude e, até o desânimo dos empreendedores.
Estou convencido da possibilidade de atrair investimentos através de diálogos provocados pelo Executivo com a iniciativa privada. Depende da credibilidade no avanço regional, garantindo o retorno e abrindo novas oportunidades.
Esta captação pode superar qualquer acréscimo tributário. Além disso, o aumento de pessoal empregado e o capital circulando no âmbito estadual contribuem imediata e positivamente com os cofres públicos.
Ser o maior produtor de algodão, ter o maior rebanho e importar confecções e calçados, são exemplos, dentre outros, do que se pode aproveitar em movimentação de riqueza e geração de empregos. A citação de Juscelino Kubitschek em relação ao Brasil, também se aplica ao Estado: “Industrializar aceleradamente o país, transferir do exterior para nosso território as bases do desenvolvimento autônomo, fazer da indústria manufatureira o centro dinâmico das atividades econômicas nacionais”; – isso resumiria meu propósito, minha opinião.
Na otimização da infraestrutura mato-grossense infere-se concessões para exploração de linhas rodo-ferro-hidroviárias. No apoio às indústrias existentes e implantação de novas, incentivos fiscais são necessários. Cláusulas impondo às indústrias a manutenção de cursos profissionalizantes são bem-vindas. Iniciativas nestes sentidos contarão com meu apoio e dos que me ouvirem no Legislativo.
Faissal Calil é Deputado Estadual pelo PV e advogado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  SES divulgará boletim epidemiológico da Covid-19 somente às segundas-feiras

Propaganda
1 comentário

1 comentário

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

É bem Mato Grosso

Gefron recupera duas caminhonetes roubadas e prende três por roubo e um foragido da Justiça

Publicados

em

Equipes do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), que atuam na Operação Hórus-Vigia MT, prenderam nas últimas 24hs, em ações distintas, três suspeitos de roubos e um por tráfico de droga. Também recuperam duas caminhonetes tomadas em assaltos.

Dois dos presos estariam envolvidos em roubo, no qual as vítimas foram mantidas em cárcere privado, enquanto o outro detido dirigia um veículo roubado horas antes. O quarto suspeito era foragido da Justiça e estava com mandado de prisão em aberto por tráfico.

Na noite de sexta-feira (20.05), por volta das 20hs, na rodovia MT-265, próximo à fronteira Brasil-Bolívia, no município Porto Esperidião (326 km de Cuiabá), foi abordada uma caminhonete Fiat Strada e presos seus dois ocupantes. O veículo seguia em alta velocidade, supostamente com a intenção de cruzar a fronteira.

Enquanto revistava o veículo, os agentes receberam informações sobre um roubo corrido no município de Lambari d’Oeste, no qual as vítimas foram mantidas em cárcere privado. As características bateram com as da Fiat Strada e os dois homens receberam voz de prisão.

Leia Também:  PHILIP FEARNSIDE: Barragens transformam Amazônia em zona de sacrifício

Pouco antes, durante patrulhamento na zona rural de Figueirópolis d’Oeste (390 km de Cuiabá), outra equipe do Gefron apreendeu uma Hilux branca, uma arma de fogo (revólver calibre 38 com seis munições) e prendeu o condutor. Os policiais haviam recebido alerta sobre veículos roubados em municípios da região, entre os quais a caminhonete abordada.

Na BR-174, no município de Porto Esperidião, o condutor de veículo Gol ainda chegou a manobrar o veículo e tentou entrar em uma área de mata, próximo a ponte sobre o Rio Jauru, para fugir da abordagem policial, mas foi interceptado. A checagem de seu nome apontou um mandado de prisão em aberto por tráfico de droga.

Os presos e os produtos apreendidos foram levados para as delegacias da Polícia Judiciária Civil das respectivas regiões.  

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA