(65) 99638-6107

CUIABÁ

E no entanto é preciso cantar

Ao defender réus do Mensalão do PT, CUT se entrega a partidarização que deve ser repelida pelos militantes de sua base

Publicados

E no entanto é preciso cantar

Abaixo, transcrevo artigo do professor Rudá Ricci que fala por esta PAGINA DO E. A CUT, pelo jeito, vai de mal a pior. (EC)
Ato da CUT revela excessiva partidarização sindical
Por Rudá Ricci
Será correto a CUT realizar um ato público em função do julgamento do mensalão no STF?
Digamos que uma central sindical é uma organização política, no sentido de superar a agenda econômica, por aumento de salários (na linha da crítica de Marx e Lênin). Digamos até que seu papel seria o de criar um poder dual (na linha das propostas de Trotsky). Adotemos esta proposição sem crítica alguma.
Mesmo assim, o mensalão não parece ser um divisor de águas ideológico. Digamos que os acusados sejam caçados pelo STF (com “ç”). Mesmo assim. O julgamento criaria qual movimento classista ou anti-sindical? Pensemos que a sentença fosse desfavorável para dirigentes petistas, partido ao qual a CUT tem relações, digamos, fraternas. E digamos que que esta sentença desfavorável respingasse nas eleições de outubro.
Qual seria a ação sindical correta? Seria a desvinculação ou uso ideológico/eleitoral da sentença.
Mas se antecipar a um julgamento?
Não me lembro de reação desta natureza quando do julgamento dos assassinos da irmã Dorothy Stang. E ali havia, de fato, um julgamento marcado por conflito de classe.
Não entendo muito este ânimo do atual presidente da CUT, Vagner Freitas, em organizar manifestações de rua para defender os réus do mensalão. Afirma que não pode ser um julgamento político. Mas como medirá se foi ou não um  julgamento politico? Pelo resultado do julgamento? Ou pelos argumentos apresentados?
Sinceramente, avalio que o movimento sindical brasileiro está perigosamente escorregando para o período pré-64, denominado pela literatura especializada de “populista”. A CUT foi criada contra a correia de transmissão que os partidos faziam dos sindicatos. O número de sindicatos filiados era portfólio para impor sua força na agenda do Estado. Mas não apenas na agenda. É participação para-governamental. Alguns denominam de meso corporativismo. Não se trata de apenas gestão participativa. É mais. É indicação de secretário ou ministro, de controle de verbas públicas e assim por diante. E nem sempre se trata de interesse dos representados. Por exemplo: quando se recebe jeton (intransferível) para participar de um conselho.
Não teria algo de desvio neste discurso?
Rudá Ricci é sociológo e editor do blog DE ESQUERDA EM ESQUERDA

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  GOLPISMO NAS ESTRADAS: João Doria autoriza polícia a desfazer bloqueio de caminhoneiros à força em São Paulo

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

A vida como ela é

ALECIANE HAUER: O que você acha de agradecer pelo ano de 2020?

Publicados

em

Por

Gratidão 2020!!!

Por Aleciane Hauer

Há aproximadamente um ano, quando todos nós estávamos planejando como seriam as festas de fim de ano fizemos muitos planos para o futuro de 2020. 

Na época reclamamos muito de 2019!

Nós sempre reclamamos mais do que agradecemos, não é verdade?

Até que chegou o tão esperado ano de 2020.

Todo mundo com o coração cheio de esperanças em relação ao ano vindouro!

Que venha 2020!

Me surpreenda 2020!

Que 2020 seja melhor do que 2019! 

Que eu consiga realizar todos os meus desejos!

Esses eram os nossos pedidos…

Meu Deus! Quantos sonhos e planos! Quanta expectativa por um ano de número par – o ano de 2020…

E 2020 realmente nos surpreendeu…

Acabou sendo um ano ímpar, único…

Diferente de tudo que já vivemos e experienciamos até hoje.

Famílias separadas.

Avós adoecendo sem poder ver os netos crescerem.

Netos sem o carinho e afago dos avós.

Pai e mãe longe dos seus filhos.

Partidas sem despedidas.

Muito choro, tristeza, sem entendermos… Mas porque tão rápido?!

O isolamento social tornou-se uma demonstração de amor e empatia!

Sorrisos escondidos embaixo de máscaras.

Máscaras fazendo parte dos nossos acessórios do dia a dia.

Rostos cansados, machucados com marcas deixadas pelas máscaras.

Mãos aflitas, desesperadas, tensas, a procura de água, sabão e o famoso álcool gel.

Médicos e profissionais da saúde exaustos, buscando salvar o maior número de vidas, mesmo com tão pouco recursos.

Todos à espera de um verdadeiro milagre!

Cidades vazias, desertas, tristes, silenciosas.

Hospitais cheios.

Cemitérios lotados de ricos, pobres, velhos, jovens, crianças, negros, brancos, artistas famosos, anônimos, gente dos quatro cantos do mundo, indo todos para o mesmo lugar!

Um pesadelo! 

Parecendo um filme de terror!

Um vírus e milhões de sonhos cancelados, interrompidos.

Um vírus e milhões de vidas ceifadas.

Famílias destruídas, despedaçadas pela dor imensurável da perda dos seus entes amados.

Um vírus e milhões de expectativas trancadas em casa.

E você, qual lição tirou de tudo isso?

Se lembrou de agradecer por ter chegado até aqui? Por estar vivo?

Você parou para refletir que tudo que chega na nossa vida carrega um propósito?

Você entendeu a importância do agradecer?

Compreendeu que os minutos com as pessoas que amamos não tem preço?

Você entendeu que a cor da pele, raça, crença e situação econômico-social não faz diferença?

Você entendeu a importância de viver o hoje?

Você entendeu a importância de dizer EU TE AMO para quem você ama AGORA?

Você entendeu a importância de pedir perdão a quem você ofendeu e de perdoar quando foi ofendido?

Você sabia que muitas famílias não vão comemorar o Natal esse ano?

Você percebeu que é um grande privilegiado em ter a sua família reunida neste Natal?

Você entendeu o que significa GRATIDÃO?

GRATIDÃO É AGRADECER A DEUS POR CADA MINUTO VIVIDO!

GRATIDÃO É TER O ACONCHEGO DA FAMÍLIA.

É PODER RESPIRAR E SORRIR SEM MÁSCARAS

GRATIDÃO É PODER COMPARTILHAR UM ABRAÇO CALOROSO ENTRE AS PESSOAS.

GRATIDÃO É VIVER O HOJE INTENSAMENTE!

GRATIDÃO É VIVER EM PLENA HARMONIA!

Então o que você acha de agradecer pelo ano de 2020?

Vamos aproveitar mais cada minuto ao lado de quem a gente ama?

Vamos reclamar menos?

Vamos gastar mais nossa energia no que realmente importa?

Porque lembre-se: 

CADA MINUTO VALE MUITO!

CADA MINUTO IMPORTA!

A VIDA É MOVIMENTO!

NÃO DESPERDICE A OPORTUNIDADE DE UM NOVO RECOMEÇO A CADA DIA!

VIVA A VIDA!

E QUE SEJA HÁBITO AGRADECER O LINDO PRESENTE QUE É VIVER!

QUE DEUS NOS ABENÇOE!

Assim é! 

ALECIANE HAUER é escrivã da Polícia Judiciaria Civil do Estado de Mato Grosso

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ademir Brunetto sai em defesa de bandeiras históricas do PT e aponta mazelas do governo de Silval. Incapaz de responder às críticas que Brunetto levanta, ala adesista do PT escala o pelego Alexandre César para atacar deputado que fala em se livrar da canga
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA