Nesta quinta-feira, dia 21, representantes do Observatório Social do Brasil estarão no auditório da Famato, para conversar com os cidadãos cuiabanos voluntários que estão dispostos a criar o Observatório Social de Cuiabá. Acredito que, depois desta noite, o controle social será um conceito mais forte em nossa comunidade

observatorio social de cuiabá

Uma boa expectativa cerca a reunião de cidadãos e cidadãs livres que está sendo anunciada para a próxima quinta-feira, no auditório da Famato, em Cuiabá.

É mais uma daquelas articulações que acontecem via redes sociais. O convite que está circulando, diz, muito sinteticamente, o seguinte:

“O Observatório Social do Brasil (OSB) e a Comissão Organizadora, composta por voluntários ligados a entidades de diversos setores em Cuiabá e Mato Grosso, convidam para palestra sobre a proposta de criação do OBSERVATÓRIO SOCIAL DE CUIABÁ. Os palestrantes serão a Sra. Roni Enara, diretora executiva do OSB, e o Sr. Ney da Nóbrega Ribas, presidente do OS de Campos Gerais/PR.”

A reunião está marcada para começar às 19 horas, no auditório da Famato, na rua B esquina da rua 2, no Centro Político Administrativo.

Alguém há de indagar: O que é um Observatório Social (OS)? Os próprios voluntários que estão participando desta articulação, dão a dica: Observatório Social é um espaço para o exercício da cidadania, de caráter democrático e apartidário e que visa reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil e demais pessoas interessadas com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública em nosso País, a partir de uma atuação nos locais de moradia das pessoas, que são os municípios.

Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que se esforçar para transformar o seu direito de indignar-se com aquilo que identificam como uma irregularidade em uma atitude em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. Enfim, são empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Como funciona um Observatório Social?

Atuando como pessoa jurídica, em forma de associação, o Observatório Social prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos. Além disso, o Observatório Social atua em outras frentes, como: a educação fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade do cidadão acompanhar a aplicação dos recursos públicos gerados pelos impostos; trabalhando pela inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios, contribuindo para geração de emprego e redução da informalidade, bem como aumentando a concorrência e melhorando qualidade e preço nas compras públicas e trabalhando pela construção de Indicadores da Gestão Pública, com base na execução orçamentária e nos indicadores sociais do município,fazendo o comparativo com outras cidades de mesmo porte.A Rede OSB está presente em mais de 80 cidades, em 15 Estados brasileiros.

Essa rede cidadã já conta, atualmente, com cerca de 2 mil voluntários trabalhando pela causa da justiça social nos Observatórios Sociais pelo Brasil afora. Estima-se que, com a contribuição desses voluntários, já tenha se conseguido uma economia de mais de R$ 300 milhões para os cofres municipais a cada ano.

O mais importante, dizem os voluntários, é a nova cultura que está se formando: da participação do cidadão de olho no dinheiro público.

Quem se sentir interessado ou curioso diante da proposta do Observatório Social de Cuiabá, que comparece à sede da Famato, na próxima quinta-feira. E que a nova entidade popular contribua para que tenhamos uma Cuiabá melhor.

PARA MAIORES INFORMAÇÕES, ACESSAR PÁGINA DO OBSERVATÓRIO SOCIAL DE CUIABÁ NO FACEBOOK:

https://www.facebook.com/oscuiaba?fref=ts

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 189.59.52.29 - Responder

    Enock, foi maravilhoso o evento! Embora ainda tímido em termos de quantidade de participantes, cerca de 30 pessoas, houve muita qualidade na apresentação e nas entidades ali representadas. Um abraço e aguardem mais notícias!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

2 × dois =