Na crise, Sérgio Ricardo se mostra medroso e acovardado

No site “Hipernotícias”, editado pelo jornalista Kleber Lima, bastou uma notinha apenas para identificar a postura mesquinha adotada pelo jornalista, deputado estadual e lugar tenente do deputado Riva na Assembléia, o televisivo Sérgio Ricardo, durante esta crise da Secopa. Imaginem, no momento em que Éder Moraes tentou passar a rasteira na indicação da Assembléia, todos os caititus se levantaram unanimes dizendo que se existe uma boquinha nova no Tribunal de Contas, ela tem que ficar com um representante do Legislativo. Todo mundo sabe, até as pedras pelas ruas de Cuiabá, que essa vaga vinha sendo negociada para beneficiar o Sérgio Ricardo, depois que Gilmar Fabris se desgraçou no TRE. Mas ele se faz de desentendido, se esconde, como bem retrata o Hipernotícias. Ao mesmo tempo, imagino, fica torcendo para que as coisas clareiem para o seu lado, lá no templo dos marajás, que é o Tribunal de Contas. O assunto merece ser aprofundado e melhor investigado. Mas, no universo dos sites e da midia mato-grossenses, até que o Kleber Lima ousou muito, já que ousou ter opinião sobre as atitudes de um dos rapazes do Riva, nesta briga entre os rapazes do Riva.  Ou você já se esqueceu da atuação do Éder naquele episódio de Campo Verde? Éder sempre atuou à sombra de Riva, conseguindo, todavia, ser um caititu com maiores galardões. Fica faltando investigar se rolaram mesmo uns milhões nesta jogada. Veja abaixo a nota. (EC)

“Sergio Afinado”

Sergio Ricardo vai acabar ganhando o apelido entre seus pares de “Sergio Afinado” ou “Sergio Amarelado”. Foi só estourar o caso da sua ida para o TCE – nas circunstâncias já devidamente conhecidas – para o deputado tirar o dele da reta e dizer que nunca quis ir para o Tribunal. Nos corredores da AL até as cadeiras sabiam que Ricardo estava limpando as gavetas para a iminente mudança. Ao negar o interesse, mesmo com os esforços dos demais deputados para justificar sua ida, Sergio Ricardo, quando nada, demonstra que não é confiável – por amarelar na hora do aperto – e que talvez o melhor mesmo seja ceder a vaga de conselheiro um deputado mais firme e resoluto – inclusive e principalmente a que ocupa ou pretente ocupar na Mesa Diretora

 

Categorias:Cidadania

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.145.103.251 - Responder

    ESSA SAFADEZA TODA NÃO ACONTECERIA SE ESSES ORGÃOS INOPERANTES (tce, tcu) FOSSEM, DEVIDAMENTE, EXTINTOS. NÃO SERVEM PARA NADA A NAO SER, É CLARO, DE CABIDES DE EMPREGO PARA OS POLÍTICOS, IGUALMENTE, INOPERANTES E IGNORANTES. É UMA VERGONHA SE MANTER UMA ESTRUTURA DESSAS QUE NÃO SERVE PARA NADA. E MAIS VERGONHOSO AINDA SE MOSTROU COM ESSA DENUNCIA DE VENDA DE VAGA. ATÉ QUANDO, MEU DEUS, CONTINUAREMOS VIVENCIANDO TANTA CORRUPÇÃO?

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

18 − oito =