Movimentações da AE ameaçam candidatura própria do PT em Cuiabá

Desde a segunda-feira, dia 2 de junho, as principais lideranças petistas comprometidas com a defesa da candidatura própria do PT para a disputa da Prefeitura de Cuiabá estão surpresas e boquiabertas com a súbita mudança de atitude que estaria orientando o posicionamento dos militantes da AE – Articulação de Esquerda, que estariam preparando o sepultamento da candidatura de José Afonso Portocarrero para o próximo domingo, dia 8 de junho, atraiçoando a deliberação da militância petista que, por ampla maioria, nas prévias, definiu o nome de Portocarrero para prefeito.

A mudança de postura dos comandados da AE chocou a todos que participaram de reunião no escritório do candidato Portocarrero no inicio da noite da segunda-feira, dia 2, quando o próprio presidente do PT, Vilson Aguiar, que é uma das lideranças do AE, secundado por Afrânio Araújo, esposo da professora Verinha Araújo, ligado à corrente Movimento PT, anunciaram a disposição dos seus grupos de adotar a tese de aliança com o PR e, mais surpreendentemente ainda, anunciaram também a tese de troca da candidatura petista, na hipótese de se garantir uma posição para o PT na chapa majoritária, em Cuiabá.

Além de Vilson Aguiar e Afrânio Araújo, participaram da inusitada discussão, entre outros, o candidato José Afonso Portocarrero, o vereador Lúdio Cabral, a vereadora Enelinda Scala, o ex-deputado Gilney Vianna e os representantes da Unidade na Luta, Paulão e Nelson Borges.

A surpresa, que, repito, deixou a todos boquiabertos, vinha do fato público e notório de que é a AE – Articulação de Esquerda, o grupo que mais vinha insistindo no discurso de defesa da candidatura própria, inclusive anatematizando as demais correntes petistas que, no discurso dos seguidores de Jairo Rocha, sempre apareciam como "vacilões", petistas que estariam "vendendo" a candidatura de Portocarrero.  Surpresos e boquiabertos, todavia, as lideranças que participaram desta "Noite dos Cristais" petistas, trataram de calar as suas preocupações, acreditando na hipótese de que os militantes da Articulação de Esquerda, até o domingo, pudessem colocar a mão na consciência, refletir de forma mais partidária, e recuar na intenção de intenção de desestabilizar Portocarrero.

No entanto, uma nota divulgada na noite de ontem pelo saite Olhar Direto, revelou que a pretensão dos dirigentes da AE é séria. Ao ler a nota, ainda tive o cuidado de ligar para o saite para confirmar a origem da informação, já que não é novidade a plantação deste tipo de informação, inclusive no espaço privilegiado do Olhar Direto. Tive a confirmação, todavia, que a origem da informação eram os próprios dirigentes da AE. Vejam o que divulgou o saite de Marcos Countinho, exatamente às 20h15(e continua lá para que qualquer um confira) :

Posicionamento

Líderes do grupo Articulação de Esquerda, do PT, está (sic) reunido nesta noite para tomar um novo posicionamento em relação ao pré-candidato do partido à prefeitura de Cuiabá, José Portocarrero. Eles devem convocar uma reunião envolvendo delegados do partido para o próximo sábado. Até então, Portocarrero tinha o apoio dos correligionários daquela ala para manter a pré-candidatura

A nota divulgada pela AE, através do Olhar Direto, além de romper com o silencio pactuado na reunião de segunda-feira, ao que tudo indica, é a corporificação da guinada contra a deliberação das prévias, contra a candidatura de Portocarrero, contra a candidatura própria do PT

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

um + dezesseis =