Mahon cobra atuação do MP na crise da Secopa

MP tem que investigar ameaças de Éder, diz advogado

O advogado criminalista Eduardo Mahon, declarou em entrevista concedida à Rádio CBN Cuiabá – AM 590 nesta quarta-feira (18), que o Ministério Público Estadual tem o dever de abrir procedimento investigatório para investigar as declarações dadas pelo ex-secretário da Copa, Éder Moraes.

“O Ministério Público deve abrir um procedimento. Abrindo esse procedimento, deve chamar o dono do jornal Circuito de Mato Grosso, Éder Moraes, o conselheiro Alencar Soares, o deputado Sérgio Ricardo, para esclarecer esse episódio da venda de vagas no Tribunal de Contas do Estado”.

As informações publicadas pelo jornal Circuito de Mato Grosso, afirmando que estaria havendo no TCE uma negociação de R$ 12 milhões para que Sérgio Ricardo assumisse a vaga de Alencar Soares foi atribuída a Éder Moraes e foi o que motivou a demissão dele do cargo.

Ao se ver acuado, Éder Moraes disse também em entrevista concedida ao jornal do Meio Dia, da TV Record, que “tubarões que mamam nas tetas do governo” estariam incomodados com a sua gestão e por isso estariam fazendo uma campanha velada pela sua demissão.

O advogado avalia que essas denúncias de que existem tubarões mamando nas tetas do governo também devem ser alvo de investigação do Ministério Público.

“O Ministério Público precisa apurar. Houve declaração dizendo que há crime, pressão cometida por tubarões. O senhor Éder precisa dizer quem está mamando, de que maneira, precisa nominar as pessoas, declarar quem é. Não é possível veicular em Mato Grosso uma notícia como essa e não haver investigação”.

Eduardo Mahon ainda cobrou um posicionamento do governador Silval Barbosa (PMDB) diante das declarações de Éder.“O governador, se tivesse um mínino de coerência, colocaria Éder na parede e o faria dizer quem estava o pressionando, quem são os tubarões, quais crimes foram cometidos, quais foram os fatos e ingerências contra as quais se deparou. É preciso colocar os pingos nos is. Se há ingerências políticas de tubarões, o cidadão quer saber quem é quem”.

FONTE PNB ON LINE

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 187.123.18.234 - Responder

    É o governador tem peito para isso, e aquele tal de rabo preso, nessa hora pesa!

    • - IP 189.59.40.188 - Responder

      Excelente o posicionamento do advogado. Parabéns!

  2. - IP 184.105.146.13 - Responder

    Uai Sô…esse devogado num era aquele que escrevinhava todo dia um artigo desdizendo as investigação dos ministério púbrico quando era contra os criente dele? Que num podia investigá, num podia grampiá nem com ordi de juiz, num podia quebrá sigilo di conta, num podia usá notícia de jorná pra abri investigação, tudo isso era contra o tar estadu democrático de direito…num to intendo mais nada….

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quatro × um =