Lucimar se distancia mais de Wallace: 41 a 24%

Democrata é líder na pesquisa Ibope com 41% da intenção de votos, enquanto o deputado estadual teve queda de 2 pontos, ficando com 24%

Ex-primeira-dama subiu 5 pontos neste último levantamento, com Wallace em segundo e Tião da Zaeli em terceiro

A candidatura de Lucimar Campos tem maior aceitação entre as mulheres. Quarenta e quatro em cada 100 delas disseram votar na ex-primeira-dama. Já no eleitorado masculino Lucimar tem a preferência de 37%.

DIÁRIO DE CUIABÁ

A ex-primeira-dama de Mato Grosso, Lucimar Campos (DEM), consolida sua tendência de crescimento na corrida pela prefeitura de Várzea Grande. A terceira rodada da pesquisa Ibope, realizada entre 27 e 30 de julho, mostra que ela ampliou a vantagem sobre os adversários.

Os dados do instituto carioca mostram que Lucimar avançou cinco pontos percentuais desde a pesquisa anterior, realizada entre os dias 23 e 26 de junho. Ela saiu de 36% da preferência para 41%.

O segundo colocado nas intenções de voto é o deputado estadual Wallace Guimarães (PMDB), que oscilou dois pontos para baixo entre uma pesquisa e outra, caindo de 26% para 24%. Já o prefeito Tião da Zaeli (PSD) foi de 9% para 10%.

Os outros dois candidatos – Edson Ribeiro (PPL) e Miltão (Psol) – aparecem com 1% cada. Oito por cento disseram votar em branco ou nulo e 16% não sabem ou não responderam. Ribeiro teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral, mas seu nome foi incluído na lista.

Estes dados se referem à pesquisa na modalidade estimulada, em que o eleitor é apresentado a um cartão com os nomes dos candidatos e instado a apontar em qual deles votaria se a eleição fosse hoje. O pleito ocorre em 7 de outubro.

Os entrevistadores ouviram 406 pessoas de 16 anos ou mais. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa, encomendada pelo Diário, está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo 99994/2012.

A análise mostra que, desde o início da campanha, Lucimar avançou basicamente sobre o eleitorado de Wallace Guimarães. Na primeira pesquisa Ibope, realizada entre 1º e 3 de junho, o deputado estadual tinha 31% das intenções de voto, contra 30% da esposa do senador Jayme Campos (DEM). Desde então, ele caiu 7 pontos percentuais, enquanto ela cresceu 11. No mesmo período, o prefeito Tião da Zaeli foi de 6% para 10%.

Na modalidade espontânea, em que o eleitor responde à pergunta sobre em quem votaria se a eleição fosse hoje, Lucimar mantém ampla vantagem, numa indicação de que o interesse em votar nela está mais consolidado.

Se a eleição fosse hoje, conforme a pesquisa espontânea, Lucimar teria 26% dos votos, contra 10% de Wallace e 6% de Tião da Zaeli. Quarenta e oito por cento disseram não saber ou não responderam à pergunta. Brancos e nulos totalizam 9%.

A candidatura de Lucimar Campos tem maior aceitação entre as mulheres. Quarenta e quatro em cada 100 delas disseram votar na ex-primeira-dama. Já no eleitorado masculino Lucimar tem a preferência de 37%.

Situação inversa vivida pelos dois principais adversários, que apresentam melhor desempenho entre os homens. Wallace, por exemplo, tem 26% do eleitorado masculino e 22% do feminino. Tião tem 11% e 9%, respectivamente.

—————-

Com patrimônio de R$ 31 milhões, Lucimar gasta R$ 1 milhão do próprio bolso

A candidata à Prefeitura de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos (DEM), lidera o ranking dos que mais investiram recursos próprios na campanha, se sobressaindo inclusive sobre os postulantes de Cuiabá. Declarou R$ 1,15 milhão de receita na primeira parcial de gastos apresentada junto à Justiça Eleitoral, na quinta-feira.

Estimativa de gastos dela é de até R$ 3,55 milhões. O prefeito Tião da Zaeli (PSD), com balanço que arrecadou R$ 689 mil.

Previsão de gastos do gestor é de até R$ 4 milhões. O dinheiro para as despesas de Lucimar e de Zaeli, foram doados por eles mesmos para as respectivas campanhas.

Em Várzea Grande, o candidato Walace Guimarães (PMDB) disse que sua receita aproximada foi de R$ 50 mil. Ele estimou despesas de campanha de atÉ R$ 3,6 milhões.

No município, Edson Ribeiro (PPL), explicou que não apresentou parcial de gastos de campanha porque atravessa problemas sobre documentação relacionada ao comitê financeiro. Mas antecipou que todos os gastos irão constar na segunda parcial, lembrando que não contabilizou doações até agora. O candidato do PPL possui estimativa de gastos de até R$ 1 milhão.

Candidato em Várzea Grande, Milton Oliveira (Psol) não foi localizado.

FONTE O DOCUMENTO

Categorias:Jogo do Poder

5 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 201.47.152.94 - Responder

    Povo de VG não cai mas nesse conto do vigário ou otário, lembram do Maksues Leite, aquele candidato a prefeito e o Julio Campos (cunhado da milionária Lucimar) comprou sua candidatura? O feitiço virou contra o feitiçeiro. Povo daqui não é igual a “porco, que é só bater no cocho, vem correndo com fome pra comer” dizem que os campos só pra comprar um candidato concorrente a prefeito o 3º na colocação estão pagando 5 milhões pra ele fazer corpo mole, já que desistir fica muito na cara e o povo não é besta.Walace vai ganhar esta eleição nocorpo a corpo como povão, já a milionária só vive de festas de cristais importados “bacará” chamanhe francesa, porcelana chinesa etc…Acorda povão vamos acabar com 60 anos da dinastia do seu fiote dos CAMPOS EM VG.

  2. - IP 189.59.69.195 - Responder

    Pesquisa de encomenda do Diário de Cuiabá não tem credibilidade. Vale lembrar que além de sempre ser vinculado com os Campos, do Iris fazia parte da LARAL (Liga da Amigas Ridículas da Lucimar).

    • - IP 189.59.69.195 - Responder

      Onde se le “Do Iris” leia-se Dona Iris.

  3. - IP 177.17.200.10 - Responder

    Putz! Ainda bem que não moro do lado de lá. Lá só dá nêgo ruim de candidato. Um pior que o outro. Se bem que não está tão diferente do lado de cá. Parece-me que o povo gosta de pão, circo e sofrimento. O sofrimento faz o povo se lamentar com legitimidade e ter esperança de mudar. Mudar?

  4. - IP 177.157.98.249 - Responder

    sera se esse suposto jornalista não tem a certeza de que estamos em outra época chega de tanta fofoca com o nome das pessoas

Deixe uma resposta para Octávio do bem    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

2 × dois =