Livro autobiográfico do jornalista Eduardo Gomes, que documenta 44 anos de reportagens em Mato Grosso, será lançado nesta terça (16). “O conteúdo desta publicação não tem pretensão estatística nem a ousadia de se apresentar como registro histórico. Tratam-se apenas de anotações de um repórter sem convívio social com a elite e afastado das fontes do poder em sua amplitude”, escreve o autor, no preâmbulo da obra

O jornalista Eduardo Gomes e seu livro biográfico, "44"

O jornalista Eduardo Gomes e seu livro biográfico, “44”

BRIGADEIRO ESCRITOR

Jornalista lança livro sobre fatos do estado de Mato Grosso

DO JORNAL A TRIBUNA, de Rondonópolis

O jornalista Eduardo Gomes de Andrade, o “Brigadeiro”, está lançando o Livro 44, expondo fatos importantes e interessantes ocorridos em Mato Grosso após o dia 10 de maio de 1970. A publicação, portanto, é uma rica narrativa da visão do jornalista acerca do estado de Mato Grosso ao longo dos últimos 44 anos.

Atualmente, Eduardo Gomes é jornalista e editor da revista quinzenal MTAqui e de seu site na internet. Em sua trajetória em Mato Grosso, foi jornalista em Rondonópolis, tendo trabalhado no Jornal A TRIBUNA. Inclusive, Rondonópolis aparece com destaque na publicação, relembrando períodos marcantes do município.

Eduardo Gomes, como exímio narrador, inicia a publicação contando sua chegada ao estado de Mato Grosso, a partir da BR-364, em Alto Araguaia, incluindo no caminho Rondonópolis, à época cidade pequena e empoeirada. “A trajetória, onde fui espectador dos fatos ao longo desse período, é o tema deste livro, no qual conto que virei e revirei Mato Grosso pelo avesso atrás da notícia, em busca dos fatos”, externa no preâmbulo do livro.

Alguns fatos narrados tiveram início antes de 1970 e prosseguiram após esse marco temporal; nesses casos, o livro retroage para facilitar o entendimento com sua contextualização. “Tento botar no papel o que vi ao longo desse período, concentrando-me, do ponto de vista geográfico, exclusivamente na área remanescente à divisão territorial para a criação de Mato Grosso do Sul. O conteúdo desta publicação não tem pretensão estatística nem a ousadia de se apresentar como registro histórico. Tratam-se apenas de anotações de um repórter sem convívio social com a elite e afastado das fontes do poder em sua amplitude”, escreve.

Conforme Eduardo Gomes, o Livro 44 não tem apoio de leis de incentivo cultural nem patrocínio. A publicação está sendo entregue inicialmente àqueles que efetivaram antecipadamente a compra nos diversos municípios de Mato Grosso. A partir desta semana, especificamente nesta terça-feira (16), as principais bancas e livrarias de Cuiabá o terão para venda.

Os interessados em adquirir o Livro 44 podem manter contato diretamente com seu autor através do telefone é 65 9982-1191 ou do e-mail pra contato é [email protected]

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

9 − sete =