(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

Márcio Vidal abriu mão da presidência do TJ

Publicados

Brasil, mostra tua cara

 

Com muita tranquilidade, Márcio Vidal - filho do desembargador José Vidal, que presidiu o TJMT - entende que já ocupa o cargo mais importante que é ser desembargador e compor o Pleno do Tribunal.


DOIS MANDATOS CONSECUTIVOS
Vidal opta por não presidir o TJ em sua carreira
Antonielle Costa
Eleito para continuar no Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça de Mato Grosso por mais um biênio, desta vez como vice-presidente, o desembargador Márcio Vidal não poderá concorrer a mais nenhum cargo e consequentemente não irá presidir o TJ.
A legislação determina que um magistrado não pode ocupar funções de diretoria por dois mandatos consecutivos e hoje Vidal é corregedor-geral de Justiça. No dia 1º de março, ele toma possa como vice-presidente do tribunal e comandar a instituição deixa de ser possível de acordo com as leis atuais.
Ao Mato Grosso Notícias, Vidal explicou os motivos que levaram a tomar essa decisão.
“Sempre tenho comigo que seja profissionalmente ou na sua vida particular, as coisas devem ocorrer naturalmente. Surgiu a oportunidade e sempre pensei que quando isso acontecesse não iria escolher por esse ou aquele cargo. Ao meu juízo não tem diferença de cargo de presidente, vice ou corregedor, pois entendo que todos são de grande responsabilidade na direção do tribunal”, afirmou.
O magistrado destacou ainda que em sua carreira nunca sonhou em ser presidente do TJ – cargo ápice na carreira da magistratura, diferente de muito outros de seus pares. Ele entende que já ocupa o cargo mais importante que é ser desembargador e compor o Pleno do Tribunal.
“Não tem mais ou menos, por isso nunca sonhei em ser presidente para ter uma fotografia no espaço da galeria. O importante antes de exercer qualquer cargo é que você o faça com responsabilidade e eficiência. O cargo de desembargador que já exerço a meu ver é o mais importante”, disse.
Questionado se frente ao comando do TJ não poderia contribuir ainda mais para uma justiça célere e eficiente, ele rebateu e afirmou que isso não faz diferença.
“Posso contribuir com os jurisdicionados mesmo estando em uma câmara isolada e julgando com eficiência. Desde que vim para o TJ e isso faz oito anos sempre apresentei projetos institucionais independente de exercer cargo. Não vamos parar de apresentar essas propostas e para isso não precisamos de cargo de direção, podendo ser feito por qualquer membro do tribunal”, destacou.
Vice-presidência
Sobre o papel que vai desempenhar na vice-presidência, a partir do dia 1º de março, Vidal afirmou que já vem desenvolvendo projetos para informatizar o setor.
Além disso, ele destacou que está pronto para atender quaisquer papel que o presidente eleito, desembargador Orlando Perri, possa lhe designar.
fonte MATO GROSSO NOTICIAS

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Brasil oferece apoio da Petrobras à exploração de petróleo no Suriname

Propaganda
5 Comentários

5 Comments

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Roberto Jefferson registra candidatura à Presidência no TSE

Publicados

em

O ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) apresentou hoje (12) registro de candidatura à Presidência da República no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A chapa terá Padre Kelmon, do mesmo partido, como candidato à vice-presidente.

Jefferson declarou à Justiça Eleitoral lista de bens avaliados em R$ 745 mil – valor investido em aplicações financeiras. Kelmon declarou R$ 8,5 mil aplicados em caderneta de poupança.

Na proposta de governo enviada ao TSE, a chapa defende a liberdade como princípio fundamental, direito à legítima defesa, ao porte de arma de fogo, a criminalização da “cristofobia”, o agravamento da pedofilia como crime hediondo e a proibição da legalização, venda e cultivo da maconha.

Na educação, os candidatos defendem a remuneração digna aos professores, ensino universitário gratuito, mas reembolsado pelos formados, e a erradicação do analfabetismo.

No meio-ambiente, propõe a exploração racional dos recursos naturais e equilíbrio entre desenvolvimento econômico e proteção à natureza.

Até o momento, o TSE recebeu 11 pedidos de registros de candidatura à Presidência. Para os cargos de deputado estadual, federal, distrital, senador e governador, o registro é realizado nos tribunais regionais eleitorais.

Leia Também:  Julian Assange conversa com pensadores Noam Chomsky e Tariq Ali sobre a crise internacional. ”A democracia é como uma concha vazia, e é isso que está revoltando a juventude, ela sente que faça o que fizer, vote em quem votar, nada vai mudar. Daí todos esses protestos”, explica Tariq Ali.

O pedido de registro é uma formalidade necessária para que a Justiça Eleitoral possa verificar se os candidatos têm alguma restrição legal e não podem concorrer às eleições de outubro.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Política Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA