(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

Associação Juízes para Democracia cobra ação do MPF contra Bolsonaro.LEIA

Publicados

Brasil, mostra tua cara

Juíza Valdete Souto Severo, atual presidente da Associação Juízes pela Democracia


A Associação Juízes para a Democracia (AJD) entrou com uma representação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Procuradoria-Geral da República nesta terça-feira (26).
O documento critica a atuação do governo federal no combate à epidemia da Covid-19, classificando a condução da crise pelo presidente Bolsonaro de “desastrosa”. A entidade se baseará nos artigos 132, 257 e 268 do Código Penal.
“Na contramão da recomendação da OMS de adoção, pelos países, de ‘uma estratégia integral e combinada para prevenir infecções, salvar vidas e minimizar o impacto’ da crise, sua condução no Brasil, pelo atual ocupante do cargo de Presidente da República, tem ocorrido de maneira desastrosa”, diz o texto.
A associação também critica a “mais completa omissão do ocupante do cargo de Presidente da República” em solucionar o colapso do sistema de saúde na cidade de Manaus (AM).
“No dia 28/12/2020, Jair Bolsonaro, mesmo diante do prognóstico de agravamento da situação no Amazonas, declarou que ‘Nós não aguentamos mais o lockdown, mais medidas restritivas que quebram a economia’, enfatizando que ‘em Manaus o povo ignorou o decreto do governador’. No dia 29/12/2020, a cidade de Manaus bateu recorde de internações por Covid-19 desde o início da pandemia”, segue o texto.
“Paralelamente, perante a mais completa omissão do ocupante do cargo de Presidente da República, outros atores trabalhavam para a mitigação do problema, como artistas e o governo da Venezuela. No entanto, esse auxílio foi ironizado por Jair Bolsonaro”, continua o texto.
FONTE FOLHA DE PERNAMBUCO

Leia Também:  Por manter escolas abertas, deputado do PSOL pede ao MP ação contra secretário de Educação de S.Paulo. “Está com mãos manchadas de sangue”, diz Giannazi sobre Rossieli Soares. LEIA PEDIDO

Associação Juízes para Democracia cobra ação do MPF contra Bolsonaro by Enock Cavalcanti on Scribd

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Brasil deve mostrar que rejeita “aventuras autoritárias”, diz ministro

Publicados

em

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, disse hoje (17) que o que ocorre no Brasil serve como vitrine para a comunidade global, e que o país tem obrigação de mostrar que não aceita mais aventuras autoritárias.

“Somos hoje uma vitrine para os analistas internacionais, e cabe à sociedade brasileira garantir que levaremos aos nossos vizinhos uma mensagem de estabilidade, de paz e de segurança, e que o Brasil não mais aquiesce a aventuras autoritárias”, disse Fachin.

A declaração foi dada durante abertura do evento Democracia e Eleições na América Latina, na sede do TSE, em Brasília. Fachin disse que o Brasil não está alheio ao que acontece em outros países, e que o acontece aqui também exerce influência nos rumos internacionais.

O presidente do TSE lembrou casos recentes de ataques a instituições democráticas — como a invasão ao Capitólio, nos EUA e ataques a autoridades eleitorais no México, Peru e Equador — e afirmou que o Brasil deve considerar esses episódios como um alerta do que não pode ser tolerado.

Leia Também:  Juiz Alonso Beltrame Jr condena desembargador Eduardo Siqueira a pagar 20 mil a guarda chamado de ‘analfabeto’. LEIA DECISÃO

Fachin anunciou ainda parceria com o professor Daniel Zovatto, do Instituto Internacional para Democracia e Assistência Eleitoral (Idea Internacional), para trazer ao Brasil observadores eleitorais europeus, além de outros já confirmados pela Organização dos Estados Americanos (OEA) e pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), entre outros.

Edição: Nádia Franco

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA