(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

Que horror, senhor Dóia! Água servida no Detran-MT tem coliformes, afirma Sinetran-MT

Publicados

Brasil, mostra tua cara

A água está contaminada e, de acordo com a sindicalista Veneranda Acosta, cabe ao Detran, que é comandado em Mato Grosso por Teodoro Lpes, o Doia, tomar as devidas providências para resolver e acabar com a ameaça contra servidores e cidadãos que procuram a sede da repartição, em Cuiabá


Após receber reclamações de alguns servidores que teriam passado mal depois de consumir a água que está sendo servida no Detran-MT, o Sindicato dos Servidores do Detran-MT (Sinetran-MT) contratou um laboratório especializado em análises e constatou que ela está contaminada com coliformes.
“O índice de contaminação está em 117 a cada 100 ml,  o que mostra que não atende ao padrão microbiológico para água de consumo humano. É muito sério essa situação, pois além dos servidores, a água também é consumida por todos os contribuintes que vão em busca dos serviços do Detran-MT em todo o Estado”, afirmou Veneranda Acosta, presidente do Sinetran-MT.
Segundo ela, a empresa de água licitada pela SAD tem que ser utilizada em todos os órgãos do Estado, o que requer um cuidado maior por parte daquela Secretaria. “Ao meu ver, a SAD deve submeter a água comprada à análises periódicas num laboratório de referência, pois essa água reflete diretamente na saúde dos servidores”, completa Veneranda.
A água foi coletada de um garrafão no Detran no dia 5 de novembro e na amostra foi encontrado Coliformes Totais, o que para consumo humano recomenda-se desinfecção antes do consumo, conforme a Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde, pois pode causar diarréia, náuseas e dores estomacais.
Veneranda já encaminhou um ofício notificando o Detran-MT da água contaminada para que seja trocada imediatamente e seja também comunicado o fato a SAD. “Não sabemos se a contaminação é diretamente da água ou se é por falta de medidas de higiene na manipulação do garrafão ou até mesmo dos bebedouros, o fato é que a água está contaminada e cabe ao Detran tomar as devidas providências para resolver o problema definitivamente.”
fonte SINETRAN MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  JANIO DE FREITAS: "Este país precisa desesperadamente voltar a crescer para dissolução das demais necessidades"

Propaganda
5 Comentários

5 Comments

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Governo libera mais R$ 418 milhões para rodovias atingidas por chuvas

Publicados

em


O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, editou medida provisória (MP) nesta quinta-feira (20) que abre crédito extraordinário no valor de R$ 418 milhões para o Ministério da Infraestrutura. Os recursos serão usados a recuperação de rodovias atingidas pelas chuvas em 14 estados: Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Tocantins.

No fim de dezembro, o governo federal liberou R$ 200 milhões para a recuperação de rodovias em diversos estados, principalmente Bahia e Minas Gerais, que registram, até agora, a maior extensão de estradas danificadas. 

O próprio presidente Jair Bolsonaro, que está em visita oficial ao Suriname, anunciou a liberação dos recursos durante sua live semanal, transmitida pelas redes sociais. De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que também participou da live, o governo mapeou a maior parte das rodovias danificadas pelas chuvas e enchentes ocorridas nas últimas semanas. 

“Já mapeamos todas as situações, temos contratos para a maioria dessas situações. E aquelas que não temos [contrato] estamos na fase final para estabelecer essa contratação. Alguns problemas são mais simples de resolver e vão levar aí umas 48 horas, mas outros são mais complexos e podem levar algumas semanas”, disse o ministro. 

Leia Também:  Temer fez campanha pra Lúdio em jatinho pago por empreiteira

Desenvolvimento Regional

Outra medida provisória editada nesta quinta-feira abre crédito extraordinário de R$ 550 milhões para ações do Ministério do Desenvolvimento Regional no enfrentamento das consequências das fortes chuvas e também no apoio a estados que vem sofrendo com a seca na Região Sul do país.

Segundo o governo federal, esse crédito vai atender despesas relacionadas a socorro, assistência às vítimas, fornecimento de água potável, cestas básicas, material de higiene e limpeza, combustível e dormitórios e colchões para os desabrigados. Também serão usados no apoio aéreo para o resgate da população atingida, transporte de medicamentos e equipamentos e restabelecimento de serviços essenciais, tendo em vista que muitas áreas ainda estão isoladas.
    
Já em relação à estiagem na Região Sul, o crédito será direcionado para a aquisição de cestas básicas, locação de carros-pipa, gastos com combustível, entre outras medidas.

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA