(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

JABÁ PARA A IMPRENSA – PPS quer saber quanto Secom de Silval e Carlos Rayel está gastando com divulgacão da Copa

Publicados

Brasil, mostra tua cara

Diogo Sachs, do PPS, cobra de Silval e Rayel transparencia quanto aos gastos generosos que o Governo do Estado vem fazendo com a publicidade em torno da Copa de 2014


O advogado Diogo Sachs, que preside a comissão provisória do PPS de Cuiabá, protocolou na tarde desta quinta-feira, dia 18, junto à Secom (Secretaria de Estado de Comunicação) um requerimento no qual cobra informações dos gastos com publicidade e propagando feitos pela respectiva pasta em nome da Secopa (Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo Fifa 2014) e a extinta Agecopa (Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo)  para fazer a divulgação das obras, como o VLT as trincheiras e outras ações preparatórias para a Copa do Mundo  de 2014.
Ele explica que o objetivo do requerimento é tornar mais transparentes os gastos do Estado com comunicação e divulgação das ações visando a realização dos jogos da Copa do Mundo de 2014 na capital mato-grossense.  “Qualquer cidadão brasileiro tem o direito e a legitimidade de requisitar informações da administração pública acerca das atividades e procedimentos. Inclusive saber onde foi gasto o dinheiro público”, assinalou o advogado.
Diogo destaca que em novembro de 2009 foi anunciado no Diário Oficial do Estado pela Secom o resultado da concorrência pública para apurar as agências de publicidades que prestariam serviços ao Estado, sendo vencedoras as seguintes empresas, Casa D’Ideias, Mercatto e DMD. De lá para cá, o contrato estimado inicialmente em R$ 39 milhões no período de um ano sofreu diversos aditamentos. Por último, em maio deste ano mais um aditamento no contrato fora feito desta vez sem ao menos dizer ao público qual o referido valor.
“Essas alterações no contrato, bem como o incremento de 25% determinado pela SECOM no importe de R$ 9.750.000,00 (nove milhões e setecentos e cinquenta mil) para atender exclusivamente a AGECOPA em 02 de junho de 2010 sem maiores fundamentações, cuja conta publicitária é hoje gerida pela DMD Associados Assessoria e Propaganda, por conta de termo de adesão 004/2012/SECOPA, são entre outros, os motivos de nossa inquietação e que nos levou a já requerer essas informações, mas que nos foram negadas pelo então presidente da Agecopa, Eder Moraes. Por isso, convicto da boa-fé dos novos gestores da Secom, espero receber as devidas respostas aos pedidos solicitados”, ressalta Diogo.

Diogo Egidio Sachs, advogado e presidente do PPS em Cuiabá


CLIQUE NO DESTAQUE ABAIXO E CONFIRA INTEIRO TEOR DA COBRANÇA DO PPS A SECOM DO GOVERNO SILVAL
PAGINA DO E PPS – Pedido de Informação Secom de Carlos Rayel
Leia Também:  Meraldo tem que devolver mais de 25 mil aos cofres da Prefeitura de Acorizal, determina Tribunal de Contas, acatando voto do conselheiro João Batista Camargo. LEIA O VOTO

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
2 Comentários

2 Comments

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Presidente visita Salão de Avicultura e Suinocultura em São Paulo

Publicados

em

O presidente Jair Bolsonaro participou, nesta terça-feira (9), da abertura do Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura, no complexo do Anhembi, zona norte paulistana.

Em discurso, o presidente lembrou medidas do governo federal no setor, como as negociações com a Rússia para fornecimento de fertilizantes ao Brasil. “Quando vimos no Brasil a possibilidade de faltar fertilizante, fomos à Rússia. Mesmo com pesadas críticas de grande parte da mídia, inclusive o mundo, contra a nossa ida à Rússia”, disse.

Boslonaro e o presidente russo, Vladimir Putin, mantiveram encontro, em fevereiro deste ano, e um dos principais assuntos foi o fornecimento de fertilizantes agrícolas ao Brasil.

Segundo o presidente, a expectativa agora é que a Rússia também forneça óleo diesel ao Brasil. “Chegaram os fertilizantes. Agora, estamos negociando também óleo diesel para o nosso Brasil”, disse.

Em julho, durante uma visita à sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York (Estados Unidos), o ministro das Relações Exteriores, Carlos Franca, disse que negociava com os russos o fornecimento do combustível, especialmente para o agronegócio.

Leia Também:  MIGUEL DO ROSÁRIO: O Globo se lança no inútil esforço para destruir um mito. Culpar o ex-presidente Lula por malfeitos de mequetrefes de terceiro escalão é apenas uma tentativa canhestra (a trilionésima) de lhe enfraquecer politicamente. Confira o agrupamento de imbecilidades divulgado por Ricardo Noblat

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Política Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA