(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

JABÁ PARA A IMPRENSA – PPS quer saber quanto Secom de Silval e Carlos Rayel está gastando com divulgacão da Copa

Publicados

Brasil, mostra tua cara

Diogo Sachs, do PPS, cobra de Silval e Rayel transparencia quanto aos gastos generosos que o Governo do Estado vem fazendo com a publicidade em torno da Copa de 2014


O advogado Diogo Sachs, que preside a comissão provisória do PPS de Cuiabá, protocolou na tarde desta quinta-feira, dia 18, junto à Secom (Secretaria de Estado de Comunicação) um requerimento no qual cobra informações dos gastos com publicidade e propagando feitos pela respectiva pasta em nome da Secopa (Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo Fifa 2014) e a extinta Agecopa (Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo)  para fazer a divulgação das obras, como o VLT as trincheiras e outras ações preparatórias para a Copa do Mundo  de 2014.
Ele explica que o objetivo do requerimento é tornar mais transparentes os gastos do Estado com comunicação e divulgação das ações visando a realização dos jogos da Copa do Mundo de 2014 na capital mato-grossense.  “Qualquer cidadão brasileiro tem o direito e a legitimidade de requisitar informações da administração pública acerca das atividades e procedimentos. Inclusive saber onde foi gasto o dinheiro público”, assinalou o advogado.
Diogo destaca que em novembro de 2009 foi anunciado no Diário Oficial do Estado pela Secom o resultado da concorrência pública para apurar as agências de publicidades que prestariam serviços ao Estado, sendo vencedoras as seguintes empresas, Casa D’Ideias, Mercatto e DMD. De lá para cá, o contrato estimado inicialmente em R$ 39 milhões no período de um ano sofreu diversos aditamentos. Por último, em maio deste ano mais um aditamento no contrato fora feito desta vez sem ao menos dizer ao público qual o referido valor.
“Essas alterações no contrato, bem como o incremento de 25% determinado pela SECOM no importe de R$ 9.750.000,00 (nove milhões e setecentos e cinquenta mil) para atender exclusivamente a AGECOPA em 02 de junho de 2010 sem maiores fundamentações, cuja conta publicitária é hoje gerida pela DMD Associados Assessoria e Propaganda, por conta de termo de adesão 004/2012/SECOPA, são entre outros, os motivos de nossa inquietação e que nos levou a já requerer essas informações, mas que nos foram negadas pelo então presidente da Agecopa, Eder Moraes. Por isso, convicto da boa-fé dos novos gestores da Secom, espero receber as devidas respostas aos pedidos solicitados”, ressalta Diogo.

Diogo Egidio Sachs, advogado e presidente do PPS em Cuiabá


CLIQUE NO DESTAQUE ABAIXO E CONFIRA INTEIRO TEOR DA COBRANÇA DO PPS A SECOM DO GOVERNO SILVAL
PAGINA DO E PPS – Pedido de Informação Secom de Carlos Rayel
Leia Também:  ADVOGADO NAIME MARTINS: A missão do Poder Judiciário é de aplicar a lei ou fazer justiça?

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
2 Comentários

2 Comments

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Governo libera mais R$ 418 milhões para rodovias atingidas por chuvas

Publicados

em


O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, editou medida provisória (MP) nesta quinta-feira (20) que abre crédito extraordinário no valor de R$ 418 milhões para o Ministério da Infraestrutura. Os recursos serão usados a recuperação de rodovias atingidas pelas chuvas em 14 estados: Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Tocantins.

No fim de dezembro, o governo federal liberou R$ 200 milhões para a recuperação de rodovias em diversos estados, principalmente Bahia e Minas Gerais, que registram, até agora, a maior extensão de estradas danificadas. 

O próprio presidente Jair Bolsonaro, que está em visita oficial ao Suriname, anunciou a liberação dos recursos durante sua live semanal, transmitida pelas redes sociais. De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que também participou da live, o governo mapeou a maior parte das rodovias danificadas pelas chuvas e enchentes ocorridas nas últimas semanas. 

“Já mapeamos todas as situações, temos contratos para a maioria dessas situações. E aquelas que não temos [contrato] estamos na fase final para estabelecer essa contratação. Alguns problemas são mais simples de resolver e vão levar aí umas 48 horas, mas outros são mais complexos e podem levar algumas semanas”, disse o ministro. 

Leia Também:  ANTERO PAES DE BARROS: É chocante vídeo da conversa entre o atual secretário de administração, Francisco Faiad e o presidente da associação dos policiais militares e do corpo de bombeiros. O governador deveria ver o vídeo para saber o que se passa sob suas barbas e, para salvar a própria imagem, deveria demitir sumariamente Faiad. VEJA O VIDEO.

Desenvolvimento Regional

Outra medida provisória editada nesta quinta-feira abre crédito extraordinário de R$ 550 milhões para ações do Ministério do Desenvolvimento Regional no enfrentamento das consequências das fortes chuvas e também no apoio a estados que vem sofrendo com a seca na Região Sul do país.

Segundo o governo federal, esse crédito vai atender despesas relacionadas a socorro, assistência às vítimas, fornecimento de água potável, cestas básicas, material de higiene e limpeza, combustível e dormitórios e colchões para os desabrigados. Também serão usados no apoio aéreo para o resgate da população atingida, transporte de medicamentos e equipamentos e restabelecimento de serviços essenciais, tendo em vista que muitas áreas ainda estão isoladas.
    
Já em relação à estiagem na Região Sul, o crédito será direcionado para a aquisição de cestas básicas, locação de carros-pipa, gastos com combustível, entre outras medidas.

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA