(65) 99638-6107

CUIABÁ

Amplo Geral e Irrestrito

CHAPADA: Entrevista com Bozó e Carlinhos do PT levanta suspeita de que nova Estação de Tratamento de Água teve falha no projeto técnico

Publicados

Amplo Geral e Irrestrito

Carlinhos do PT e Bozó, vereadores em Chapada

Vereador Bozó diz que Gestão Fake vigora em Chapada desde 1º de janeiro de 2017. Carlinhos do PT lamenta que prefeita Thelma não saiba negociar nem com vereadores de sua base

Um papo animado e muito informativo sobre Chapada dos Guimarães que poucas vezes  se viu igual na mídia mato-grossense. Assim foi a entrevista na tarde da quarta-feira, 11 de dezembro, dentro do Programa Amplo, Geral e Irrestrito, dos vereadores chapadenses Carlinhos do PT e Bozó (MDB), que conversam com o blogueiro  Enock Cavalcanti e com o ativista social Paulo Bomfim. Durante a conversa, cujo inteiro teor você confere no video abaixo,  os dois vereadores apontaram a grave dificuldade de atual prefeita de Chapada, Thelma de Oliveira (PSDB),  de promover uma gestão participativa.

Segundo Carlinhos do PT. a prefeita Thelma de Oliveira sequer consulta os próprios vereadores de sua base de sustentação na Câmara Municipal para orientar as ações de seu governo. “Ela não sabe negociar nem com seus apoiadores, imagine com nós, da oposição”, lamentou. Por isso, segundo ele, a crise que se abate sobre aquele município.

O ano de 2019 em Chapada dos Guimarães começou com uma Comissão Processante com Denúncia de Infração de Política Administrativa e termina com uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI da Água, que deverá ter seu desfecho no processo eleitoral de 2020.

O ano de 2019 da gestão Thelma de Oliveira à frente da Prefeitura de Chapada dos Guimarães,  está fechando com  a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito – Resolução nº 008/2019 da Câmara Municipal, destinada a apurar as responsabilidades sobre os graves problemas apresentados no sistema de bombeamento do Novo Sistema de Abastecimento de Água do SAAE, que teve como consequência o desabastecimento nas residências das famílias chapadenses,  desde a sua ruidosa inauguração em julho de 2017, na gestão da Prefeita Thelma de Oliveira e do governador Pedro Taques, ambos do PSDB.

O Novo Sistema de Abastecimento de Água do SAAE foi inaugurado com grande pompa pelo então governador Pedro Taques, ladeado pelo deputado estadual Wilson Santos e pela prefeita Thelma de Oliveira, sendo alardeado nos discursos e na imprensa. à época, que era uma obra que resolveria os problemas de água do município pelos próximos 40 / 50 anos.

A CPI, cujas atividades começaram no final de novembro,  é integrada pelos Vereadores Edmilson de Freitas, o Bozó, que atua como seu presidente, Rosa Lisboa – relatora e Mariano – membro.

Mesmo com a crise política e administrativa, para as festividades de final de ano, o presidente da Câmara, vereador Carlinhos do PT manifestou, durante a conversa com Enock Cavalcanti e Paulo Bomfim, acreditar que, apesar de até o momento não ter sido divulgada qualquer programação oficial ou atividade festiva pela Prefeitura, ainda espera que haverá alguma iniciativa de atividade, da parte da administração municipal para garantir a animação em Chapada que costuma atrair tantos visitantes.. Bozó garantiu que todos, especialmente os visitantes cuiabanos, poderão desfrutar com tranquilidade, durante o atual período de festas, do ambiente, da hospitalidade e do clima amistoso que impera em Chapada, que caracterizou como “amada, muito querida e pacata cidade”.

Bomfim, Carlinhos, Bozó e Enock na redação O Factual

O vereador Bozó, presidente da recém instalada CPI da Água, procurou também tranquilizar todos, moradores e veranistas. Garantiu que no Natal e na virada do ano, não haverá falta de água em Chapada. Bozo acredita que, apesar de todos os problemas que cercam a nova obra, o SAAE com as ações desenvolvidas pelo seu atual Diretor Presidente, Sr. Jodemilson, que definiu como um funcionário competente, tem dado razões para que se tenha esta tranquilidade. Informou que, com a queima e a necessidade do conserto de duas bombas que impulsionam a subida da água, foram desembolsados cerca de R$ 150 mil reais para o conserto, em regime de urgência, o que garante o abastecimento e a certeza de que, no Natal e Reveillon, haverá banho, paz e tranquilidade para todos.

Leia Também:  EDÉSIO ADORNO: Elite abastada do agronegócio voltou a desferir ofensas a Mauro Mendes. Não querem pagar impostos

O presidente da Câmara, vereador Carlinhos do PT e o presidente da CPI, vereador Bozo, manifestaram-se sobre os aspectos técnicos que impõem a necessidade de esclarecimento, por parte da CPI da Água, do porquê desta obra grandiosa e cara, que é a nova Estação de Tratamento, apresentar tantos problemas, apesar de ter consumido um volume muito alto de recursos financeiros. Tendo sido orçada inicialmente em R$ 4 milhões, após aditivos, a obra pulou para 10 milhões, acabando por consumir um montante de recursos públicos superior a  R$ 20.000.000,00 (vinte milhões de reais), até a sua conclusão. Um dos compromissos da CPI é fornecer, ao longo dos seus trabalhos, todos os esclarecimentos necessários à comunidade chapadense, identificando também os responsáveis por  este sobrepreço tão exorbitante.

Carlinhos adiantou, durante a entrevista, que existe a suspeita de que o novo Sistema ETA e Rede de Captação e Abastecimento de Água de Chapada dos Guimarães estaria operando com capacidade ociosa, sendo subutilizado em decorrência de fatores técnicos, ou seja, erros de projeto.

Bozó apontou a necessidade de responsabilização dos responsáveis pelos problemas na obra. Afirmou que providências já foram tomadas junto ao Ministério Público Estado e à FUNASA visando esclarecer todas as possíveis irregularidades desta obra executada pela Construtora Nhambiquaras Ltda. A CPI tem previsão de duração de 3 ( três) meses, podendo ser prorrogada por mais 3(três) meses, perfazendo, se for o caso, total de 6 (seis) meses de investigações.. 

O vereador Bozó defendeu, durante esta nova edição do programa Amplo, Geral e Irrestrito, a responsabilização de quem tenha promovido os sobressaltos na população chapadense, causados pela maior obra de infra-estrutura que Chapada dos Guimarães já teve e que consumiu R$ 20 milhões e que, após apenas  1 (um) ano de uso, já queimou duas bombas e ninguém sabe por quê isso aconteceu. “Por esta razão a CPI foi criada. Tem muita coisa errada e a CPI foi formada para esclarecer e expor todas as possíveis irregularidades. Nosso compromisso é trabalhar para que a população chapadense entenda tudo que aconteceu”  afirmou Bozo. 

Leia Também:  Deputado cobra internet para todas as escolas rurais de MT

O mais provável é que tenha havido falha de projeto, mas isso precisa ainda ser confirmado. O que sabe é que a Construtora Nhambiquaras Ltda, que  é de propriedade dos familiares do presidente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Eduardo Botelho, foi a responsável pela construção e precisará também apresentar seus esclarecimentos, argumento Paulo Bomfim.

Entrevista marca mais uma edição do Amplo, Geral e Irrestrito

Na conversa dos vereadores chapadenses com o blogueiro Enock Cavalcanti, ficou patente a suspeita de que o novo Sistema ETA e Rede de Captação e Abastecimento de Água de Chapada dos Guimarães, quando consegue estar em operação, estaria operando com apenas 40% de sua capacidade. Portanto, o sistema estaria operando com capacidade ociosa de 60%, pode estar sendo subutilizado em decorrência de fatores técnicos, ou seja, erros de projeto. Com capacidade máxima de captação projetada para 400 metros cúbicos de água/hora, estima-se que hoje capta de sua fonte, apenas 170 metros cúbicos, devido ao fato de que as bombas de sucção não suportarem a rotação máxima e queimarem. Desta forma queimam-se, também, os quadros dos controles automatizados. O novo Sistema ETA, caso seja colocado em operação máxima, não suporta a pressão e transborda, o que já ocorreu quando tentaram colocar o sistema em potência de 100% de capacidade. Muitos desses fatores já foram aventados nas reuniões da CPI que daqui para adiante deve passar ao levantamento de documentação técnica e depoimento de técnicos e responsáveis administrativos pela construção.

Em intervenção durante o encontro, Paulo Bomfim lamentou a instabilidade que se constata na gestão do Serviço de Águas e Esgoto de Chapada. Tanto que o  grande enigma, é que, apesar da intensa troca de direção, com a nomeação de 7 (sete) Diretores Presidentes em 3 anos da atual gestão, o cargo de Diretor Técnico sempre foi preservado para o atual ocupante, Sr. Rodrigo Moreira. Segundo Carlinhos do PT, o Diretor Técnico Sr. Rodrigo Moreira, é uma indicação pessoal da prefeita Thelma de Oliveira. Ele será um dos gestores da Prefeitura a serem ouvidos pelos vereadores.

O programa Amplo, Geral e Irrestrito, que é sempre apresentado ao vivo, através do Facebook e outras redes sociais, é uma iniciativa conjunta do blogue PAGINA DO E, editado pelo jornalista Enock Cavalcanti, e dos sites Boa Mídia, editado pelo veterano jornalista Eduardo Gomes, e O Factual, editado pelo comunicador Cláudio Cordeiro. Na quarta-feira, dia 18, a partir das 16 horas, nova rodada de conversa vai reunir os vereadores cuiabanos Marcelo Bussiki (PSB) e Wilson Kero Kero (Podemos).

CLIQUE E CONFIRA NO VÍDEO A INTEGRA DA CONVERSA DOS VEREADORES CARLINHOS DO PT E BOZÓ COM ENOCK CAVALCANTI E PAULO BOMFIM

 


Carlinhos do PT e Bozó, vereadores de Chapada, conversam com Enock Cavalcanti e Paulo Bomfim from Enock Cavalcanti on Vimeo.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

A verdade vos libertará

LEANDRO KARNAL: Livro é um presente permanente. Ler é esperança, sempre

Publicados

em

Por

Karnal

Uma ponte de livros

Por Leandro Karnal

Sim! Você sobreviveu até a penúltima semana de 2020. Parabéns! Eu sei que os pessimistas estão dizendo: ainda faltam vários dias. É verdade. Seria tão injusto falhar agora! Viemos nadando com desafios desde março. A outra margem do rio está tão próxima. Sejamos otimistas: chegaremos todos a 2021.

Há uma possível pausa pela frente. Em algum momento você terá um pouco mais de folga. Chegou a hora de pensar estrategicamente: livros. Por quê? Não sei o que nos aguarda no ano próximo e novo. Sei que ele será mais bem vivido se houver mais pensamentos, maior conhecimento, mais informações. Atrás de sugestões para ter ou presentear? Farei algumas. Lembre-se sempre: um livro é um presente permanente que pode mudar a cabeça do agraciado.

Literatura? É o ano do centenário de nascimento de Clarice Lispector. A editora Rocco lançou um volume alentado e lindo com Todas as Cartas. É a correspondência da nossa maior escritora em um tomo que “fica sozinho em pé”. A leitura me trouxe um enorme prazer. Se o gênero correspondência não faz sua cabeça, mergulhe nos volumes da mesma editora com várias obras de Clarice: A Maçã no Escuro, A Legião Estrangeira, Onde Estivestes de Noite, O Lustre, Perto do Coração Selvagem, Felicidade Clandestina e A Bela e a Fera. São apenas alguns dos títulos lindos, com capas sedutoras e textos que vão alterar seu mundo.

Quer reencontrar outros clássicos? A Cia das Letras lançou Ressurreição, de L. Tolstoi. A luta de um nobre para reparar um erro grave do passado é o eixo daquele que, para mim, é uma das melhores obras do russo genial. Se Tolstoi o atrai, a editora Todavia reuniu 4 obras dele (Felicidade Conjugal, A Morte de Ivan Ilitch, Sonata a Kreutzer e Padre Siérgui) em um único volume.

Você sobreviveu a uma das mais transformadoras epidemias na história. Que tal ler A História das Epidemias, de Stefan Cunha Ujvari? Saiu pela editora Contexto. Aprende-se muito com o livro, bem escrito e solidamente pesquisado. Prefere o terreno argiloso da política e da sociedade? A pesquisa de Bruno Paes Manso resultou no necessário A República das Milícias. O livro proporciona análises indispensáveis e medos incontornáveis.

Leia Também:  O TRANSFORMISMO PERIGOSO DE UMA TOGA - Ministros Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello se juntam nas críticas aos exageros de Joaquim Barbosa

Você prefere algo que o anime? Pedro Salomão lançou o Valor Presente – A Estranha Capacidade de Vivermos um Dia de Cada Vez pela Best Business. Tive o privilégio de fazer o prefácio. Na mesma linha, uma coletânea com textos exemplares de Mario Sergio Cortella: Sabedorias para Partilhar, da Vozes/Nobilis.

Quer discutir amor e casamento? Não perca Amor na Vitrine – Um Olhar Sobre as Relações Amorosas Contemporâneas, de Regina Navarro Lins. A psicanalista vai mexer com suas convicções tradicionalistas e desafiar seus censores invisíveis.

Eduardo Giannetti sempre faz pensar. Li com avidez O Anel de Giges, da Cia das Letras. Tomando a lenda platônica do anel que produz invisibilidade, o que restaria da ética? Um homem invisível precisa se manter com boas regras morais ou vai acabar se entregando a seus desejos e caprichos menos nobres de espírito? Foi a leitura que mais me provocou inquietações no ano de 2020. É genial a capacidade de Gianetti de combinar densidade com linguagem leve.

Você ou o seu amigo-secreto amam viajar? Guilherme Canever lançou dois tomos pela Pulp: Destinos Invisíveis – Uma Nova Aventura pela África e Uma Viagem Pelos Países Que Não Existem. Livros densamente ilustrados, com um olhar agudo para lugares inusitados.

A Autêntica vai fundo na alma humana ao lançar uma nova edição do Além do Princípio do Prazer. O livro chegou ao centenário agora e a cuidadosa tradução de Maria Rita Salzano Moraes ajuda a valorizar a obra fundamental do dr. Freud.

Foi um ano estressante, reconheçamos. Talvez seja hora de pensar em um texto sobre ansiedade e o desafio da saúde mental. O dr. Leandro Teles, pela editora Alaúde, lançou Os Novos Desafios do Cérebro – Tudo o Que Você Precisa Saber Para Cuidar da Saúde Mental nos Tempos Modernos. Acho que a grande meta de 2021 é o desafio do equilíbrio. O livro do dr. Teles ajuda muito.

Leia Também:  EDÉSIO ADORNO: Elite abastada do agronegócio voltou a desferir ofensas a Mauro Mendes. Não querem pagar impostos

Você ama narrativas biográficas? A obra de Adam Zamoyski (Napoleão – O Homem Por Trás do Mito – ed. Crítica) prenderá sua atenção do início ao fim. O imperador raramente encontrou um biógrafo tão denso e sem lados definidos: sem o sempre esperado “monstro corso” (contra) ou gênio militar e político (a favor). Continua interessado em narrativas biográficas e domina inglês? Hildegard of Bingen – The Woman of Her Age, de Fiona Maddocks (Image Books), foi uma descoberta muito feliz. A entrevista final com a Sister Ancilla no mesmo mosteiro onde morou a santa medieval é um recurso muito interessante para iluminar a tradição da grande doutora da Igreja.

Anseia explorar uma área nem sempre devidamente destacada? Aventure-se pela obra A Razão Africana – Breve História do Pensamento Africano Contemporâneo (Muryatan S. Barbosa – Todavia). O Racismo Estrutural, obra crítica de Silvio de Almeida (editora Jandaíra), ajuda em um tema que foi destaque em 2020. Na mesma coleção, a coordenadora da série, Djamila Ribeiro, tem texto indispensável: Lugar de Fala. Você se preocupa com o universo feminino e suas muitas abordagens? Mary del Priore escreveu Sobreviventes e Guerreiras: Uma Breve História da Mulher no Brasil de 1500 a 2000 (editora Planeta). 2021 demandará consciência social. Prepare-se!

Muitos e bons livros para todos os gostos. Ler dá perspectiva, vocabulário, ideias e companhia. Um bom texto aumenta seu mundo e o faz sair do senso comum. Embeber-se em histórias é viver de forma ampla. Já é um bom projeto para 2021. Ler é esperança, sempre.

Leandro Karnal é historiador e escritor, autor de ‘O dilema do porco-espinho’, entre outros. Artigo publicado originalmente no jornal O Estado de S Paulo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA