PREFEITURA SANEAMENTO

Alencar vendeu vaga para Sérgio Ricardo por R$ 4 milhões

Operação Ararath – Encomind, Tocantins Adv, Bosaipo, Chico Galindo, Mauro Mendes by Enock Cavalcanti

Operação Ararath – Bic Banco, Éder Moraes e Ortolan by Enock Cavalcanti

Operação Ararath – Piran, precatórios, Andrade Gutierrez, Encomind by Enock Cavalcanti

Operação Ararath – Denúncia contra Éder, Laura, Vivaldo e Cuziol by Enock Cavalcanti

Operação Ararath – Busca e apreensão Alencar Soares e Sérgio Ricardo by Enock Cavalcanti

Operação Ararath – Busca e apreensão Junior Mendonça by Enock Cavalcanti

CADEIRA DOS DEUSES

Conselheiro do TCE lava fortuna em contas de filho e empresa, diz PF

Suspeita é que Alencar Soares vendeu vaga para Sérgio Ricardo no valor de R$ 4 milhões

RAFAEL COSTA
Do FOLHA MAX

alencar-sergio.jpg Alencar e Sérgio foram alvos de busca e apreensão da PF há uma semana

Alvo da Operação Ararath, o conselheiro aposentado Alencar Soares, que é investigado sob a suspeita de ter recebido R$ 4 milhões para pedir aposentadoria do cargo e ceder a vaga ao então deputado estadual Sérgio Ricardo (PR), “lavou” a quantia de dinheiro usando contas bancárias de dois filhos e de uma empresa jurídica. O inquérito da Polícia Federal ao qual FOLHAMAX teve acesso revela que Alencar usou as contas de Leonardo Soares e Leandro Soares, Alexandre de Freitas Bezerra e a Paz Administradora.

Em depoimento, o empresário Gércio Marcelino Mendonça Junior, conhecido como Júnior Mendonça, informou que foi o responsável pelo levantamento do dinheiro. Durante uma viagem a Àfrica do Sul da comitiva do governo do Estado, Alencar Soares revelou que o então governador Blairo Maggi (PR) afirmou que não gostaria de vê-lo fora da Corte de Contas.

Por sua vez, Alencar informou que já havia recebido R$ 2,5 milhões antecipados de Sérgio Ricardo e gasto a quantia. Ao retornar para Cuiabá, o secretário de Fazenda na época, Éder Moraes, entrou em contato com Junior Mendonça. Em uma conversa no seu gabinete, Eder afirmou “estamos precisando resolver um assunto de R$ 2,5 milhões, que Blairo Maggi determinou que resolvesse”.

Dias após, Alencar Soares entrou em contato com Júnior Mendonça para recuperar um cheque no valor de R$ 2,5 milhões e foi orientado a efetuar quatro depósitos na conta da empresa PAZ Administradora. Inicialmente, foram depositados 3 cheques nos valores de R$ 300 mil, R$ 200 mil e R$ 250 mil, respectivamente. Um quarto cheque foi depositado em nome de terceiro no valor de R$ 1,750 milhão na conta da PAZ Administradora.

Em março de 2010, Eder Moraes novamente se encontrou com Junior Mendonça e informou que o compromisso de Blairo Maggi com Alencar Soares seria de R$ 4 milhões e precisaria de R$ 1,5 milhão. Saindo de lá, Junior Mendonça se reuniu com Alencar Soares que orientou a pagar parte em espécie e outras em depósitos bancários.

 

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.203.35.77 - Responder

    Esses tribunais de contas , foram , sÃo e serão apenas um amontoado de ratos , que nada fazem a não ser engordar a sí e a seus familiares , negociando e extorquindo prefeitos .
    A coisa é tào escrota e vergonhosa , que aqui nesse estado dominado por ladrões , pai “cedeu” a vaga para o filho , tal qual um título nobiliárquico.
    Logo , logo essa escumalha a quem chamam de deputados , vai propor que as vagas nos tribunais de faz de contas , alem de vitalícias , sejam tambem ‘ereditárias.
    Haja figado.

  2. - IP 179.185.68.240 - Responder

    fico rindo sozinho desses valores, ora aqui na barra todo mundo sabe que o Alencar em 2012 comprou uma fazenda por sete milhões de reais, foram seis milhoes da terra mais um milhao de gado.
    a terra já tem até registro aqui no cartório.
    segundo o moacir filho, que é subrinho do al capone, o dinheiro vinha da amazonia petroleo, só que isso era um contrato com a assembleia, onde o chefe era o sergio ricardo.
    kkk, a PF ta chegando.
    ô alencar, lenbra que vc falou que se foi pobre nao se lembrava?, agora quem sabe na cadeia oce se lemrba.

  3. - IP 187.123.2.208 - Responder

    hummmm…
    essa reportagem me faz pensar a respeito de outros membros desse Tribunal… será que o caso supracitado foi o único ocorrido naquela corte??? Não seria o caso de passar o pente fino e buscar novos casos? Será que teremos novos escândalos???
    Bom, fica aqui a dica, Sua Excelência Dr. Jefferson Schinnyder.
    Lu

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezesseis + 20 =