(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

Há 90 anos, primeira transmissão de rádio no Brasil causou espanto e medo

Publicados

Brasil, mostra tua cara

O calendário marcava 7 de setembro de 1922 e comemorava o centenário da proclamação da Independência. Com discurso do então presidente Epitácio Pessoa, a primeira transmissão oficial de rádio no País foi realizada com alto-falantes espalhados por São Paulo e Rio de Janeiro. Em reportagem que comemora os 90 anos da mídia no Brasil, feita por Ethevaldo Siqueira para a CBN, o jornalista conta que, à época, as pessoas reagiram de maneira curiosa, com admiração, espanto e medo.
Depoimento do então presidente Epitácio Pessoa marcou a primeira transmissão de rádio no Brasil (Imagem: Divulgação)
“Pregadores religiosos fizeram longos sermões avisando que o fim estava próximo porque para eles transmitir a voz sem fio era coisa do demônio”, contou Ethevaldo durante o ‘Jornal da CBN’ desta quinta-feira, 6.
Para realizar a transmissão, uma estação de 500 watts instalada no morro do Corcovado pela empresa Westinghouse Electric International foi usada. Não demorou para que, sete meses depois, Edgard Roquete Pinto e Henry Morize inaugurassem a primeira emissora de rádio do País.
Ethevaldo reforça o papel da mídia como formadora de opinião, sendo responsável por influenciar a Revolução de 1930 e o período de ditadura militar.
Dedicada a músicas, a plataforma começou a ter cunho jornalístico depois da década de 1960 com notícias sobre o trânsito nas grandes cidades. Em São Paulo, a Eldorado foi pioneira com o projeto “ouvinte-repórter”, em que o público ligava para a emissora e passava informações

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Câmara aprova MP que prorroga vigência do Plano Nacional de Cultura

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Câmara aprova PL que torna permanente o Pronampe

Publicados

em


A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (5) o texto-base o texto-base do Projeto de Lei 4139/21, do Senado Federal, que torna permanente o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), criado para socorrer o setor durante a pandemia de covid-19. Como houve alterações no texto original, a matéria retorna ao Senado.

As micro e pequenas empresas beneficiadas pelo programa, quando de sua criação, assumiram o compromisso de preservar o número de funcionários e puderam utilizar os recursos para financiar a atividade empresarial, como investimentos e capital de giro para despesas operacionais.

O PL aprovado na Câmara autoriza a prorrogação das parcelas vencidas e a vencer dos empréstimos concedidos até 31 de dezembro de 2020. Essa prorrogação será por até um ano, prorrogando por igual período o prazo do parcelamento.

* Com informações da Agência Câmara

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  O DOCE PRAZER DO SEXO: Depois de muita espera, o filme Cinquenta Tons de Cinza estreia nesta quinta-feira(12) nos cinemas do país, prometendo cenas pesadas de nudez explícita e linguagem forte. Confira uma lista de filmes que fizeram sucessos também por retratar aventuras sexuais picantes
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA