(65) 99638-6107

CUIABÁ

Brasil, mostra tua cara

E o "transatlântico" do presidente Lula é apenas uma canoa de lata. Barco de R$ 4 mil é o novo "crime" do grande líder do PT. Senador Roberto Requião recomenda à Folha de S. Paulo e aos que caçam Lula que vão à PQP. Mídia golpista atropela todos os limites da decência no seu esforço para alimentar ódio ao PT e tentar desgastar aquele que já ficou na História como o presidente mais popular do Brasil

Publicados

Brasil, mostra tua cara

E O ‘TRANSATLÂNTICO’ DE LULA É APENAS UMA CANOA DE LATA

:
O mérito da reportagem da Folha deste sábado, sobre o “barco” de Lula, foi descobrir que o ex-presidente Lula, acusado nas redes sociais de possuir uma das maiores fortunas do planeta, possui uma “canoa de lata”; “Arranjem para o Lula ou algum de seus filhos uma ‘maracutaia’ que preste, algo grande, como aquilo que enriqueceu a filha de José Serra”, apontou o escritor Luiz Fernando Emediato; “O que o barquinho mixuruca prova a não ser a absoluta modéstia do sujeito que, quatro anos atrás, escandalizava essa gente carregando um isopor para a praia?”, disse Fernando Brito, editor do Tijolaço.
 
247 – A nova denúncia da Folha contra o ex-presidente Lula, a de que sua esposa Marisa Letícia comprou uma canoa de R$ 4,1 mil para o sítio visitado pela família (leia aqui), virou piada na internet – e despertou também uma onda de indignação.
Eis o que escreveu o escritor Luiz Fernando Emediato, dono da Geração Editorial:
DONA MARISA LULA E A CANOA DE LATA
Vamos lá: minha irmã tem uma casa na praia. Nunca tive vontade – nem dinheiro – para ter uma casa na praia. Vou lá de vez em quando. Um engenheiro e construtor amigo da família fez a administração da obra lá e não cobrou (é fato). O resto minha irmã pagou e declarou no IR. Como sempre. Se eu tivesse comprado uma canoa de lata (é este o “barco” de dona Marisa Lula da Silva) e mandado entregar lá, eu – que sou uma figura pública – poderia ser acusado de alguma coisa? Tenham dó! Arranjem para o Lula ou algum de seus filhos uma “maracutaia” que preste, algo grande, como aquilo que enriqueceu a filha de José Serra (nada contra ele, fique claro, nunca se provou nada contra Serra). Ao contrário do que alguns imaginam, não sou petista nem tenho intimidade com Lula. Mas acho um absurdo, querem matá-lo para não ser candidato em 2018.
Leia, ainda, o comentário de Marcelo Costa dos Santos:
Agora que a lagoa do sitio dos meus pais está cheia novamente (ficou vazia por culpa da Dilma, diga-se, que não fez chover lá no cerradinho), vou fazer uma triangulação financeira ilegal e louca com empreiteiras para comprar um transatlântico, igual esse aí do Lula. Só tenho medo da Folha de S.Paulo descobrir, o MPF do Paraná fazer uma denúncia e o Moro me prender. Afinal, comprar um barco de lata de 5 mil reais me torna um safado, bandido e sem vergonha. Como o sítio não é meu, isso vai provar minha ligação com o sítio dos meus pais e, provavelmente, eles também vão se complicar por isso. Ah, azar. Só os conheço há 40 anos. O Moro terá razão de desconfiar dessa minha relação com eles.

E também o artigo de Fernando Brito, editor do Tijolaço:
O “iate” do Lula e o jornalismo “sem noção”

iate
Folha hoje se supera.
Apresenta como “prova” da ligação de Lula com o sítio que ele nunca negou frequentar, em Atibaia, um barco comprado por D. Mariza, sua mulher e mandado entregar lá.
A “embarcação”, como se vê no próprio jornal,  é um bote de lata comprado por R$ 4.100.
Presta para navegar num laguinho, com a mulher, dois amigos e o isopor, se ninguém fizer muita gracinha de se pigar em pé, fazendo graça.
É o “iate do Lula”, quase igual ao Lady Laura do Roberto Carlos e só um pouco mais modesto do que as dúzias de lanchas que você vê em qualquer destes iate clubes que existem em qualquer cidade praiana.
A pergunta, obvia, é: e daí que o Lula frequente o sítio? E daí que sua mulher tenha comprado um bote, sequer a motor, para pescar umas tilápias, agora que já não pedem, como nos velhos tempos, fazer isso na represa Billings?
Qual é a prova de que a reforma do sítio foi paga pela Odebrechet (segundo a Folha) ou pela OAS (segundo a Veja)?
E se o Lula frequentasse a mansão de um banqueiro? E se vivesse nos iates – os de verdade – da elite rica do país?
O que o barquinho mixuruca prova a não ser a absoluta modéstia do sujeito que, quatro anos atrás, escandalizava essa gente carregando um isopor para a praia?
Os jornais, a meganhagem e a turma do judiciário – que já não se separam nisso – estão dedicados a destruir o “perigo lulista”.
Esqueçam o barquinho: o que eles querem é ter de novo o leme do transatlântico.
Perderam até a noção do ridículo, convencidos de que já não há resistência a ele nas mentes lavadas do país.
E acabam revelando que, em suas mentes,  o grande pecado  de Lula, que ganha em  palestras pagas o suficiente para comprar uma “porquera” daquelas por minuto que passe falando, ou para alugar uma cobertura na Côte D’Azur do Guarujá  é continuar pensando como pobre:  querendo comprar apartamento em pombal e barquinho de lata para ficar de caniço, dando banho em minhoca.
É que ter nascido pobre é um crime que até se perdoa, imperdoável mesmo é continuar se identificando com eles.
———-

Leia Também:  MAMATA: Governo dobra repasse a CUT, Força Sindical, CGTB e outras centrais. Verba salta de 62 para 124 milhões, sem qualquer fiscalização

BARCO DE R$ 4 MIL É O NOVO ‘CRIME’ DE LULA E MARISA

:
Manchete da Folha grita que “Nota fiscal de barco reforça elo de Lula com sítio em SP”; quem vê a capa imagina um iate, mas a reportagem interna traz a imagem de uma pequena embarcação, quase uma canoa, usada pelo ex-presidente para pescar no lago da propriedade; o preço foi de R$ 4.126,00; em nota, o ex-presidente Lula afirmou que é de conhecimento público que frequenta o sítio em Atibaia (SP), registrado em nome de Jonas Suassuna, sócio de seu filho Fábio Luis Lula da Silva
247 – O ex-presidente Lula e a ex-primeira dama Marisa Letícia cometeram um novo “crime”: compraram uma pequena embarcação, quase uma canoa motorizada, de R$ 4.126,00.
É o que sugere a Folha de S. Paulo na manchete deste sábado, que grita: “Nota fiscal de barco reforça elo de Lula com sítio em SP” (leiaaqui a reportagem).
Em nota divulgada ontem, Lula afirmou que frequenta o sítio em Atibaia, registrado em nome de Jonas Suassuna, sócio de seu filho Fábio Luis Lula da Silva. Leia:
Nota sobre sítio de amigos de Lula em Atibaia

Desde que encerrou o segundo mandato no governo federal, em 2011, o ex-presidente Lula frequenta, em dias de descanso, um sítio de propriedade de amigos da família na cidade de Atibaia. Embora pertença à esfera pessoal e privada, este é um fato tornado público pela imprensa já há bastante tempo. A tentativa de associá-lo a supostos atos ilícitos tem o objetivo mal disfarçado de macular a imagem do ex-presidente.

Assessoria de Imprensa do Instituto Lula
————

Leia Também:  JORNAL NACIONAL: Falta menos de uma semana para a Copa do Mundo. E, na Área Metropolitana de Cuiabá, das 56 obras de mobilidade urbana prometidas, foram concluídas 19.

REQUIÃO MANDA FOLHA E OS QUE CAÇAM LULA À PQP

:
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) expressou sua indignação com a manchete da Folha deste sábado, ao se posicionar nas redes sociais; “O crime de Marisa? Não os mandarei se lixar nas ostras! Mas vão à PQP”, escreveu; na edição da Folha, a ex-primeira-dama Marisa Letícia ganhou a manchete principal por ter comprado uma canoa de lata, por R$ 4,1 mil, para ser usada num sítio que ela e ex-presidente Lula frequentam; recado de Requião se estende a todos que tentam, a todo custo, inviabilizar politicamente aquele que foi o presidente mais popular da história do País

Paraná 247 – Sem rodeios e sem meais palavras, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) expressou sua indignação com a Folha de S. Paulo e com aqueles que empreendem a caçada ao ex-presidente Lula, com denúncias nem sempre consistentes.
“O crime de Marisa? Não os mandarei se lixar nas ostras! Mas vão à PQP”, escreveu Requião, postando ainda a imagem da canoa de lata, comprada pela ex-primeira-dama por R$ 4,1 mil.
Neste sábado, a Folha noticiou, em sua manchete principal, que uma aquisição de Marisa Letícia – a canoa de lata – a aproximaria do sítio em Atibaia (SP), usado pelo ex-presidente e seus familiares (leia mais aqui). Ocorre que Lula jamais escondeu que frequenta a propriedade, registrada por Jonas Suassuna, sócio de seu filho.
Graças a esses escândalos, o governador paulista Geraldo Alckmin, que tem exonerado vários auxiliares graduados por suposto envolvimento na máfia que desviava dinheiro da merenda escolar, se julgou numa posição confortável para qualificar Lula como uma pessoa “sem limites” éticos (confira aqui), provocando reação imediata do ex-presidente (leia aqui).
A reportagem da Folha ao menos teve o mérito de revelar que Lula, que já alvo de várias montagens na internet como se estivesse passeando em iates de luxo, pesca numa canoa de lata (leia aqui).
Com denúncias como a de hoje, o objetivo óbvio é tentar inviabilizar a volta de Lula, que deixou a presidência como o líder político mais popular da história do País.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
3 Comentários

3 Comments

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasil, mostra tua cara

Presidente Bolsonaro condecora ministros com a Ordem do Rio Branco

Publicados

em


O presidente Jair Bolsonaro condecorou hoje (8) personalidades civis e militares com a Ordem de Rio Branco, honraria concedida pelos serviços prestados ao país. A cerimônia de entrega das medalhas foi realizada no Itamaraty, em Brasília. 

Foram agraciados pelo presidente com o grau Grã-Cruz a primeira-dama, Michele Bolsonaro, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, o ministro da Cidadania, João Roma, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o ministro do Turismo, Gilson Machado, e a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda. 

O ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Bruno Bianco, o procurador-geral da República, Augusto Aras, e os presidentes da Caixa, Pedro Guimarães, e do BNDES, Gustavo Montezano, também receberam a honraria. 

A Ordem de Rio Branco foi instituída em 1963 em homenagem ao Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia brasileira.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PEC dos precatórios prevê parcelamento em dez vezes
Continue lendo

MATO GROSSO

POLÍCIA

Economia

BRASIL

MAIS LIDAS DA SEMANA