GUERRA NA MIDIA – No plano nacional, Heraldo Pereira contra Paulo Henrique Amorim. Aqui em Cuiabá, Adriana Vandoni versus Beatriz Ayoub

Adriana é agredida no Twitter e registra BO contra jornalista Bia
Patrícia Sanches – DO RD NEWS

As redes sociais são uma ferramenta para fomentar amizades, divulgar informações e debater questões polêmicas, mas também podem se transformar num instrumento perigoso. Um episódio lamentável, que vem acontecendo desde abril com a jornalista Beatriz Barbosa, a Beatriz Ayoub, mostra como as mídias sociais podem prejudicar a imagem das pessoas. Ela vem agredindo, com palavras de baixo calão, a economista e blogueira Adriana Vandoni, por meio do Twitter. “Tem 10 anos que escrevo sobre política. Estou acostumada a receber críticas e aprendi muito com elas. O que a pessoa em questão fez, não foi crítica, foi agressão rasteira, covarde, baixa”, reclama a blogueira no Twitter.

     Assim, os seguidores delas têm acompanhado o desenrolar dessa novela, que a cada dia tem um novo capítulo. Neste sábado (30), por exemplo, Adriana, que até então evitou falar sobre o assunto publicamente, narrou o episódio via Twitter e registrou boletim de ocorrência contra Bia. "Não questiono a jornalista, mas a pessoa Beatriz", diz Adriana.

    Acontece que Beatriz teria dito que chamou uma amiga para dar uns “supapos” na blogueira. A jornalista também aproveitou o espaço dos 140 caracteres para fazer acusações à moral de Adriana. “Entrei na Justiça contra ela. São duas ações civis (uma minha e outra do meu marido contra ela) e uma criminal de nós dois”, revela a blogueira, que se mostra inconformada com o fato das agressões se estenderem a membros da sua família.

   Agressões em redes sociais começam a se transformar em processos. O jornalista Geneton Moraes Neto, do blog Dossiê Geral no G1, divulgou uma decisão que puniu justamente um twitteiro que o havia acusado de ter roubado perguntas feitas a Geraldo Vandré de um trabalho de conclusão de curso de jornalismo. A decisão é inédita e o autor da ofensa foi condenado a prestar vinte horas de serviço comunitário.

—————–
OUTRO LADO

Jornalista acusa Vandoni de "racismo" e "preconceito"

Bia Ayoub nega que tenha feito ofensas direcionadas à economista; "ela vestiu a carapuça"

DO MIDIANEWS

A jornalista Beatriz Barbosa Ayoub se defendeu das acusações da economista Adriana Vandoni, que registrou boletim de ocorrência, neste sábado, dizendo ter sido ofendida. Segundo ela, Bia Ayoub a teria chamado de "vadia adúltera", entre outros ataques.

Em nota ao MidiaNews, a jornalista nega que tenha nominado qualquer ataque. E faz duras críticas a Vandoni, acusando-a, por exemplo, de racismo e intolerância religiosa".

"É muito triste quando pessoas de má fé querem inverter a ordem da notícia, colocando o jornalista como notícia", afirmou.

Confira a íntegra da nota da jornalista, se defendendo das acusações de Vandoni:

"Às vésperas do Ramadan eu só poderia esperar isso, Ela "vestiu uma carapuça" de 140 caracteres

É muito triste quando pessoas de má fé querem inverter a ordem da notícia, colocando o jornalista como notícia.

É lamentável. Principalmente utilizando a boa fé de veículos conceituados da comunicação eletrônica.

Como profissional de comunicação, do alto dos meus mais de vinte anos de exercício profissional, lamento como o fato está sendo divulgado, principalmente porque estou sendo injustamente acusada de uma atitude que não fiz.

Meu twitter é um dos mais lidos e acessados em Mato Grosso. Orgulho-me dos meus seguidores e das pessoas que desfruto amizade e que diariamente têm contato comigo.

Recentemente, fizemos um evento reunindo os mais populares tuiteiros de Mato Grosso e, talvez por não ter sido convidada, a Sra.Adriana Vandoni, em retaliação, deflagra sua fúria e destempero.

No entanto, o que ressalto é que em nenhum momento nas minhas linhas (timelines) é mencionado o nome de Adriana Vandoni. Nenhuma das minhas timelines foi apagada e está à disposição de qualquer pessoa que acesse ao twitter (@beatrizayoub).

Muito estranho o fato do registro do boletim de ocorrênciapela ex-blogueira, que essa sim tem por hábito denegrir imagem de políticos, personalidades e desafetos seus,  como comumente tenho observado com José Riva, Blairo Maggi, Luiz Antonio Pagot e até a Presidenta Dilma. E, agora, à minha pessoa.

Desta forma, meus advogados já foram acionados e vão tomar as providências cabíveis, com as provas que foram geradas.

Vejo que a ex-blogueira, censurada por exceder os limites de comentários políticos, passando a atacar a honra de seus desafetos, acredita assim estar angariando credibilidade. Na verdade ela quer e precisa ter "platéia".

Recentemente cheguei da região do Araguaia, onde fui realizar in loco uma reportagem sobre a situação da região e ao que me consta, essa senhora não faz reportagens, não vivencia a realidade do nosso Estado, colaborando com notícias.

O fato de alguns nacionalmente, terem obtido ganho de causa em processos no twitter, não significa que a mesma já tenha "ganho de causa" e mais, cabe a quem acusa o ônus da prova, fato que não pode ser provado porque não existe e não existiu.

Veja e lamento mais um destempero, um ato pensado, mais um da ex-blogueira Adriana Vandoni, que tem necessidade dos holofotes dos colegas da mídia para alimentar seu ego, e assim, usando os meios de comunicação, usando a própria estrutura do Judiciário sem nenhuma ponderação quando ao "ego ferido".

Ela "vestiu uma carapuça" de 140 caracteres que podem não ter sido direcionados à ela. Ela não é e nem nunca será o meu centro de atenções.

O meu repúdio a essa atitude que demonstra o descontrole emocional e psicológico da mesma, além de falta de respeito aos jornalistas, que ela vive se "vitimizando".

E reputo com maior gravidade, mais um desrespeito aos jornalistas mato-grossenses e, ao meu ver, totalmente motivado por pura intolerância de cunho religioso. Um ato de racismo à mim, que sou convertida ao islam, às vésperas do nosso RAMADAM, nosso período sagrado que inicia-se amanhã.

Como sou jornalista sindicalizada desde 2007 ao SINDJOR em MT, também à FENAJ, sinto-me agredida e humilhada, lamentando os fatos profundamente.

Pra quem se diz vítima da censura, e perseguida, é bom analisar o fato comigo ocorrido. Será que ela é mesmo a vítima? Deixo esse questionamento para os leitores.
Não peço que me aceitem como jornalista muçulmana, peço e exijo o devido respeito.

Beatriz Barbosa Ayoub"
 

—————-

LEIA MAIS SOBRE O CONFRONTO ENTRE PAULO HENRIQUE AMORIM E HERALDO PEREIRA

http://paginadoenock.com.br/home/post/9348

Categorias:Imprensa em debate

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.209.72.1 - Responder

    2 questões 1ª quem é a vadia que vc vai dar supapo? ( expressão elegantemente islamica?) 2ª é verdade que vovô maomé se casou com uma pré adolescente de 13 anos?

  2. - IP 177.0.2.105 - Responder

    NOSSA!! QUANTA SEMELHANÇA A MATÉRIA DAS “GRANDES JORNALISTAS DE MT”..SE BEM QUE UMA DELAS É BLOGUEIRA (DENOMINAÇÃO PARA PESSOAS DESQUALIFICADAS ESCREVEREM O QUE QUISEREM E SE ACHAREM IMUNES)….VAMOS TRABALHAR PESSOAL…E DEIXAR ESSA BAIXARIA DE LADO….SE BEM CONHEÇO ESSA TAL DE ADRIANA PROCUROU E QUEM PROCURA…ACHA!!!!! KKKKKKKKBEM FEITO PARA ELA SABER COMO É FALAR MAL DA VIDA DOS OUTROS….AGORA SABE…

  3. - IP 177.0.2.105 - Responder

    NOSSA!! QUANTA SEMELHANÇA A MATÉRIA DAS “GRANDES JORNALISTAS DE MT”..SE BEM QUE UMA DELAS É BLOGUEIRA (DENOMINAÇÃO PARA PESSOAS DESQUALIFICADAS ESCREVEREM O QUE QUISEREM E SE ACHAREM IMUNES)….VAMOS TRABALHAR PESSOAL…E DEIXAR ESSA BAIXARIA DE LADO….SE BEM CONHEÇO ESSA TAL DE ADRIANA PROCUROU E QUEM PROCURA…ACHA!!!!! KKKKKKKKBEM FEITO PARA ELA SABER COMO É FALAR MAL DA VIDA DOS OUTROS….AGORA SABE…

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dez − sete =